MG vai distribuir 78 mil vacinas contra dengue para 22 cidades; saiba quais

Minas Gerais recebe, nesta quinta-feira (22 de fevereiro), as primeiras vacinas Qdenga. Vão ser enviadas pelo Ministério da Saúde 78.790 doses, destinadas à imunização do público de 10 e 11 anos em 22 cidades mineiras (veja a lista completa abaixo). Os municípios foram escolhidos por critérios estabelecidos pela pasta federal. 

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), quando recebidas, as doses vão seguir para a Central Estadual da Rede de Frio. Em seguida, a pasta estadual irá organizar a logística e distribuição para as Unidades Regionais de Saúde de Belo Horizonte e Coronel Fabriciano/Timóteo, de onde seguirão para as cidades. 

As regiões selecionadas atendem a três critérios: formadas por municípios de grande porte, com mais de 100 mil habitantes; registram alta transmissão de dengue no período 2023-2024; e têm maior predominância do sorotipo DENV-2.

O esquema vacinal será composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas. A Qdenga, produzida pelo laboratório Takeda, foi incorporada ao SUS em dezembro do ano passado, após análise da Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS (Conitec).

Cidades de MG que vão receber a vacina: 

  • Coronel Fabriciano 
  • Timóteo
  • Pingo-d’Água
  • Antônio Dias
  • Marliéria
  • Santa Maria de Itabira
  • Jaguaraçu
  • Dionísio
  • Córrego Novo
  • Belo Horizonte
  • Ribeirão das Neves
  • Sabará
  • Santa Luzia
  • Nova Lima
  • Caeté
  • Rio Acima
  • Jaboticatubas
  • Raposos
  • Belo Vale
  • Moeda
  • Nova União
  • Taquaraçu de Minas

FONTE O TEMPO

Governo do Estado apresenta projeto turístico Minas Santa 2024, que terá ações em 600 cidades

Tradição e fé vão marcar a programação até o Domingo de Páscoa; iniciativa segue com objetivo de posicionar Minas como principal destino turístico do país na Semana Santa

Para celebrar as tradições e a religiosidade do período da Semana Santa no estado, o Governo de Minas apresentou a segunda edição do projeto turístico Minas Santa, nesta segunda-feira (19/2), no Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, na Serra da Piedade, em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). 

A apresentação do programa, que visa promover as diversas atividades religiosas nas cidades mineiras durante a Semana Santa, foi realizada pelo governador Romeu Zema e pelo secretário de Estado de Cultura e Turismo (Secult-MG), Leônidas de Oliveira. Na ocasião, o arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, celebrou uma missa em ação de graças.

Na edição deste ano, o programa conta com a adesão de cerca de 600 municípios e continua tendo como meta principal posicionar Minas Gerais como o principal destino turístico no país durante a Semana Santa, dando protagonismo às diversas expressões culturais e religiosas (católicas, evangélicas e das afromineiridades) relacionadas à fé, e valorizar o patrimônio cultural material e imaterial.
 

Marco Evangelista / Imprensa MG

Para o governador Romeu Zema, Minas Gerais já tem uma vocação religiosa muito forte e o Minas Santa vem para reforçar a importância do estado durante as celebrações no país.

“O que nós queremos é mostrar para o mundo que o turismo religioso em Minas tem atrações que muitas vezes as pessoas não conhecem e nem sabem da dimensão. Espero que nesta Semana Santa nós tenhamos um grande número de turistas aqui, reiterando essa hospitalidade, nossas belezas, a fim de reforçarmos o sucesso que é o turismo em Minas” destaca Zema.

No ano de seu lançamento, em 2023, o programa foi decisivo para que o estado registrasse crescimento recorde na movimentação turística em abril, bem acima do que foi observado no Brasil como um todo, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Minas tem uma especificidade muito grande no que se refere ao turismo da fé, e a Semana Santa e a Semana da Inconfidência foram os dois fatores que fizeram com que nosso turismo superasse esse recorde histórico, crescendo 720% acima da média nacional em 2023. Por isso, repetir esse projeto é fundamental para o desenvolvimento do turismo e da economia mineira”, analisa o secretário Leônidas de Oliveira.

De acordo com a Secult-MG, 36% dos turistas que visitam Minas têm como principal motivação conhecer os bens religiosos e locais de riqueza histórico-cultural, gerando uma movimentação econômica de cerca de R$ 5 bilhões por ano.

O Minas Santa terá programação até o domingo de Páscoa (31/3), e conta ainda com participação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG), da Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop) e da Fundação Clóvis Salgado (FCS), além do apoio de representações religiosas como a Reitoria do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade (padroeira de Minas Gerais), Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), Rede Estadual de Gestores Municipais de Cultura e Turismo, Associação Mineira de Municípios (AMM) e Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais.

Para a promoção do projeto, estão previstas ações como uma programação especial nos equipamentos do Circuito Liberdade, com encenação da Via Sacra, e o lançamento do portfólio com a agenda preparada pelos municípios.

Em conjunto com a promoção turística, serão realizadas, por meio do Iepha-MG, ações de salvaguarda e proteção das celebrações e ritos da Quaresma e da Semana Santa no estado. Um cadastro das festividades relacionadas ao período também será realizado pelo instituto. Além disso, a exemplo do que aconteceu em 2023, a Faop ministrará oficinas de confecção de tapetes devocionais em Ouro Preto, Guaxupé, Paracatu e Belo Horizonte.

 

Marco Evangelista / Imprensa MG

Tradição e fé

Em Minas, são tradicionais as procissões, encenações da Paixão de Cristo, missas solenes e feitura de tapetes. Importantes destinos da fé, como Ouro Preto, Santa Luzia, Sabará, Perdões, Diamantina e Baependi, já se preparam para a celebração da Semana Santa.

O Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, na Serra da Piedade, em Caeté, local da Missa em Ação de Graças desta segunda-feira, também é emblemático para o turismo da fé e recebe 500 mil pessoas por ano. 

Para dom Walmor Oliveira de Azevedo, o patrimônio religioso do estado e a espiritualidade e a fé do povo mineiro são divulgados para os outros lugares do mundo com a realização do programa Minas Santa.

“É importante destacar que 60% do patrimônio sacro do Brasil se encontra em Minas Gerais. É uma riqueza única, não apenas na beleza arquitetônica e de engenharia, mas da expressão do significado humano que eles apresentam. Por isso Minas Gerais é singular no cenário brasileiro” enalteceu Dom Walmor.

O turismo da fé é o segmento que mais cria novas rotas turísticas em Minas. O Minas Santa terá programação em rotas do estado como o Caminho da Luz, Caminho da Fé, Caminho Nos Passos de Dom Viçoso, Caminho das Capelas, Caminhos Franciscanos e o Caminho Religioso da Estrada Real (Crer), que compreende 31 municípios, como Caeté, Itabirito, Mariana, Tiradentes e São Lourenço.

O Caminho da Fé, percurso mais visitado do país, tem fluxo médio anual de 20 mil viajantes e geração econômica de R$ 24 milhões por ano. A rota, inspirada no milenar Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, abrange as cidades mineiras de Andradas, Crisólia, Tocos do Mogi, Inconfidentes, Borda da Mata, Ouro Fino, Estiva, Consolação, Paraisópolis e Luminosa.

Quando se fala em celebração da fé, outro destaque é o Monte das Oliveiras, em Alpinópolis, no Sul de Minas. Durante a Semana Santa, são realizadas apresentações teatrais que encenam a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo, dentre outras passagens bíblicas. O local é um dos maiores cenários bíblicos a céu aberto do país.

Diversidade religiosa

O Minas Santa mapeia os congressos, retiros, shows e espetáculos da comunidade evangélica, assim como abre espaço para as expressões religiosas de matriz africana, como a Feitura do Cordão de São Francisco, no terreiro do Quilombo Pena Branca, no município de São Francisco, no Norte de Minas.

