MAIS EMPREGOS: Minas supera marca de R$ 400 bi em investimentos e pode gerar mais de 200 mil novas vagas

Setores de fertilizantes, minerais críticos e fármacos são os destaques de 2024

Governo de Minas Gerais atingiu, em abril, a marca de R$ 409 bilhões em investimentos atraídos para o estado desde 2019. Ao todo, foram 709 projetos formalizados em pouco mais de 5 anos, com potencial para gerar mais de 200 mil empregos diretos em pelo menos 269 municípios mineiros. Os principais empreendimentos realizados foram nas áreas de mineração, infraestrutura, energia solar e nos setores ferroviário e automotivo, respectivamente.

Somente em 2024, já foram formalizados 34 novos projetos – somando R$ 21 bilhões em investimentos e mais de 8 mil empregos diretos -, frutos, dentre outros, do trabalho desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede-MG) e sua vinculada agência Invest Minas.

Os destaques ficam com os setores de fertilizantes, minerais críticos e fármacos, que despontam como tendência neste ano, atrás apenas do setor de mineração – que segue na liderança. Outros setores importantes são infraestrutura, energia solar, sucroenergético, siderúrgicos e automotivos.

Dentre os empreendimentos atraídos, está, por exemplo, a Boston Metal, que em 2023 anunciou um investimento de R$ 573 milhões na construção de uma unidade produtora de aço verde na região de Coronel Xavier Chaves, no Campo das Vertentes. Outro investimento é o da Wella Company, líder global no segmento de produtos para cabelos e unhas da indústria da beleza, que inaugurou um centro de distribuição nacional na cidade de Extrema, no Sul de Minas Gerais.

O governador Romeu Zema salienta que o Estado está cada vez mais aberto e com menos burocracia para quem deseja trazer ou expandir os negócios em Minas. “As empresas estão percebendo este momento que Minas está vivendo, de mais apoio a quem empreende e gera riqueza, e vindo se instalar aqui. Essa política eficaz auxilia inclusive na melhoria de vida das pessoas, oferecendo cada vez mais trabalho e dignidade à população mineira”, enfatiza.

Fenômeno nacional 

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, afirma que este é um fenômeno que não se repetiu em nenhum outro lugar do Brasil.

“Antes de 2019, a média anual na atração de investimentos girava em torno de R$ 11 bilhões. De 2019 em diante, na gestão do governador Romeu Zema e do vice-governador Professor Mateus, com dados fechados em fevereiro deste ano, Minas Gerais atraiu um total de R$ 409 bilhões. Ou seja, uma média anual de mais de R$ 80 bilhões em investimentos”, destaca.

Passalio acrescenta que o cenário positivo é fruto do alinhamento entre governo estadual e municípios, a fim de garantir ambientes juridicamente seguros para os investidores e prósperos para a população.

Fertilizantes

Um dos setores que apresenta grande tendência de crescimento é o de fertilizantes, estando em segundo lugar na lista dos mais promissores de 2024. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Minas Gerais ocupa o primeiro lugar nacional na produção de fertilizantes, com 8,4 milhões de toneladas (Mt), o que representa 62,5% do total nacional.

O parque produtor de fertilizantes em MG inclui empresas mineradoras/produtoras de matérias-primas, que fornecem produtos intermediários; empresas misturadoras/vendedoras de fertilizantes; e produtoras que atuam como misturadoras e no campo da química. Em grande parte, os complexos industriais estão concentrados, principalmente, nas regiões de Patos de Minas e Uberaba.

“É importante destacar que o setor de fertilizantes é estratégico para o Brasil, uma vez que reduz a dependência nacional da importação do produto. As regiões do Alto Paranaíba e do Triângulo Mineiro são grandes polos deste setor. Além de possuírem as jazidas dos nutrientes, têm também benefícios logísticos, devido à proximidade de grandes áreas de produção agrícola”, destaca o presidente da Invest Minas, João Paulo Braga.

Eurochem, Mosaic, Nutrien, Yara, Verde Fertilizantes, KP Fértil são empresas que recentemente investiram na região. A planta da Eurochem, por exemplo, irá produzir 15% da produção nacional de fertilizantes fosfatados.

Outros destaques

A área de minerais críticos ocupa o terceiro lugar, levando desenvolvimento para regiões como o Vale do Jequitinhonha e Mucuri, por meio do Vale do Lítio. De 2019 até hoje, foram atraídos R$ 9,8 bilhões em investimentos nessa área, sendo aproximadamente 32% desse montante (R$ 3,2 bilhões) formalizados no ano passado, como é o caso da Sigma Mineração e da MG LIT.

