Família acredita em assassinato na linha férrea e busca justiça para a morte de jovem

O corpo de um jovem de 17 anos foi encontrado na manhã do dia 16 de janeiro (domingo), às margens da linha férrea, por um maquinista. Ao lado do corpo vários de seus pertences, mochila e aparelho celular, dentre outros. A perícia técnica esteve no local colhendo informações para seu laudo. O jovem foi identificado como sendo Vinícius Cantaruti (17). A família de Vinícius não acredita em morte natural ou suicídio e busca justiça. Segundo Juliana Cantaruti, mãe do jovem, “Na madrugada do último dia 15/01 (sábado), teve fim de maneira abrupta, descabida e covarde, a vida do adolescente. Quando retornava do trabalho foi espancado até a morte, nas proximidades da Estação Ferroviária de Barbacena, sem chance de defesa, pois estava sozinho”, afirma nota assinada por Juliana.

Ainda de acordo com a mãe do jovem, Juliana Cantaruti, “Vinícius era um adolescente de bem com a vida, lutador de jiu-jitsu, amigo, parceiro de todos e que, apesar da sua grave deficiência visual, nunca reclamava de nada, queria era curtir a vida na companhia de seus familiares e amigos”. A expectativa da família é que a Polícia Civil investigue o caso. “Nós, familiares e amigos, gostaríamos de pedir o empenho das autoridades policiais para elucidação dessa tragédia em nossas vidas. Sabemos que a prisão dos culpados não o trará de volta, mas será um consolo para nosso coração e para que consigamos nos manter de pé”, assinalou.

No documento enviado ao Barbacena Online, Juliana afirmou também que “a morte de Vinícius não acabou só com a vida dele, mas de todos nós, pais, avós e irmãos que desde o ocorrido não conseguem dormir, comer e o choro passou a ser uma constante em nossas vidas”.

PERÍCIA TÉCNICA – A Polícia Civil, por intermédio de sua equipe técnica, esteve no local na manhã de domingo (16). O laudo pericial deve ser concluído em até 30 dias. O inquérito segue em sigilo. (Barbacena On Line)

Leia mais:-

Idoso é assassinado e criminoso deixa bilhete: ‘Talarico tem que morrer”

Um idoso foi encontrado morto dentro de um carro, nessa quinta-feira (13/1), na MG-179, entre as cidades de Alfenas e Machado, no Sul de Minas. A vítima teria sido assassinada a tiros e o suposto criminoso deixou um bilhete no painel do carro: “Talarico tem que morrer”.

Carro de homem assassinado era de luxo(foto: Diário Independente)

De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi identificada como Cilso Ivan de Matos Anunciação, de 62 anos. O carro em que ele estava foi encontrado por moradores da região nessa quinta-feira (13/1), mas a suspeita é de que ele tenha sido morto a tiros na terça-feira (12/1).

A polícia informou que o veículo estava com o motor ligado e os faróis acesos. 

O caso é investigado pela Polícia Civil, mas pela mensagem do bilhete, a vítima pode ter se envolvido com a mulher do suspeito. Ainda de acordo com os policiais, Cilso tinha passagens por lesão corporal, estelionato e desacato.

  • EM

Homem desaparece ao pular no rio na região

Um homem de 24 anos desapareceu, no último domingo (2), após se jogar no Rio das Mortes, na região de Barroso, perto de São João Dei Rei (MG). Ele teria submergido logo depois, mas sumiu em meio a correnteza. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Barbacena, as buscas estão sendo feitas desde a noite de domingo. Os bombeiros afirmam que 3 mil metros foram vistoriados, mas o homem não foi encontrado. Segundo os militares, o local é muito fundo e de difícil acesso.

As buscas tem sido paralisadas durante a madrugada e reiniciadas pela manhã. Até o momento da publicação da matéria, no terceiro dia de buscas, o homem, que é presumido pelos militares como morto, não foi encontrado.

Tragédia: perícia conclui que jovem encontrada morta foi assassinada em cidade da região

O caso da jovem Iara Natali, que foi encontrada morta no bairro Santíssima Trindade em Tiradentes (MG) no dia 23 de dezembro, recebeu um novo desfecho com a divulgação do laudo da perícia da Polícia Civil nessa segunda-feira (27). De acordo com informações da perícia criminal, o exame de necrópsia da vítima é incompatível com uma tentativa de suicídio. O ex-companheiro da vítima, Matheus Cindra, de 29 anos, é o principal suspeito do crime e se encontra foragido.