Há também o Recolhimento da Tenda de Umbanda Pai Xangô, em Formiga, no Centro-Oeste mineiro, e a Celebração Quaresmal e Tradicional Festa do Boi Balaio, em São Geraldo da Piedade, no Vale do Rio Doce. Todas estão registradas no catálogo “Celebrações e Ritos da Semana Santa em Minas Gerais”, do Iepha-MG. 

A presença das religiões de matriz africana no Minas Santa foi comemorada pela Macota Janete, do quilombo Pena Branca. “Pra mim é uma alegria muito grande ter a nossa fé contemplada pelo Minas Santa, um sentimento de uma realização de trazer pra todo mundo o que temos de mais sagrado, que são nossa crença e nossos ritos”, enfatiza. 

FONTE AGÊNCIA MINAS

Ipatinga e Governador Valadares estão entre as 175 cidades do país com altos índices de tuberculose, hanseníase e outras doenças

Minas Gerais tem outros sete municípios com altos índices das doenças e considerados prioritários no Programa Brasil Saudável.

Ipatinga e Governador Valadares estão entre as 175 cidades do país que têm altas cargas de 14 doenças e infecções que acometem, de forma mais intensa, as populações em situação de maior vulnerabilidade.

Além de Valadares e Ipatinga, Minas Gerais tem outros sete municípios nessa condição. São eles: Betim, Montes Claros, Contagem, Juiz de Fora, Uberaba, Uberlândia e Belo Horizonte. As cidades são consideradas prioritárias no Programa Brasil Saudável.

O levantamento foi feito pelo Comitê Interministerial para a Eliminação da Tuberculose e Outras Doenças Determinadas Socialmente (CIEDDS), e é o pontapé inicial para os trabalhos do programa. Esses municípios ganham um olhar de atenção do Governo Federal no combate a essas enfermidades.

Lançado neste mês pelo Ministério da Saúde, “Brasil Saudável”, busca eliminar infecções e doenças como tuberculose, hanseníase, HIV/aids e malária, que acometem populações em vulnerabilidade social. A meta é que a maioria das doenças sejam eliminadas como problema de saúde pública.

Veja a lista de doenças:

  1. Malária
  2. Doença de Chagas
  3. Tracoma
  4. Filariose linfática
  5. Esquistossomose
  6. Oncocercose
  7. Geo-helmintíase
  8. Sífilis
  9. Hepatite B
  10. HIV/aids
  11. HTLV
  12. Tuberculose
  13. Hanseníase
  14. Hepatites virais

O Brasil é o primeiro país do mundo a lançar uma política governamental para eliminar ou reduzir, como problemas de saúde pública, 14 doenças e infecções que acometem, de forma mais intensa, as populações em situação de maior vulnerabilidade social.

Com a iniciativa, o país estabelece um marco internacional, alinhado à OMS, às metas globais estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) por meio dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 e à iniciativa da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) para a eliminação de doenças nas Américas.

Entre 2017 e 2021, as doenças determinadas socialmente foram responsáveis pela morte de mais de 59 mil pessoas no Brasil.

Ação coordenada

O Brasil Saudável será coordenado pelo Ministério da Saúde, por meio do CIEDDS, com ações articuladas entre as pastas da Ciência, Tecnologia e Inovação; do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome; dos Direitos Humanos e da Cidadania; da Educação; da Igualdade Racial; da Integração e do Desenvolvimento Regional; da Previdência Social; do Trabalho e Emprego; da Justiça e Segurança Pública; das Cidades; das Mulheres; do Meio Ambiente e Mudança do Clima; e dos Povos Indígenas.

Também está previsto o estabelecimento de parcerias com movimentos sociais e organizações da sociedade civil para potencializar a implementação das ações nos municípios prioritários.

FONTE G1

Governo de Minas amplia atendimentos de hemodiálise para 86 serviços em 65 municípios

Habilitação de novos serviços e aumento da capacidade dos já existentes reduzem tempo de deslocamento e trazem qualidade de vida para pacientes

Quanto vale nosso tempo? Qual o valor das pequenas coisas, como passar um tempo de qualidade com a família, tomar um café da manhã com os filhos? Geraldo Afonso, 56 anos, aposentado, morador de Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, sabe bem o valor do tempo que passa com os seus dois filhos, ainda mais quando as adversidades da vida nos roubam parte desses momentos.

Geraldo Afonso / Sammer Iêgo Lemos – Prefeitura de Minas Novas

Ele recebeu o diagnóstico de doença renal crônica (DRC) em 2014. Sua rotina inclui três diálises por semana.

“Depois de ter rodado por várias cidades, como Belo Horizonte, Diamantina e Itaobim, estou sendo atendido na minha cidade, numa clínica ao lado da minha casa”, conta o aposentado, conhecido em Minas Novas como Fom.

Hoje, Geraldo pode fazer o tratamento no Centro de Diagnóstico e Serviços de Hemodiálise do Vale do Jequitinhonha, no município em que reside, graças aos investimentos do Governo de Minas.

Quando fazia hemodiálise em Diamantina, por exemplo, ele gastava mais de 12 horas por dia para o tratamento, sendo quatro horas na estrada, quatro na cadeira de diálise e mais quatro na viagem de volta. “Saía às seis da manhã e chegava em casa depois das onze da noite”, conta.

Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) tem direcionado recursos para a expansão dos serviços de hemodiálise em municípios estratégicos, localizados em regiões em que havia carência do serviço. Além de diminuir o tempo perdido nas estradas, os investimentos vêm proporcionando acesso ao tratamento a pacientes como Geraldo Afonso. Outras cidades como Januária, João Pinheiro, São João Nepomuceno, Três Pontas e São Gotardo também já foram contempladas.

Mais tempo com a família, menos tempo na estrada

Os investimentos visam descentralizar os serviços de saúde, levando tratamentos essenciais para pessoas com doença renal crônica (DRC) a todo o interior do estado.

A iniciativa não apenas beneficia os pacientes, como promove melhoria significativa na qualidade de vida dos cidadãos, marcando um avanço importante na área da saúde em Minas Gerais. É mais tempo para ficar com a família, mais tempo com os amigos e sobra tempo para arrumar aquele canteiro da horta, que carecia de um cuidado.

Na região do Vale do Jequitinhonha, os pacientes rodavam distâncias superiores a 120 quilômetros (em alguns casos, cerca de 330 quilômetros) por trecho – um de ida e um de volta – para que fossem atendidos em Diamantina, Teófilo Otoni e Itaobim. Com os investimentos do Estado, o deslocamento caiu para cerca de 60 quilômetros por trecho, em média.

SES-MG / Divulgação

Em Minas Novas, a população já conta com 12 máquinas de diálise funcionando em três turnos, que atendem 72 pacientes por dia, vindos de 13 municípios.

Agora, na região, não é preciso mais vencer 250 ou 300 quilômetros para o procedimento. Hoje as distâncias chegam a, no máximo, 20 quilômetros, o que resulta em mais tempo com a família, mais conforto para os pacientes e menos tempo nas estradas.

Hospital Dr. Badaró Júnior / Divulgação

Ampliação dos serviços de hemodiálise

A doença renal crônica diminui a capacidade dos rins de filtrar as toxinas do sangue e pode não apresentar sintomas nos estágios iniciais. As causas principais são diabetes e hipertensão arterial. A DRC pode evoluir, acarretando a necessidade de diálise – seja hemodiálise ou diálise peritoneal. Em, em estágio mais avançado, pode ser necessário o transplante renal.

Com os investimentos da SES-MG, os serviços de hemodiálise no estado ganharam fôlego e tiveram sua cobertura ampliada. Até 2021, 81 locais disponibilizavam o tratamento, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para a doença renal crônica, com hemodiálise e diálise peritoneal, em 60 municípios. No momento, são 86 serviços prestados em 65 cidades.

Em 2024, a expectativa da secretaria é repassar recursos para implantação de novos serviços de hemodiálise nos municípios de Guanhães, Piumhi, Cássia, Águas Formosas, Nanuque, Além Paraíba, Serro, Taiobeiras, Almenara, Lagoa da Prata e Vespasiano.