Em quarto lugar, vem o setor de fármacos, com destaque especial para o Sul de Minas, atraindo grandes empresas como a Medley, Eudora (do grupo O Boticário), Eurofarma, Carestream, União Química, Biotronik e Cellera.

 

FONTE AGÊNCIA MINAS

MOBILIDADE URBANA, SEGURANÇA E BOM GOSTO: Prefeitura de Congonhas (MG) investe na modernização de pontos de ônibus e melhoria do transporte público

A Prefeitura de Congonhas trabalha para aprimorar a mobilidade urbana, e uma das iniciativas é a implantação de 10 novos abrigos de ônibus em pontos estratégicos da cidade. Essa medida visa não só tornar o transporte público mais seguro e eficiente, mas também mais acessível para todos os cidadãos.

Os novos abrigos foram planejados voltados ao conforto e à segurança dos usuários. Equipados com características modernas, como melhor ergonomia e espaço reservado para pessoas com necessidades especiais, esses abrigos oferecem proteção contra as condições climáticas, como chuva, vento e sol e garantem uma espera mais confortável para todos os passageiros, especialmente aqueles com mobilidade reduzida, idosos e pais com carrinhos de bebê.

Além disso, alguns desses novos abrigos contam com iluminação, tornando o ambiente mais seguro durante a noite, e podem incluir informações úteis, como horários de ônibus e mapas, facilitando o planejamento das viagens.

Os novos abrigos são instalados no Centro, região da Av. JK, Av. Bias Fortes, Lamartine, Basílica, Dom Oscar, Grand Park e Praia. É importante destacar que os abrigos antigos, que serão substituídos, passarão por um processo de revitalização e serão realocados para outras áreas da cidade que também demandam esse serviço, garantindo um melhor atendimento à população.

Por Matheus Mendes / Fotos: Daniel Silva

Comunidade rural recebe obra de piso intertravados em Congonhas (MG)

O Governo Municipal segue investindo na infraestrutura de bairros com a finalidade de proporcionar mais qualidade de vida e segurança aos cidadãos. A implantação de blocos intertravados na área rural pode trazer uma série de benefícios, como melhorias na infraestrutura viária, redução da erosão do solo, acesso facilitado a áreas rurais e até mesmo estímulo ao desenvolvimento local. Esses blocos são uma opção durável e resistente, adequada para diferentes tipos de terreno.

Na localidade do Joana Vieira, a Secretaria de Obras e Infraestrutura continua com a implantação dos pisos intertravados e das guias de meio-fio. A movimentação da economia de Congonhas também passa pela produção dos agricultores que residem em sítios, chácaras e fazendas que ficam localizados nas regiões rurais. Diariamente, eles utilizam as estradas para trazer até à Feira do Produtor Rural e para os comércios locais e escolas, seus produtos como leite, requeijão, frutas, verduras e quitandas.

Por Letícia Tomaino / Foto: SEMOBI

Vale do Lítio cria oportunidades e muda vida dos mineiros com instalação de grandes empresas multinacionais e mega investimentos

Instalação de grandes empresas multinacionais na região tem impulsionado o empreendedorismo local e a geração de empregos para a população

O Vale do Lítio completa, em maio, um ano de apresentação oficial para o mundo. Mesmo com tão pouco tempo, a iniciativa lançada pelo Governo de Minas já vem mudando a vida de parte da população do Vale do Jequitinhonha, região historicamente carente de investimentos privados.

Os benefícios vão muito além da extração desse elemento essencial para a transição energética global. A instalação de grandes empresas multinacionais está gerando mais oportunidades para empreendedores locais e de emprego para a população em geral, impulsionando o desenvolvimento econômico de Minas.

Epicentro do desenvolvimento

Quem conhece bem a região do Jequitinhonha pode atestar. Maurício Martins Andrade, 64 anos, é dono de uma pousada em Araçuaí desde a década de 1980 e garante que os negócios esquentaram nos últimos meses, após o incremento no setor de extração do lítio. “Eu sabia que os investimentos iam crescer aqui um dia. E realmente começou a chegar o pessoal agora. Construí outro hotel. Depois, construí um anexo em cima dele”, conta.