De acordo com a perícia, a vítima tinha três lesões, sendo duas pérfuro-cortantes, provocadas pela ponta de um objeto perfurante e uma lesão cortante provocada pelo deslizamento do objeto perfurante.

Ainda de acordo com a perícia, a lesão encontrada no braço de Iara é comum no caso da vítima se defender de algum ataque, sendo chamada de lesão de defesa. As outras duas lesões, uma no pescoço e outra nas costas, sendo a última incompatível com uma tentativa de suicídio, pois a própria vítima seria capaz de provocar essa lesão. O exame de necrópsia constatou que o corte no pescoço de Iara é o que levou à vítima a óbito. 

A Polícia Militar confirma que o mandado de prisão contra Matheus Cindra, ex-namorado da vítima, o principal suspeito de assassinar Iara. Contudo, o suspeito ainda não foi localizado. A Polícia Civil segue investigando o caso e ressalta estar empenhada no caso.

Versão do ex-namorado

Conforme noticiado pelo Mais Vertentes, o ex-companheiro da vítima compareceu à Delegacia de Polícia Civil de Tiradentes na madrugada do dia 23 de dezembro com mãe da vítima, LM, de 51 anos, a fim de registrar boletim de ocorrência pela morte da vítima. Matheus relatou à polícia que os dois estavam em um bar no centro de Tiradentes, e que logo depois, se deslocaram sentido bairro Mococa, e pelo caminho fizeram o uso de maconha.

A versão do ex-namorado da vítima é que, ao chegarem a residência, o mesmo teria ido tomar um banho. Pouco depois, segundo ele, Iara teria começado a gritar, dizendo que o rapaz estava demorando no banho e desta forma os dois começaram a discutir. Para evitar briga, Matheus informou que trocou de roupa e saiu de casa, quando Iara gritou: “Se você não sair, não vai me encontrar mais”. Após isso, ele disse que foi até a escadaria da Igreja da Santíssima Trindade e que, após um tempo, mandou mensagem para a mesma perguntando se já poderia voltar. Como não obteve resposta de Iara, Matheus decidiu retornar até o local.

o abrir a porta de casa, Matheus alegou encontrar Iara caída ao chão e, próximo dela, uma faca. De imediato, teria acionado a mãe da vítima e a polícia. Também chamaram o SAMU, que quando chegou lá, encontrou a jovem sem os sinais vitais, com perfurações de faca no braço e no pescoço.

Na ocorrência, a Polícia Civil recolheu o celular da vítima, uma faca, algumas pontas de cigarro de maconha e realizou o boletim de ocorrência, porém ninguém foi preso.

Amigos nunca acreditaram na versão do ex-namorado

A versão contada por Matheus não convenceu amigos e parentes de Iara. Ao Mais Vertentes, uma fonte próxima à vítima disse que o casal brigava constantemente e que Iara já teria sido vítima de agressões por parte de Matheus. Segundo a fonte próxima da vítima, o laudo confirmou que ela foi assassinada por volta das 23h40 e, segundo informações, “Matheus procurou a polícia horas depois, já com outra roupa, obviamente, e simulou ter ligado para ela procurando, mandando mensagem e, sem ela atender, ele alegou ter ido na casa dela e encontrado morta”, informou. “Quando ele desceu para a casa da mãe dela chorando, falando que ela tinha se matado; não acreditamos nesta versão, ele é um psicopata”, comentou uma amiga da vítima.

Segundo a testemunha, houve também demora por parte da Polícia em chegar ao local. Outras testemunhas também alegam que Matheus desapareceu da cidade após ter sido liberado pela polícia que, segundo informações, pode ser para evitar linchamento. Na ocasião, amigos e parentes de Iara Natali não acreditaram na versão de Matheus e ficaram revoltados pela sua liberação. “Conhecemos a Natali e sabemos que ela não faria uma barbárie dessa!”, informou uma amiga.

Feminicídio

Feminicídio é o termo usado para denominar assassinatos cometidos contra mulheres em razão de seu gênero, ou seja, pelo fato de ser mulher. A Lei do Feminicídio (13.104/2015) prevê circunstância qualificadora do crime de homicídio e inclui o feminicídio no rol dos crimes hediondos. Em maio deste ano, a Câmara dos Deputados definiu que o feminicídio passa a figurar como um tipo específico de crime no Código Penal, com pena de reclusão de 15 a 30 anos.