Já os municípios de João Pinheiro, São Gotardo, São João Nepomuceno e Três Pontas receberam aporte do Estado no segundo semestre de 2023 – superior a R$ 4,3 milhões – e já podem solicitar a habilitação dos serviços junto ao Ministério da Saúde.

O processo de habilitação de serviços de hemodiálise e tratamentos de DRC segue um rito criterioso e a habilitação é dada pelo Governo Federal. Com o apoio da SES-MG, diversas cidades pleitearam a habilitação de serviços para o tratamento de DRC.

SES-MG / Divulgação

Em 2019, havia apenas um município e um serviço de Atenção Especializada em DRC nos estágios 4 e 5 pré-dialítico no estado. Hoje, 32 locais oferecem o serviço em 25 municípios. As cidades de Muriaé,

Campo Belo, Juiz de Fora, Alfenas, Pará de Minas e Araguari também estão em processo de habilitação junto ao Ministério da Saúde para a ampliação do atendimento em Minas Gerais.

Investimentos: saúde perto de casa

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais investiu, nos últimos três anos, mais de R$ 33 milhões para ampliação das vagas de hemodiálise nos municípios com serviços habilitados, implementação e habilitação de novos serviços e a ampliação do acesso à diálise peritoneal. Somente em 2023, foram R$ 6 milhões, contemplando 56 municípios.

Conforme Sistema de Informação Ambulatorial do Sistema Único de Saúde (SIA/SUS), no período de janeiro a outubro de 2023, foram realizadas cerca de 1,8 milhão de sessões de hemodiálise em Minas Gerais.

Para 2024, está previsto o repasse de incentivo financeiro estadual de mais de R$ 5,7 milhões aos municípios que possuem estabelecimentos que realizam diálise peritoneal, com o objetivo de ampliar o acesso dos usuários a esse tratamento.

“Estamos trabalhando para levar os serviços de saúde para cada vez mais perto do cidadão, na porta de casa, se possível”, salienta o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti.

“Essa política de descentralização do serviço dá muito mais qualidade de vida a essas pessoas, que precisam realizar o procedimento três vezes por semana, durante quatro horas. Saúde pública se faz assim, dando mais dignidade, mais acesso a cada um dos mineiros”, conclui.

Esse é o caso do Seu Geraldo, de Minas Novas, que hoje não perde 12 horas de seu tempo, três vezes por semana. Com os investimentos da SES-MG, ele caminha cerca de 500 metros de sua casa até a clínica para realizar seu tratamento.

Hospital da Baleia

O tempo na cidade grande é corrido, mas também tem seu valor. E pacientes dialíticos sabem muito bem como é isso. Os investimentos do Governo de Minas nos serviços de tratamento da doença renal crônica (DRC) não se limitam aos vazios assistenciais do interior do estado, mas são direcionados também para grandes centros, como Belo Horizonte.

Localizado na capital mineira, o Hospital da Baleia recebeu cerca de R$12 milhões em dezembro de 2023 para a reforma e ampliação do Centro de Nefrologia da unidade. O hospital atende cerca de 210 pacientes dialíticos por dia, em três turnos, com 70 pontos de diálise instalados. Isso dá até 420 pacientes, com três atendimentos semanais cada.

Com o novo investimento, o hospital vai contar com mais 35 pontos de diálise, totalizando 105 pontos, o que vai possibilitar o atendimento de até 210 novos pacientes por semana. A previsão é que a ampliação seja concluída até o segundo semestre de 2025.

FONTE AGÊNCIA MINAS

Belo Horizonte decreta emergência pela dengue; outros 47 municípios de MG estão na mesma situação

Capital mineira já ultrapassou os 3,7 mil casos confirmados de dengue, sendo que cinco resultaram em óbito. MG é o estado com maior número de registros da doença no país.

A Prefeitura de Belo Horizonte decretou, neste sábado (17), situação de emergência em saúde pública em decorrência da dengue. Pelo menos outros 47 municípios do estado estão na mesma condição. (veja lista completa abaixo)

  • Na prática, o decreto autoriza a entrada forçada de agentes públicos de saúde em imóveis públicos ou particulares vagos, desabitados ou abandonados, mesmo sem autorização dos proprietários. Fica permitido, também, o ingresso em casos de recusa dos donos.

Além disso, também autoriza a dispensa de licitação para compras de bens e serviços destinados à emergência, contratação de profissionais para o sistema de saúde e ampliação da carga horária dos contratos vigentes.

  • A capital mineira já registrou 3.718 casos confirmados e cinco óbitos em decorrência da dengue neste ano, de acordo com os dados divulgados pela Prefeitura nesta sexta-feira (16).

Publicado no Diário Oficial deste sábado, o decreto é válido para todas as áreas da capital por um período de seis meses, que pode ser prorrogado.

Também foi publicado na edição deste sábado do diário a nomeação de 79 médicos e 90 profissionais de saúde para o sistema público da capital. A posse deve acontecer nos 20 dias contados a partir da próxima segunda-feira (19).

Unidade de saúde de Belo Horizonte lotada na manhã deste sábado (17). — Foto: Reprodução/TV Globo

47 municípios na mesma situação

Pelo menos outros 47 municípios mineiros estão na mesma situação de emergência para a doença, de acordo com levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

Seis municípios decretaram o estado de emergência nos últimos dois dias: Mateus Leme, Mariana, Brumadinho, São José do Alegre, Papagaios e Varginha.

De acordo com o Ministério da Saúde, Minas Gerais já registrou 192.258 casos prováveis da doença, o estado com o maior número de registros no país. 18 pessoas morreram em decorrência da doença.

Confira a lista dos municípios e a respectiva data da decretação:

  • Monte Belo 08/fev
  • Contagem 09/fev
  • Crucilândia 08/fev
  • Juatuba 08/fev
  • Mateus Leme 15/fev
  • Mariana 15/fev
  • Lagoa Santa 08/fev
  • Vespasiano 08/fev
  • São José da Lapa 08/fev
  • Matozinhos 08/fev
  • Brumadinho 15/fev
  • Santa Luzia 07/fev
  • Ipatinga 09/fev
  • Inhapim 09/fev
  • Mesquita 09/fev
  • Dom Cavati 09/fev
  • Santana do Paraíso 09/fev
  • Timóteo 09/fev
  • Barão de Cocais 09/fev
  • Itabira 09/fev
  • João Monlevade 09/fev
  • Santa Maria de Itabira 12/fev
  • Patis 12/fev
  • Bocaiúva 08/fev
  • Glaucilândia 08/fev
  • Passos 12/fev
  • Ibiaí 08/fev
  • Lassance 08/fev
  • Ponto Chique 08/fev
  • Raul Soares 09/fev
  • São José do Alegre 15/fev
  • São João del rei 09/fev
  • Araçaí 08/fev
  • Baldim 08/fev
  • Capim Branco 08/fev
  • Curvelo 08/fev
  • Felixlândia 08/fev
  • Inimutaba 08/fev
  • Jequitibá 08/fev
  • Papagaios 15/fev
  • Paraopeba 08/fev
  • Presidente Juscelino 08/fev
  • Santana de Pirapama 08/fev
  • Sete Lagoas 08/fev
  • Pedrinópolis 09/fev
  • Chapada Gaúcha 09/fev
  • Varginha 15/fev
O termo ‘dengue hemorrágica’ foi substituído por ‘dengue grave’ ou ‘dengue com sinais de alarme’ pela OMS (Organização Mundial da Saúde), já que o sangramento não é o único sinal da forma grave da doença — Foto: Getty Images/BBC

FONTE G1

Lista dos investimentos que Lula anunciou para Minas: veja as obras, locais e valores

Pacote divulgado em primeira viagem de Lula a Minas Gerais inclui o Anel Rodoviário, BR-381 e novas faculdades; veja onde investimento de R$ 121 bi será aplicado

Após o anúncio do investimento de R$ 121,4 bilhões do Governo Federal em Minas Gerais, alguns dos ministros do presidente Lula detalharam valores, distribuição do montante, como e onde ele será utilizado no Estado. Além dos ministros e do presidente da República, a solenidade que aconteceu nesta quinta-feira (8) contou com a presença do governador de Minas, Romeu Zema (Novo), e do presidente do Senado Rodrigo Pacheco (PSD). 