Mauricio_village_das_minas
Village das Minas Hotel

Hoje, o Village das Minas Hotel, no bairro Aeroporto, já conta com 71 apartamentos, sendo 35 quartos completamente novos, recém-inaugurados. “Temos visto muitas empresas chegando, investindo no mercado de lítio. Com elas, vêm os fornecedores. Aqueceu a área de hotelaria, restaurantes, postos de combustível, aluguéis, condomínios residenciais, atacarejos, prestação de serviços, tudo. Está acontecendo uma revolução na cidade”, diz Maurício.
O empresário conta que várias outras pessoas da cidade e de fora também estão empreendendo em Araçuaí, construindo hotéis, quitinetes, sorveterias, espetinhos. “Araçuaí hoje é foco de investimentos. Tem muita gente vindo trabalhar aqui. Você não acha um pedreiro para trabalhar, porque está todo mundo com muito serviço”, destaca.

Somente no Village das Minas, a equipe cresceu cerca de 50% no último ano, contando hoje com 18 funcionários. E o nível salarial na cidade também aumentou. “Para segurar a pessoa, tem que aumentar o salário, pois tem muita oportunidade de trabalho”, relata.

Empreendedorismo em alta

As oportunidades criadas pelo Vale do Lítio levaram o Jequitinhonha a ser a região mineira com maior crescimento no número de empresas abertas no estado em 2023, com alta de 18,45% em comparação com 2022, segundo dados do relatório anual de registros mercantis da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg).

E, se depender de Gustavo Murta, empresário do ramo de restaurantes, a região vai continuar na liderança em 2024. Depois de morar por mais de 20 anos longe de sua terra natal, passando por Belo Horizonte, Florianópolis e até Nova Zelândia, ele decidiu voltar para Araçuaí, para empreender no ramo da gastronomia.

O primeiro restaurante foi inaugurado em 2019, quando as informações sobre a extração do lítio eram meras especulações. Ele conta que a vida dele mudou mesmo a partir de 2021, quando as previsões se confirmaram.

“Em 2019, tinha um local com capacidade para 64 pessoas, abria apenas três dias na semana, com funcionários ‘freelancers’. Mudei o restaurante para um local maior, para 300 pessoas, com seis funcionários registrados. Até o fim de abril, vou inaugurar um sushi bar, com mais cinco funcionários registrados. Eu e outros empresários do setor de serviços já estamos com dificuldades de encontrar pessoas para trabalhar”, diz Gustavo Murta. O empresário conta com a ajuda do programa Trilhas de Futuro, do Governo de Minas, para contribuir na qualificação da mão de obra e atender à necessidade das empresas por profissionais.

Para o diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga, os números indicam que o ciclo de investimentos está no começo. “A demanda pelo lítio deverá crescer no mundo, fazendo dessa região um dos polos globais na produção do elemento. O Governo de Minas está empenhando esforços para trazer mais empresas para a região, dentro da cadeia produtiva do lítio”, afirma.

 

Fórum Invest Vale do Jequitinhonha

Idealizado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e sua agência vinculada, a Invest Minas, o Vale do Lítio é resultado de articulação com diversos órgãos governamentais estaduais e municipais para a formulação de políticas públicas, com foco na atração de empresas e investimentos, qualificação da mão de obra, incentivo à tecnologia e fornecimento da infraestrutura necessária para o crescimento da região.

 

O mineral é utilizado em diversas aplicações, sendo a mais comum a fabricação de baterias de longa duração, que equipam veículos elétricos e aparelhos eletroeletrônicos.

No epicentro desta iniciativa, cidades da região, como Araçuaí, apresentam enorme potencial para se destacarem aos olhos do mundo. Com este viés, o Estado promoveu na cidade, nesta segunda-feira (8/4), o Fórum Invest Vale do Jequitinhonha. O evento reuniu diversas frentes para promover ainda mais o desenvolvimento da região.

Na abertura do evento, o vice-governador de Minas, Professor Mateus, comemorou os avanços trazidos para a região. “O Vale é a região que mais gera emprego em Minas Gerais, proporcionalmente, nos últimos dois anos”, diz. Ele reforça, no entanto, que este é o momento de as cidades se prepararem para fazer do Vale do Lítio uma mudança permanente, daí a importância do diálogo proporcionado pelo fórum.

“O lítio é uma rampa, não é a salvação. O nosso objetivo aqui hoje é entender como vamos transformar essa rampa de oportunidades em uma rampa definitiva de reestruturação econômica da nossa sociedade“, disse Professor Mateus.