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, explicou que R$ 36,7 bi do aporte será destinado exclusivamente ao Estado de Minas Gerais para aplicação nas fronteiras, rodovias que abrangem outros estados e ferrovias. Já para as regionais de Minas, serão destinados R$ 84,8 bi. 

“Lembramos que a estes valores poderão ser acrescentados outros valores, já que as obras selecionadas por meio do PAC serão divulgadas após o Carnaval”, explicou o ministro. 

Confira a distribuição e o destino dos principais investimentos em Minas

Rodovias estaduais: R$ 33,3 bilhões

Este valor compreende a manutenção de 5.683 km de estrada, além de obras em outros  307,5 km e projetos para mais 740,1 km de rodovias.

Estes investimentos serão utilizados, por exemplo:

  • na construção da BR-352/MG para ligação de Coromandel a Patos de Minas,
  • na adequação da travessia urbana de Uberlândia (BR-352/MG),
  • na duplicação da BR-252/MG, que liga Montes Claros a Francisco de Sá,
  • na construção da travessia urbana de Juiz de Fora (BR-440/MG)
  • e na adequação do Anel Rodoviário de Belo Horizonte. 

Além do novo modelo de concessão da BR-381, outras concessões serão feitas em pelo menos mais 2.560 km de rodovias.

Aeroportos: R$ 778,9 milhões 

Investimento será feito para melhorias nos aeroportos regionais de:

  • Divinópolis,
  • Governador Valadares
  • e Ipatinga/Santana do Paraíso.

Além disso, também haverá investimento nas concessões existentes de Montes Claros, Uberaba e Uberlândia. 

Hidrovias: R$ 10,9 milhões

Será aplicado no plano de monitoramento da Hidrovia do Rio São Francisco.  

Ferrovias: R$ 28,3 bilhões 

Para obras de adequação da Linha Férrea de Juiz de Fora, investimento das concessões existentes da Ferrovia Centro Atlântica e da MRS Logística, e estudo de Campo Formoso – Salvador – Corinto. 

Cidades sustentáveis e resilientes: R$ 1,5 bilhão

Investimento será aplicado em:

  • mobilidade urbana (corredores estruturais, terminais e estações em Contagem e Uberlândia),
  • esgotamento sanitário em 26 empreendimentos,
  • gestão de resíduos sólidos em unidade de reciclagem móvel
  • e programa de coleta seletiva em Belo Horizonte. 

Além disso, R$ 44 milhões serão aplicados na urbanização de favelas e outros R$ 867 milhões na contenção de encostas e drenagem. 

As obras do programa Minha Casa Minha Vida serão retomadas com a conclusão de 6 mil unidades habitacionais. 

Programa Água Para Todos: R$ 381 milhões

Para infraestrutura hidráulica da Barragem Gravatá, Projeto Hidroagrícola e Jequitaí, além de abastecimento de água em pelo menos 12 empreendimentos e sistemas simplificados de abastecimento para 7 aldeias indígenas (Água para Quem Mais Precisa).

Transição e Segurança Energética: R$ 47 bilhões

  • Geração de energia para 45 usinas fotovoltaicas, sendo quatro novas, 31 em andamento e 10 concluídas,
  • 29 linhas de transmissão de energia, cobrindo 8.955 km de novas linhas,
  • eficiência energética em três municípios,
  • além de ampliação do oleoduto OSBRA, o maior do país,
  • e instalação de gasoduto entre Extrema (MG) e Bragança Paulista (SP) para integrar as redes dos dois estados. 

Educação, Ciência e Tecnologia: R$ 668 milhões

Investimento em 284 obras da educação básica para 213 municípios, e implantação de oito novos institutos federais em:

  • João Monlevade,
  • Sete Lagoas,
  • Caratinga,
  • São João Nepomuceno,
  • Belo Horizonte,
  • Minas Novas,
  • Bom Despacho
  • e Itajubá.

Além disso, serão realizados investimentos em educação profissional e tecnológica, educação profissional e inovação e pesquisa, com equipamentos, consolidação, reestruturação e expansão em várias unidades educacionais do Estado. 

Infraestrutura social inclusiva: R$ 240 milhões

Retomada, conclusão e novas obras do Patrimônio Histórico em:

  • Serro,
  • Diamantina,
  • Sabará,
  • Mariana,
  • Ouro Preto,
  • São João del-Rei,
  • Congonhas
  • e Belo Horizonte.

Além de criação do CEU das artes em Betim, Contagem e Itabira. 

Saúde: R$ 715 milhões

Estão previstas para a área da Saúde:

  • Obras e compra de equipamentos para policlínicas de Sete Lagoas, Governador Valadares, Ipatinga, Divinópolis e Santa Luzia,
  • para maternidades em Belo Horizonte e Nova Serrana,
  • reativação do Núcleo de Telessaúde de Belo Horizonte.

E ainda a preparação para emergências sanitárias e reforço na atenção especializada de:

  • Itabira,
  • Passos,
  • Divinópolis,
  • Araxá,
  • Montes Claros,
  • Paracatu,
  • Patos de Minas,
  • Santa Luzia
  • e Almenara.

FONTE DIÁRIO DO COMÉRCIO

Previsão do tempo: manhã de quinta-feira pode ter chuva intensa em 300 cidades de Minas; veja lista

As cidades ficam no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Central, Vale do Rio Doce, Metropolitana de Belo Horizonte, Jequitinhonha, Noroeste e Norte de Minas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja de tempestade de até 100 mm/dia e ventos intensos de até 100 km/h em 300 cidades de Minas Gerais. O aviso é válido até as 10h desta quinta-feira (29). Com isso, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

As cidades ficam no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Central, Vale do Rio Doce, Metropolitana de Belo Horizonte, Jequitinhonha, Noroeste e Norte de Minas.

Recomendações

  • Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda)
  • Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Veja lista

Abadia dos Dourados

Abaeté

Açucena

Água Boa

Alpercata

Alvorada de Minas

Angelândia

Antônio Dias

Araçaí

Araçuaí

Araguari

Arapuá

Aricanduva

Arinos

Ataléia

Augusto de Lima

Baldim

Belo Oriente

Berilo

Biquinhas

Bocaiúva

Bom Despacho

Bom Jesus do Amparo

Bom Jesus do Galho

Bonfinópolis de Minas

Bonito de Minas

Botumirim

Brasilândia de Minas

Brasília de Minas

Braúnas

Buenópolis

Bugre

Buritis

Buritizeiro

Cabeceira Grande

Cachoeira da Prata

Caetanópolis

Campanário

Campo Azul

Cantagalo

Capelinha

Capim Branco

Capitão Andrade

Capitão Enéas

Caraí

Caratinga

Carbonita

Carmésia

Carmo do Paranaíba

Cascalho Rico

Catuji

Catuti

Cedro do Abaeté

Chapada do Norte

Chapada Gaúcha

Claro dos Poções

Coluna

Comercinho

Conceição do Mato Dentro

Cônego Marinho

Confins

Congonhas do Norte

Coração de Jesus

Cordisburgo

Corinto

Coroaci

Coromandel

Coronel Fabriciano

Coronel Murta

Couto de Magalhães de Minas

Cristália

Cruzeiro da Fortaleza

Curvelo

Datas

Diamantina

Divino das Laranjeiras

Divinolândia de Minas

Dom Bosco

Dom Cavati

Dom Joaquim

Dores de Guanhães

Dores do Indaiá

Douradoquara

Engenheiro Caldas

Engenheiro Navarro

Esmeraldas

Estrela do Sul

Felício dos Santos

Felixlândia

Fernandes Tourinho

Ferros

Formoso

Fortuna de Minas

Francisco Badaró

Francisco Dumont

Franciscópolis

Francisco Sá

Frei Gaspar

Frei Inocêncio

Frei Lagonegro

Fruta de Leite

Funilândia

Galiléia

Glaucilândia

Gonzaga

Gouveia

Governador Valadares

Grão Mogol

Grupiara

Guanhães

Guaraciama

Guarda-Mor

Guimarânia

Iapu

Ibiaí

Ibiracatu

Icaraí de Minas

Inhapim

Inhaúma

Inimutaba

Ipaba

Ipatinga

Itabira

Itacambira

Itacarambi

Itaipé

Itamarandiba

Itambacuri

Itambé do Mato Dentro

Itanhomi

Itaobim

Itinga

Jaboticatubas

Jaguaraçu

Jaíba

Jampruca

Janaúba

Januária

Japonvar

Jenipapo de Minas

Jequitaí

Jequitibá

Jequitinhonha

Joanésia

João Pinheiro

Joaquim Felício

José Gonçalves de Minas

Josenópolis

José Raydan

Juramento

Ladainha

Lagamar

Lagoa dos Patos

Lagoa Formosa

Lagoa Grande

Lagoa Santa

Lassance

Leandro Ferreira

Leme do Prado

Lontra

Luislândia

Malacacheta

Manga

Maravilhas

Marilac

Marliéria

Martinho Campos

Materlândia

Mathias Lobato

Matias Cardoso

Mato Verde

Matozinhos

Matutina

Medina

Mesquita

Minas Novas

Mirabela

Miravânia

Monjolos

Montalvânia

Monte Carmelo

Monte Formoso

Montes Claros

Morada Nova de Minas

Morro da Garça

Morro do Pilar

Nacip Raydan

Naque

Natalândia

Nova Era

Nova Módica

Nova Porteirinha

Nova União

Novo Cruzeiro

Novo Oriente de Minas

Novorizonte

Olhos-d’Água

Ouro Verde de Minas

Padre Carvalho

Padre Paraíso

Paineiras

Pai Pedro

Papagaios

Paracatu

Paraopeba

Passabém

Patis

Patos de Minas

Patrocínio

Paulistas

Peçanha

Pedras de Maria da Cruz

Pedro Leopoldo

Pequi

Periquito

Pescador

Pintópolis

Pirapora

Pitangui

Pompéu

Ponto Chique

Ponto dos Volantes

Porteirinha

Poté

Presidente Juscelino

Presidente Kubitschek

Presidente Olegário

Prudente de Morais

Quartel Geral

Riachinho

Riacho dos Machados

Rio Paranaíba

Rio Pardo de Minas

Rio Vermelho

Rubelita

Sabinópolis

Salinas

Santa Cruz de Salinas

Santa Efigênia de Minas

Santa Fé de Minas

Santa Luzia

Santa Maria de Itabira

Santa Maria do Suaçuí

Santana de Pirapama

Santana do Paraíso

Santana do Riacho

Santo Antônio do Itambé

Santo Antônio do Rio Abaixo

Santo Hipólito

São Francisco

São Geraldo da Piedade

São Gonçalo do Abaeté

São Gonçalo do Rio Preto

São Gotardo

São João da Lagoa

São João da Ponte

São João das Missões

São João do Oriente

São João do Pacuí

São João Evangelista

São José da Safira

São José do Jacuri

São Pedro do Suaçuí

São Romão

São Sebastião do Maranhão

São Sebastião do Rio Preto

Sardoá

Senador Modestino Gonçalves

Senhora do Porto

Serra Azul de Minas

Serra da Saudade

Serra do Salitre

Serranópolis de Minas

Serro

Sete Lagoas

Setubinha

Sobrália

Taiobeiras

Taquaraçu de Minas

Tarumirim

Teófilo Otoni

Timóteo

Tiros

Três Marias

Tumiritinga

Turmalina

Ubaí

Unaí

Uruana de Minas

Urucuia

Vargem Alegre

Varjão de Minas

Várzea da Palma

Varzelândia

Vazante

Verdelândia

Veredinha

Virgem da Lapa

Virginópolis

Virgolândia

FONTE ITATIAIA

Municípios afetados por atividade de mineração receberam mais de R$ 572 milhões em 2023

Compensação é cobrada de empresas exploradoras e repassada aos entes da federação para investimentos em melhorias

Municípios não produtores, mas afetados pela atividade de mineração receberam mais de R$ 572 milhões referentes à Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) entre maio e dezembro de 2023. Os recursos podem ser investidos em medidas que beneficiem as comunidades locais, como em saúde, educação e infraestrutura. Os dados são da Agência Nacional de Mineração (ANM). 

Governador Valadares, em Minas Gerais, foi um dos municípios que mais recebeu recursos em 2023. Foram mais de R$ 13 milhões. O secretário municipal de Fazenda, Marcos Sampaio, ressalta a importância do repasse  da CFEM para o município mineiro. 

“O recurso que o município recebe é muito importante para o município de Governador Valadares, do estado de Minas Gerais. Principalmente porque ele é cortado pela estrada de ferro de ponta a ponta. São 58 quilômetros, sendo que 22 quilômetros é no perímetro urbano por onde passam, diariamente, diversas composições da Vale do Rio Doce transportando substâncias minerais. Esse recurso vem sendo aplicado pela prefeitura de Governador Valadares na melhoria da qualidade de vida da população”, afirma o secretário.

A CFEM é cobrada das empresas exploradoras do mercado de minério e distribuída mensalmente, pela ANM, entre os entes da Federação. Do total arrecadado, 60% é destinado aos municípios produtores; 15% aos estados produtores; 15% é repassado aos municípios afetados; e 10% vai para a União.  

A compensação tem origem na Constituição Federal de 1988. O parágrafo primeiro do art. 20, que trata sobre os bens da União, assegura “nos termos da lei, à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios a participação no resultado da exploração de petróleo ou gás natural, de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica e de outros recursos minerais no respectivo território, plataforma continental, mar territorial ou zona econômica exclusiva, ou compensação financeira por essa exploração.”

Distribuição

Os municípios afetados são aqueles que, de alguma forma, emprestam parte do seu território para viabilizar a atividade de mineração. O superintendente de arrecadação e fiscalização da ANM, Daniel Polack, explica quais são os critérios para os municípios afetados pela atividade de mineração receberem o recurso. 

“Nós temos quatro modalidades de afetação, a primeira seria o impacto pelo transporte ferroviário de substâncias minerais, a segunda, pelo transporte dutoviário, seriam os minerodutos, a terceira, operações de embarque, desembarque, movimentação portuária, então, ter um porto que transporte o minério dentro do município, e a quarta modalidade é a existência de estruturas de mineração que viabilizem o proveito econômico da jazida. Essas estruturas podem ser, por exemplo, uma usina de beneficiamento, uma barragem de mineração, uma pilha de rejeitos”, afirma. 

O decreto 11.659/2023 estabelece a divisão do percentual de 15% ao qual os  municípios impactados têm direito é dividido da seguinte forma: 55% é destinado a ferrovias; 35% quando a estrutura é afetada; 7% nos casos de operações portuárias; e 3% para minerodutos. O cálculo leva em consideração variantes, como por exemplo, a extensão da ferrovia — quanto maior a extensão em quilômetros, maior vai ser o percentual referente a ferrovias que o município vai receber. Além disso, também é considerado o tipo de substância transportada. 

De acordo com Daniel Polack, o cálculo considera a quantidade de substâncias minerais transportadas na movimentação portuária; a extensão e a quantidade transportada nos minerodutos; e, em relação às estruturas, a CFEM é calculada conforme o tamanho da área. 