“Poucos lugares no Brasil possuem hoje este potencial de crescimento. Temos trabalhado desde 2019 para criar condições para que grandes investidores e empreendedores locais consigam implementar seus projetos e se desenvolver, gerando empregos e renda para a população”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Fernando Passalio.

Liberdade para prosperar

O evento também contou com a assinatura simbólica de decretos de liberdade econômica para 13 municípios da localidade (Araçuaí, Ataléia, Berilo, Capelinha, Divisa Alegre, Divisópolis, Itamarandiba, Itinga, Leme do Prado, Machacalis, Malacacheta, Minas Novas, Rubelita).

Além da adesão ao Programa Estadual de Desburocratização – Minas Livre Para Crescer, as cidades se preparam para integrar o sistema Redesim + Livre, que garante mais agilidade na abertura de novas empresas, automatizando os processos burocráticos e dispensando atividades de baixo risco de alvarás.

Visita

Na manhã desta segunda-feira (8/4), Professor Mateus e o secretário Fernando Passalio visitaram a planta da empresa Sigma Lithium, instalada do Vale do Jequitinhonha.

urante a visita, a comitiva conheceu um pouco da produção da empresa, como o processo de extração de minério de espodumênio que, posteriormente, é processado em concentrado de lítio.

A empresa anunciou na última semana planos de expansão da produção com a construção de uma segunda linha do lítio. Atualmente, a produção é de 270 mil toneladas/ano. Com a expansão, a empresa espera alcançar 520 mil toneladas/ano até 2025.

A expansão significa mais desenvolvimento regional, além de novas oportunidades de emprego e renda na região.

Antes, Professor Mateus conferiu a recém-reformada Escola Municipal Nuno Murta, resultado de uma parceria entre a empresa e a prefeitura. Na escola, localizada na comunidade rural de Piauí Poço Dantas, o vice-governador de Minas também conversou com mulheres contempladas por um dos programas socida Sigma Lithium, voltado para estimular e capacitar empreendedoras da região.

 

FONTE INVEST MINAS

Prefeitura de Congonhas (MG) investe em modernização e reforma de escolas

A Prefeitura investe na educação e no bem-estar dos alunos e professores. Reformas e reparos em escolas municipais são fundamentais para garantir um ambiente seguro e propício para o aprendizado.

A prestação de serviços de forma contínua garante a manutenção preventiva e corretiva. As escolas municipais Dom João Muniz, José Monteiro de Castro e Michael Pereira de Souza receberam intervenções como Instalação de pisos, sirenes e alambrados e a troca de portões.

De acordo com a secretaria de obras e infraestrutura, as reformas e reparos não apenas beneficiam diretamente os alunos e professores, proporcionando um ambiente mais adequado para o aprendizado, mas também demonstram o compromisso com a educação e o desenvolvimento da comunidade.

Por Letícia Tomaino / Fotos: SEMOBI

Empresários investem para criar ‘rota do vinho’ em Minas Gerais

Minas Gerais se tornará um importante polo de produção de vinhos, se depender dos planos de Alessandro Rios, fundador da empresa de laticínios Verde Campo, que hoje pertence à Coca-Cola, e Antônio Alberto Júnior, sócio da panificadora Jeito Caseiro.

Os empresários estão à frente de um projeto de enoturismo que tem como ponto de partida a abertura de sua vinícola — localizada em um terreno de quase 2 milhões de metros quadrados em Bom Sucesso — para que pequenos produtores engarrafem os seus próprios rótulos. “O objetivo é esparramar vinhedos pelo Sul do Estado para que turistas possam visitar de 20 a 30 lugares diferentes”, afirma Alberto Júnior.

A expectativa de Alberto Júnior é ter retorno do projeto até 2030 — Foto: Daniel Mansur
A expectativa de Alberto Júnior é ter retorno do projeto até 2030 — Foto: Daniel Mansur

A ideia de criar uma rota do vinho não é por um acaso: há cerca de 108 milhões de consumidores no Brasil, mas o consumo anual da bebida — estimado em 2,7 litros per capita — é baixo se comparado ao da França e da Itália, por exemplo. Daí o interesse da dupla em apresentar ao público todo o processo da uva até a taça, que envolve cerca de 50 mil famílias e 1 mil vinícolas no país.

A iniciativa corre em paralelo à construção do complexo Enovila, que consumiu investimento de R$ 140 milhões. Trata-se de um empreendimento que abarca vinícola, represa, restaurante e casas que estarão à venda no sistema de compartilhamento. Os interessados adquirem cotas, que custam a partir R$ 360 mil, e não o imóvel em si. Essa fração dá direito ao sócio usar a casa durante quatro semanas por ano. A expectativa de Alberto Júnior é ter retorno do projeto até 2030.