FONTE HOJE EM DIA

Previsão do tempo: 724 cidades de Minas podem ter chuva intensa na manhã desta terça; veja quais

O órgão chama atenção para o risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas

Oitenta e quatro por cento das cidades de Minas Gerais continuam sob alerta chuvas intensas de até 50 milímetros/dia com ventos intensos de até 60 km/h na manhã desta terça-feira (6). De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as recomendações (abaixo) para os 724 municípios são válidas até 10h. Entre os municípios, está Belo Horizonte.

As cidades ficam no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Central, Zona da Mata, Vale do Rio Doce, Oeste, Sul/Sudoeste de Minas, Campo das Vertentes, Metropolitana de Belo Horizonte, Jequitinhonha, Noroeste e Norte de Minas. O órgão chama atenção para o risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Recomendações

  • Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda).
  • Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Confira a lista completa

Abadia dos Dourados

Abaeté

Abre Campo

Acaiaca

Açucena

Água Boa

Água Comprida

Aguanil

Aimorés

Aiuruoca

Alagoa

Albertina

Além Paraíba

Alfenas

Alfredo Vasconcelos

Alpercata

Alpinópolis

Alterosa

Alto Caparaó

Alto Jequitibá

Alto Rio Doce

Alvarenga

Alvinópolis

Alvorada de Minas

Amparo do Serra

Andradas

Andrelândia

Antônio Carlos

Antônio Dias

Antônio Prado de Minas

Araçaí

Aracitaba

Araguari

Arantina

Araponga

Araporã

Arapuá

Araújos

Araxá

Arceburgo

Arcos

Areado

Argirita

Aricanduva

Arinos

Astolfo Dutra

Augusto de Lima

Baependi

Baldim

Bambuí

Bandeira do Sul

Barão de Cocais

Barão de Monte Alto

Barbacena

Barra Longa

Barroso

Bela Vista de Minas

Belmiro Braga

Belo Horizonte

Belo Oriente

Belo Vale

Betim

Bias Fortes

Bicas

Biquinhas

Boa Esperança

Bocaina de Minas

Bocaiúva

Bom Despacho

Bom Jardim de Minas

Bom Jesus da Penha

Bom Jesus do Amparo

Bom Jesus do Galho

Bom Repouso

Bom Sucesso

Bonfim

Bonfinópolis de Minas

Bonito de Minas

Borda da Mata

Botelhos

Brasilândia de Minas

Brasília de Minas

Brás Pires

Braúnas

Brazópolis

Brumadinho

Bueno Brandão

Buenópolis

Bugre

Buritis

Buritizeiro

Cabeceira Grande

Cabo Verde

Cachoeira da Prata

Cachoeira de Minas

Cachoeira Dourada

Caetanópolis

Caeté

Caiana

Cajuri

Caldas

Camacho

Camanducaia

Cambuí

Cambuquira

Campanha

Campestre

Campina Verde

Campo Azul

Campo Belo

Campo do Meio

Campo Florido

Campos Altos

Campos Gerais

Canaã

Canápolis

Cana Verde

Candeias

Cantagalo

Caparaó

Capela Nova

Capetinga

Capim Branco

Capinópolis

Capitão Andrade

Capitólio

Caputira

Caranaíba

Carandaí

Carangola

Caratinga

Carbonita

Careaçu

Carmésia

Carmo da Cachoeira

Carmo da Mata

Carmo de Minas

Carmo do Cajuru

Carmo do Paranaíba

Carmo do Rio Claro

Carmópolis de Minas

Carneirinho

Carrancas

Carvalhópolis

Carvalhos

Casa Grande

Cascalho Rico

Cássia

Cataguases

Catas Altas

Catas Altas da Noruega

Caxambu

Cedro do Abaeté

Central de Minas

Centralina

Chácara

Chalé

Chapada Gaúcha

Chiador

Cipotânea

Claraval

Claro dos Poções

Cláudio

Coimbra

Coluna

Comendador Gomes

Conceição da Aparecida

Conceição da Barra de Minas

Conceição das Alagoas

Conceição das Pedras

Conceição de Ipanema

Conceição do Mato Dentro

Conceição do Pará

Conceição do Rio Verde

Conceição dos Ouros

Confins

Congonhal

Congonhas

Congonhas do Norte

Conquista

Conselheiro Lafaiete

Conselheiro Pena

Consolação

Contagem

Coqueiral

Coração de Jesus

Cordisburgo

Cordislândia

Corinto

Coroaci

Coromandel

Coronel Fabriciano

Coronel Pacheco

Coronel Xavier Chaves

Córrego Danta

Córrego do Bom Jesus

Córrego Fundo

Córrego Novo

Couto de Magalhães de Minas

Cristais

Cristiano Otoni

Cristina

Crucilândia

Cruzeiro da Fortaleza

Cruzília

Cuparaque

Curvelo

Datas

Delfim Moreira

Delfinópolis

Delta

Descoberto

Desterro de Entre Rios

Desterro do Melo

Diamantina

Diogo de Vasconcelos

Dionísio

Divinésia

Divino

Divino das Laranjeiras

Divinolândia de Minas

Divinópolis

Divisa Nova

Dom Bosco

Dom Cavati

Dom Joaquim

Dom Silvério

Dom Viçoso

Dona Eusébia

Dores de Campos

Dores de Guanhães

Dores do Indaiá

Dores do Turvo

Doresópolis

Douradoquara

Durandé

Elói Mendes

Engenheiro Caldas

Engenheiro Navarro

Entre Folhas

Entre Rios de Minas

Ervália

Esmeraldas

Espera Feliz

Espírito Santo do Dourado

Estiva

Estrela Dalva

Estrela do Indaiá

Estrela do Sul

Eugenópolis

Ewbank da Câmara

Extrema

Fama

Faria Lemos

Felício dos Santos

Felixlândia

Fernandes Tourinho

Ferros

Fervedouro

Florestal

Formiga

Formoso

Fortaleza de Minas

Fortuna de Minas

Francisco Dumont

Frei Inocêncio

Frei Lagonegro

Fronteira

Frutal

Funilândia

Galiléia

Goiabeira

Goianá

Gonçalves

Gonzaga

Gouveia

Governador Valadares

Grupiara

Guanhães

Guapé

Guaraciaba

Guaraciama

Guaranésia

Guarani

Guarará

Guarda-Mor

Guaxupé

Guidoval

Guimarânia

Guiricema

Gurinhatã

Heliodora

Iapu

Ibertioga

Ibiá

Ibiaí

Ibiraci

Ibirité

Ibitiúra de Minas

Ibituruna

Icaraí de Minas

Igarapé

Igaratinga

Iguatama

Ijaci

Ilicínea

Imbé de Minas

Inconfidentes

Indianópolis

Ingaí

Inhapim

Inhaúma

Inimutaba

Ipaba

Ipanema

Ipatinga

Ipiaçu

Ipuiúna

Iraí de Minas

Itabira

Itabirito

Itaguara

Itajubá

Itamarandiba

Itamarati de Minas

Itambacuri

Itambé do Mato Dentro

Itamogi

Itamonte

Itanhandu

Itanhomi

Itapagipe

Itapecerica

Itapeva

Itatiaiuçu

Itaú de Minas

Itaúna

Itaverava

Itueta

Ituiutaba

Itumirim

Iturama

Itutinga

Jaboticatubas

Jacuí

Jacutinga

Jaguaraçu

Jampruca

Januária

Japaraíba

Jeceaba

Jequeri

Jequitaí

Jequitibá

Jesuânia

Joanésia

João Monlevade

João Pinheiro

Joaquim Felício

José Raydan

Juatuba

Juiz de Fora

Juruaia

Lagamar

Lagoa da Prata

Lagoa dos Patos

Lagoa Dourada

Lagoa Formosa

Lagoa Grande

Lagoa Santa

Lajinha

Lambari

Lamim

Laranjal

Lassance

Lavras

Leandro Ferreira

Leopoldina

Liberdade

Lima Duarte

Limeira do Oeste

Luisburgo

Luislândia