Com o passe em mãos, os sócios podem usufruir da moradia uma semana em cada estação do ano e produzir seu próprio vinho. Embora sejam independentes, as casas serão unidas por um mesmo telhado e por uma única parede frontal. O intuito do renomado arquiteto Gustavo Penna foi fazer uma releitura das antigas vilas de Minas Gerais, como Tiradentes, Ouro Preto e Mariana. “A ideia foi dar uma sensação de comunidade.”

As primeiras 35 moradias começaram a ser construídas em fevereiro, e a expectativa é que sejam entregues até janeiro de 2027. Ao todo, serão 60 imóveis. Mas não será necessário esperar até lá para aproveitar o complexo. As visitas começam em julho, quando o restaurante do chef Kaliu Castro ficará pronto e será oferecida a experiência do ‘wine bar’ na represa do Funil, com almoços e coquetéis harmonizados com vinhos.

As primeiras 35 moradias começaram a ser construídas em fevereiro — Foto: Projeção/Divulgação/Enovila
As primeiras 35 moradias começaram a ser construídas em fevereiro — Foto: Projeção/Divulgação/Enovila

Hoje, a vinícola produz 20 mil garrafas que estampam a marca Alma Gerais no rótulo, e a estimativa é alcançar 100 mil rolhas em três anos. O vinhedo já teve duas safras, de 2022 e 2023, que inicialmente serão consumidas pelo restaurante. “Ainda não estamos distribuindo para revendedores, pois primeiro estamos fazendo um trabalho de mostrar que Minas Gerais possui bons vinhos. Só depois vamos tornar a nossa marca conhecida.”

Segundo o empresário, todo lucro do restaurante e das experiências de vinhos será destinado para o desenvolvimento local e para o projeto de enoturismo no Estado.

“Na Enovila, os sócios ficam com a parte boa de ser donos de uma vinícola, deixando os pepinos do processo por conta dos administradores. Isso é possível, pois ele se associa a um clube e não ao CNPJ da vinícola, como acontece na Argentina. Lá, muitos investidores acabaram desistindo depois que tiveram que negociar safras ruins”, afirma Alberto Júnior.

FONTE ECONÔMICO VALOR

50 franquias baratas para abrir em cidades do interior, com investimentos a partir de R$ 2,5 mil

As cidades do interior têm se destacado nos últimos balanços do setor de franquias. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) sobre o primeiro semestre de 2023, das 30 maiores cidades do país em número de franquias, 14 não são capitais.

Londrina (PR) e Sorocaba (SP) foram as cidades que mais se destacaram na listagem, com uma variação de mais de 10% no número de unidades franqueadas no período analisado. De acordo com a entidade, o aumento do poder econômico e a força do agronegócio têm impulsionado essas regiões.

FONTE REVISTA PEQUENAS EMPRESAS E GRANDES NEGÓCIOS

Investimento de mais de R$ 1 milhão reforma creche para atender mais de 60 crianças

A Prefeitura de Congonhas (MG) continua com o trabalho de ampliação da creche Rosa Cordeiro, no bairro Consolação, que está sendo preparada para receber um maior número de crianças da rede pública. Essa expansão representa um avanço significativo no acesso à educação de qualidade para os pequenos, fortalecendo os alicerces de um futuro promissor para a comunidade.

O investimento é de R$1.031.121,61 de recursos próprios na reforma e ampliação da creche que atende atualmente 67 crianças de 0 a 3 anos de idade e vai dobrar a capacidade de atendimento após a conclusão das obras. Com a crescente demanda por vagas na Educação Infantil, a ampliação da capacidade da creche visa atender às necessidades das famílias da comunidade, garantindo acesso igualitário à educação.

Por Letícia Tomaino / Fotos: SEMOBI

Piscinas aquecidas e com iluminação noturna são novo atrativo do Parque da Cachoeira de Congonhas, após investimentos da Prefeitura

Com o intuito de estimular a prática esportiva, promover o lazer da população e potencializar o uso do Parque Ecológico da Cachoeira, principalmente nos meses mais frios, o Governo de Congonhas investiu em obras para o aquecimento de todas as piscinas artificiais do parque.
As obras tiveram início no ano passado e foram entregues para a população no último sábado, dia 06 de abril. A intervenção, incluiu a renovação total dos sistemas elétricos e hidráulicos e permite que as águas sejam reguladas em várias temperaturas independentemente das condições climáticas. Também estão foram instalados sistemas de filtragem e iluminação noturna subaquática em todas as piscinas.

O Parque Ecológico da Cachoeira de Santo Antônio de Congonhas fica há 6km do centro da cidade e é o espaço perfeito para momentos de diversão e contato com uma natureza exuberante. O balneário oferece a congonhenses e turistas uma estrutura completa para a prática esportiva e o lazer em geral. Além da própria cachoeira, o espaço conta com diversas piscinas com diferentes profundidades para crianças e adultos, sendo a principal atração: a piscina natural. Possui também área de camping, jardins, chuveiros quentes, áreas de churrasco, quadras para futebol, peteca, vôlei, basquete, a academia ao ar livre, trilha ecológica, quiosque, área kids e restaurantes.

O horário de funcionamento é de 8h às 17h, de terça a domingo e os valores são bem acessíveis. O Governo estuda as possibilidades de ampliação do horário de funcionamento do parque. A entrada custa R$4,00 de terça a sexta, R$5,00 no sábado e R$10,00 nos domingos e feriados. A entrada é gratuita para crianças até 12 anos e adultos a partir de 60 anos e portadores de necessidades especiais e seu acompanhante. Estudantes e funcionários públicos bem como seus dependentes até 21 anos pagam meia-entrada com apresentação da carteirinha ou matrícula de trabalho.

Acesse o site do Parque e confira as regras e demais tarifas. Junte a sua turma e venha se divertir!

Informações: (31) 3732-0977 / Acesse: http://cachoeira.congonhas.mg.gov.br

Por Reinaldo Silva / Fotos: Rodrigo Gouvea e Reinaldo Silva

Mercado de Origem tem investimento de R$ 60 milhões em Belo Horizonte

Com 250 lojas, investimento de R$ 60 milhões, geração de mais de 3.000 empregos diretos e indiretos e mais de 60% das lojas em operação, foi inaugurado o Mercaddo de Origem Olhos D’Água, em Belo Horizonte. O empreendimento é gerido pela Fundação Doimo e pelo Grupo UAI

Com 250 lojas, investimento de R$ 60 milhões, geração de mais de 3.000 empregos diretos e indiretos e mais de 60% das lojas em operação, foi inaugurado o Mercaddo de Origem Olhos D’Água, em Belo Horizonte.

O empreendimento é gerido pela Fundação Doimo e pelo Grupo UAI, num incentivo à agricultura, à cultura e à culinária mineira, além de prestar suporte ao pequeno empreendedor rural. Com área total de 20 mil metros quadrados,  em sua primeira etapa, o Mercado de Origem, além de abrigar diversos serviços e produtos, vai funcionar também como um espaço multifuncional.

Agricultura familiar

O Mercado de Origem Olhos D’Água vai apoiar os pequenos produtores e o fomento às políticas públicas voltadas para a agricultura familiar.

O Mercado de Origem vai atuar como um ponto de conexão entre o produtor e o consumidor final, proporcionando um espaço para a comercialização dos produtos, mas também, junto com a Fundação Doimo, promover programas de incentivo e capacitação aos pequenos agricultores.

Da Fundação Doimo, Bernard Martins, expressou sua satisfação com a inauguração.  “É uma iniciativa que conta com a valiosa parceria de diversas instituições relevantes, como o IMA, a Emater, a Minas Invest, Sesc e outros, além do governo do estado de Minas Gerais e da Prefeitura de Belo Horizonte.

A colaboração conjunta de todas essas entidades será fundamental para impulsionar e fortalecer a cultura familiar em toda Minas Gerais e no Brasil, do campo diretamente para cidade”, disse.

Novo espaço

O Diretor do Mercado de Origem Olhos D’Água,  Elias Tergilene, endossou: “É com imensa satisfação que damos as boas-vindas a todos para a inauguração do Mercado de Origem Olhos D’Água. Este é um momento significativo para nossa comunidade, pois marca não apenas a abertura de um novo espaço, mas também o início de uma parceria sólida com os pequenos produtores locais. Estamos comprometidos em oferecer não apenas produtos de qualidade, mas também em promover o crescimento e o desenvolvimento de nossa região. Esperamos que o Mercado seja um local de encontros, trocas e celebrações, onde todos se sintam bem-vindos”.

 

FONTE O TEMPO
about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.