Luminárias

Luz

Machado

Madre de Deus de Minas

Manhuaçu

Manhumirim

Maravilhas

Mar de Espanha

Maria da Fé

Mariana

Marilac

Mário Campos

Maripá de Minas

Marliéria

Marmelópolis

Martinho Campos

Martins Soares

Materlândia

Mateus Leme

Mathias Lobato

Matias Barbosa

Matipó

Matozinhos

Matutina

Medeiros

Mendes Pimentel

Mercês

Mesquita

Minduri

Miradouro

Miraí

Moeda

Moema

Monjolos

Monsenhor Paulo

Monte Alegre de Minas

Monte Belo

Monte Carmelo

Monte Santo de Minas

Montes Claros

Monte Sião

Morada Nova de Minas

Morro da Garça

Morro do Pilar

Munhoz

Muriaé

Mutum

Muzambinho

Nacip Raydan

Naque

Natalândia

Natércia

Nazareno

Nepomuceno

Nova Era

Nova Lima

Nova Ponte

Nova Resende

Nova Serrana

Nova União

Olaria

Olhos-d’Água

Olímpio Noronha

Oliveira

Oliveira Fortes

Onça de Pitangui

Oratórios

Orizânia

Ouro Branco

Ouro Fino

Ouro Preto

Paineiras

Pains

Paiva

Palma

Papagaios

Paracatu

Pará de Minas

Paraguaçu

Paraisópolis

Paraopeba

Passabém

Passa Quatro

Passa Tempo

Passa Vinte

Passos

Patos de Minas

Patrocínio

Patrocínio do Muriaé

Paula Cândido

Paulistas

Peçanha

Pedra Bonita

Pedra do Anta

Pedra do Indaiá

Pedra Dourada

Pedralva

Pedrinópolis

Pedro Leopoldo

Pedro Teixeira

Pequeri

Pequi

Perdigão

Perdizes

Perdões

Periquito

Piau

Piedade de Caratinga

Piedade de Ponte Nova

Piedade do Rio Grande

Piedade dos Gerais

Pimenta

Pingo d’Água

Pintópolis

Piracema

Pirajuba

Piranga

Piranguçu

Piranguinho

Pirapetinga

Pirapora

Piraúba

Pitangui

Piumhi

Planura

Poço Fundo

Poços de Caldas

Pocrane

Pompéu

Ponte Nova

Ponto Chique

Porto Firme

Pouso Alegre

Pouso Alto

Prados

Prata

Pratápolis

Pratinha

Presidente Bernardes

Presidente Juscelino

Presidente Kubitschek

Presidente Olegário

Prudente de Morais

Quartel Geral

Queluzito

Raposos

Raul Soares

Recreio

Reduto

Resende Costa

Resplendor

Ressaquinha

Riachinho

Ribeirão das Neves

Ribeirão Vermelho

Rio Acima

Rio Casca

Rio Doce

Rio Espera

Rio Manso

Rio Novo

Rio Paranaíba

Rio Piracicaba

Rio Pomba

Rio Preto

Rio Vermelho

Ritápolis

Rochedo de Minas

Rodeiro

Romaria

Rosário da Limeira

Sabará

Sabinópolis

Sacramento

Santa Bárbara

Santa Bárbara do Leste

Santa Bárbara do Monte Verde

Santa Bárbara do Tugúrio

Santa Cruz de Minas

Santa Cruz do Escalvado

Santa Efigênia de Minas

Santa Fé de Minas

Santa Juliana

Santa Luzia

Santa Margarida

Santa Maria de Itabira

Santa Maria do Suaçuí

Santana da Vargem

Santana de Cataguases

Santana de Pirapama

Santana do Deserto

Santana do Garambéu

Santana do Jacaré

Santana do Manhuaçu

Santana do Paraíso

Santana do Riacho

Santana dos Montes

Santa Rita de Caldas

Santa Rita de Ibitipoca

Santa Rita de Jacutinga

Santa Rita de Minas

Santa Rita do Itueto

Santa Rita do Sapucaí

Santa Rosa da Serra

Santa Vitória

Santo Antônio do Amparo

Santo Antônio do Aventureiro

Santo Antônio do Grama

Santo Antônio do Itambé

Santo Antônio do Monte

Santo Antônio do Rio Abaixo

Santo Hipólito

Santos Dumont

São Bento Abade

São Brás do Suaçuí

São Domingos das Dores

São Domingos do Prata

São Francisco

São Francisco de Paula

São Francisco de Sales

São Francisco do Glória

São Geraldo

São Geraldo da Piedade

São Geraldo do Baixio

São Gonçalo do Abaeté

São Gonçalo do Pará

São Gonçalo do Rio Abaixo

São Gonçalo do Rio Preto

São Gonçalo do Sapucaí

São Gotardo

São João Batista do Glória

São João da Lagoa

São João da Mata

São João del Rei

São João do Manhuaçu

São João do Oriente

São João do Pacuí

São João Evangelista

São João Nepomuceno

São Joaquim de Bicas

São José da Barra

São José da Lapa

São José da Safira

São José da Varginha

São José do Alegre

São José do Goiabal

São José do Jacuri

São José do Mantimento

São Lourenço

São Miguel do Anta

São Pedro da União

São Pedro dos Ferros

São Pedro do Suaçuí

São Romão

São Roque de Minas

São Sebastião da Bela Vista

São Sebastião da Vargem Alegre

São Sebastião do Anta

São Sebastião do Maranhão

São Sebastião do Oeste

São Sebastião do Paraíso

São Sebastião do Rio Preto

São Sebastião do Rio Verde

São Thomé das Letras

São Tiago

São Tomás de Aquino

São Vicente de Minas

Sapucaí-Mirim

Sardoá

Sarzedo

Sem-Peixe

Senador Amaral

Senador Cortes

Senador Firmino

Senador José Bento

Senador Modestino Gonçalves

Senhora de Oliveira

Senhora do Porto

Senhora dos Remédios

Sericita

Seritinga

Serra Azul de Minas

Serra da Saudade

Serra do Salitre

Serrania

Serranos

Serro

Sete Lagoas

Silveirânia

Silvianópolis

Simão Pereira

Simonésia

Sobrália

Soledade de Minas

Tabuleiro

Taparuba

Tapira

Tapiraí

Taquaraçu de Minas

Tarumirim

Teixeiras

Timóteo

Tiradentes

Tiros

Tocantins

Tocos do Moji

Toledo

Tombos

Três Corações

Três Marias

Três Pontas

Tumiritinga

Tupaciguara

Turvolândia

Ubá

Ubaí

Ubaporanga

Uberaba

Uberlândia

Unaí

União de Minas

Uruana de Minas

Urucânia

Urucuia

Vargem Alegre

Vargem Bonita

Varginha

Varjão de Minas

Várzea da Palma

Vazante

Veríssimo

Vermelho Novo

Vespasiano

Viçosa

Vieiras

Virgínia

Virginópolis

Virgolândia

Visconde do Rio Branco

Volta Grande

Wenceslau Braz

FONTE ITATIAIA

Mais de 300 cidades de MG estão sob alerta de chuvas intensas até este sábado; veja quais

Inmet emitiu alerta nesta sexta-feira (2), válido até sábado (3); outro aviso do Instituto alerta para chuvas intensas

Mais de 300 cidades de Minas Gerais estão sob alerta de chuvas intensas nesta sexta-feira (2). Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o alerta, laranja, é válido até este sábado (3), às 10h.

O volume de chuva pode variar entre 30 e 60mm/h ou 50 e 100mm/dia. Rajadas de vento de 60 a 100km/h também são esperadas. Há risco de corte de energia, quedas de árvores, alagamentos e raios.

Os outros 235 municípios estão sob alerta amarelo, de perigo potencial de chuvas intensas. Os temporais podem ser de 20 e 30mm/h ou até 50mm/dia, acompanhados de ventos de 40 a 60km/h, com validade até este sábado (3), às 10h.

Recomendações do Inmet ⚠️

 em caso de rajadas de vento: não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda;

 se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia;

 em caso de emergências, acione a Defesa Civil através do 199 e/ou o Corpo de Bombeiros pelo 193.

Cidades sob alerta laranja (perigo) de chuvas intensas até este sábado (3):

  • Abadia dos Dourados
  • Abaeté
  • Aguanil
  • Aiuruoca
  • Alagoa
  • Alfenas
  • Alfredo Vasconcelos
  • Alpinópolis
  • Alterosa
  • Andradas
  • Andrelândia
  • Antônio Carlos
  • Araguari
  • Arantina
  • Arapuá
  • Araújos
  • Araxá
  • Arcos
  • Areado
  • Arinos
  • Baependi
  • Bambuí
  • Bandeira do Sul
  • Barbacena
  • Barroso
  • Belmiro Braga
  • Bias Fortes
  • Bicas
  • Biquinhas
  • Boa Esperança
  • Bocaina de Minas
  • Bom Despacho
  • Bom Jardim de Minas
  • Bom Jesus da Penha
  • Bom Repouso
  • Bom Sucesso
  • Bonfinópolis de Minas
  • Borda da Mata
  • Botelhos
  • Brasilândia de Minas
  • Brazópolis
  • Bueno Brandão
  • Buritis
  • Buritizeiro
  • Cabeceira Grande
  • Cabo Verde
  • Cachoeira de Minas
  • Caldas
  • Camacho
  • Cambuquira
  • Campanha
  • Campestre
  • Campo Belo
  • Campo do Meio
  • Campos Altos
  • Campos Gerais
  • Cana Verde
  • Candeias
  • Capetinga
  • Capitólio
  • Carandaí
  • Careaçu
  • Carmo da Cachoeira
  • Carmo da Mata
  • Carmo de Minas
  • Carmo do Cajuru
  • Carmo do Paranaíba
  • Carmo do Rio Claro
  • Carmópolis de Minas
  • Carrancas
  • Carvalhópolis
  • Carvalhos
  • Cascalho Rico
  • Cássia
  • Caxambu
  • Cedro do Abaeté
  • Chácara
  • Chiador
  • Cláudio
  • Conceição da Aparecida
  • Conceição da Barra de Minas
  • Conceição das Pedras
  • Conceição do Pará
  • Conceição do Rio Verde
  • Conceição dos Ouros
  • Congonhal
  • Consolação
  • Coqueiral
  • Cordislândia
  • Coromandel
  • Coronel Pacheco
  • Coronel Xavier Chaves
  • Córrego Danta
  • Córrego Fundo
  • Cristais
  • Cristina
  • Crucilândia
  • Cruzeiro da Fortaleza
  • Cruzília
  • Delfinópolis
  • Desterro de Entre Rios
  • Divinópolis
  • Divisa Nova
  • Dom Bosco
  • Dom Viçoso
  • Dores de Campos
  • Dores do Indaiá
  • Doresópolis
  • Douradoquara
  • Elói Mendes
  • Entre Rios de Minas
  • Espírito Santo do Dourado
  • Estiva
  • Estrela do Indaiá
  • Estrela do Sul
  • Ewbank da Câmara
  • Fama
  • Felixlândia
  • Formiga
  • Formoso
  • Fortaleza de Minas
  • Grupiara
  • Guapé
  • Guarda-Mor
  • Guaxupé
  • Guimarânia
  • Heliodora
  • Ibertioga
  • Ibiá
  • Ibiraci
  • Ibitiúra de Minas
  • Ibituruna
  • Igaratinga
  • Iguatama
  • Ijaci
  • Ilicínea
  • Inconfidentes
  • Indianópolis
  • Ingaí
  • Ipuiúna
  • Iraí de Minas
  • Itaguara
  • Itajubá
  • Itamonte
  • Itanhandu
  • Itapecerica
  • Itatiaiuçu
  • Itaú de Minas
  • Itaúna
  • Itumirim
  • Itutinga
  • Jacuí
  • Japaraíba
  • Jesuânia
  • João Pinheiro
  • Juiz de Fora
  • Juruaia
  • Lagamar
  • Lagoa da Prata
  • Lagoa Dourada
  • Lagoa Formosa
  • Lagoa Grande
  • Lambari
  • Lassance
  • Lavras
  • Leandro Ferreira
  • Liberdade
  • Lima Duarte
  • Luminárias
  • Luz
  • Machado
  • Madre de Deus de Minas
  • Mar de Espanha
  • Maria da Fé
  • Martinho Campos
  • Matias Barbosa
  • Matutina
  • Medeiros
  • Minduri
  • Moema
  • Monsenhor Paulo
  • Monte Belo
  • Monte Carmelo
  • Morada Nova de Minas
  • Muzambinho
  • Natalândia
  • Natércia
  • Nazareno
  • Nepomuceno
  • Nova Ponte
  • Nova Resende
  • Nova Serrana
  • Olaria
  • Olímpio Noronha
  • Oliveira
  • Oliveira Fortes
  • Onça de Pitangui
  • Ouro Fino
  • Paineiras
  • Pains
  • Paracatu
  • Pará de Minas
  • Paraguaçu
  • Passa Quatro
  • Passa Tempo
  • Passa Vinte
  • Passos
  • Patos de Minas
  • Patrocínio
  • Pedra do Indaiá
  • Pedralva
  • Pedrinópolis
  • Pedro Teixeira
  • Pequeri
  • Perdigão
  • Perdizes
  • Perdões
  • Piau
  • Piedade do Rio Grande
  • Piedade dos Gerais
  • Pimenta
  • Piracema
  • Piranguinho
  • Pirapora
  • Pitangui
  • Piumhi
  • Poço Fundo
  • Poços de Caldas
  • Pompéu
  • Pouso Alegre
  • Pouso Alto
  • Prados
  • Pratápolis
  • Pratinha
  • Presidente Olegário
  • Quartel Geral
  • Resende Costa
  • Ressaquinha
  • Riachinho
  • Ribeirão Vermelho
  • Rio Paranaíba
  • Rio Preto
  • Ritápolis
  • Romaria
  • Sacramento
  • Santa Bárbara do Monte Verde
  • Santa Cruz de Minas
  • Santa Fé de Minas
  • Santa Juliana
  • Santana da Vargem
  • Santana do Deserto
  • Santana do Garambéu
  • Santana do Jacaré
  • Santa Rita de Caldas
  • Santa Rita de Ibitipoca
  • Santa Rita de Jacutinga
  • Santa Rita do Sapucaí
  • Santa Rosa da Serra
  • Santo Antônio do Amparo
  • Santo Antônio do Monte
  • Santos Dumont
  • São Bento Abade
  • São Francisco de Paula
  • São Gonçalo do Abaeté
  • São Gonçalo do Pará
  • São Gonçalo do Sapucaí
  • São Gotardo
  • São João Batista do Glória
  • São João da Mata
  • São João del Rei
  • São José da Barra
  • São José do Alegre
  • São Lourenço
  • São Pedro da União
  • São Romão
  • São Roque de Minas
  • São Sebastião da Bela Vista
  • São Sebastião do Oeste
  • São Sebastião do Paraíso
  • São Sebastião do Rio Verde
  • São Thomé das Letras
  • São Tiago
  • São Vicente de Minas
  • Senador José Bento
  • Seritinga
  • Serra da Saudade
  • Serra do Salitre
  • Serrania
  • Serranos
  • Silvianópolis
  • Simão Pereira
  • Soledade de Minas
  • Tapira
  • Tapiraí
  • Tiradentes
  • Tiros
  • Tocos do Moji
  • Três Corações
  • Três Marias
  • Três Pontas
  • Turvolândia
  • Unaí
  • Uruana de Minas
  • Urucuia
  • Vargem Bonita
  • Varginha
  • Varjão de Minas
  • Várzea da Palma
  • Vazante
  • Virgínia

FONTE ITATIAIA

about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.