Quaisquer informações sobre o paradeiro de Matheus Cintra, entre em contato com a Polícia Civil através dos telefones:

(32) 3355-1570 – Delegacia de Polícia Civil de Tiradentes;

(32) 3379-1050 – Delegacia de Polícia Civil de São João del-Rei;

197 – Polícia Civil

190 – Polícia Militar

  • Mais Vertentes

Assassinato cruel comove e assusta “Cidade dos Profetas”

Um crime cruel ocorrido por volta das 23:00 horas, em Congonhas (MG), neste sábado (18), sacudiu os mais de 53 mil moradores que ainda questionam pela tamanha barbaridade.

A jovem Gianne Rafaella Pereira foi vítima de uma ação criminosa, ainda sem detalhes da PM, quando foi assassinada a tiros no Bairro Santa Rosa. O pai da vítima, Nilton José Pereira e sua madrasta Andreia estão morando no Rio de Janeiro e se deslocam a Congonhas para providenciar os trâmites do sepultamento.

Aguardamos mais informações das autoridades policiais sobre a motivação de um crime cruel que comove Congonhas e região. A comunidade cobra informações do homicídio da jovem.

Mais informações em breve.

-Leia mais:

Adolescente é assassinado em cidade de região

A Polícia Civil está investigando o homicídio de um adolescente, de 16 anos, encontrado morto na região de Curral Novo nesta terça-feira (14), em Antônio Carlos (MG), perto de Barbacena.

A possível causa da morte foram disparos de arma de fogo e todas as diligências estão sendo realizadas para a elucidação dos fatos, com a identificação e prisão do autor ou autores e suas respectivas motivações.

Fonte: PCMG (Barbacena On Line)

Jovem é assassinato a tiros no JK

Mais um crime cruel ocorrido na noite de ontem (1º), por volta das 23:30 horas, no Bairro Jk, em Lafaiete. Um jovem de nome Lucas Leonardo (foto), vulgo Luquinha, foi morto a tiros, perto do Cobrinha. A PM segue em busca do autor e as causas estão sendo apuradas.

Ainda ontem, um homem foi esfaqueado na Travessa Rio Branco no São Sebastião e encaminhado ao Hospital e Maternidade São José.

Cidade lamenta assassinato de dentista de forma cruel

Uma grande comoção tomou os moradores da simpática Rio Espera (MG) nas redes sociais. Nesta tarde (22), um homem foi vítima de uma assassinato em sua propriedade em um condomínio entre Lafaiete e Itaverava, perto da região dos Almeidas na MG 482.

O dentista, José Santa Clara, conhecido como “Zezinho”, que atuava no Edifício Futurista, na Melo Viana, em Lafaiete, teria sido assassinato de forma covarde e os autores foram presos.

Zezinho foi candidato a vereador em Rio Espera e deixa dois filhos. Não há detalhes de seu velório e sepultamento. A polícia investiga o caso.

O dentista era uma pessoa carismática, humana e muito querida em toda a região.

Leia mais:

PM prende trio suspeito de matar homem com 14 tiros por vingança

A Polícia Militar prendeu três homens na madrugada deste domingo (14/11), suspeitos de articular e executar a morte jovem de 24 anos em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O assassinato ocorreu no Bairro Bom Destino. 

A principal hipótese é de que o homicídio seja uma espécie de acerto de contas entre gangues do tráfico.
Segundo o sargento Gandelmann, por volta de 21h30, moradores da região acionaram a PM após constatarem o corpo da vítima estirado no passeio público. Peritos verificaram que o rapaz levou 14 tiros, seis deles na cabeça. 

Populares fizeram vídeos do momento da chegada dos suspeitos e entregaram o material aos agentes. Nas imagens, o trio aparece chegando de carro. A PM conseguiu identificar a placa, além do modelo do veículo e, assim, descobriu o proprietário do automóvel. 
O dono foi, então, convocado a prestar esclarecimentos. Ele explicou que o carro havia sido vendido, mas a transferência dos documentos ainda não havia sido concluída. O homem, no entanto, pôde colaborar com as investigações, já que ainda tinha acesso ao GPS do veículo. 
Após o rastreio, os militares chegaram até o trio, escondido em uma casa no Bairro São Cosme. Uma mulher também foi encontrada no no local e foi detida como suspeita. A PM apura se ela participou do crime. 

Após briga, mulher mata namorado com facada

Neste fim de semana, a Polícia Militar deslocou ao bairro Praia, em Congonhas, onde segundo informações havia um homem caído ao solo, vítima de esfaqueamento, tratando de um homem de 54 anos e que a autora seria a companheira da vítima, sendo que após o crime, esta teria tomado rumo ignorado.

De posse das informações, após alguns minutos os militares lograram êxito em localizar mulher que informou para a guarnição PM que a vítima, teria ido a sua residência durante a noite e após entrarem em atritos ele teria desferido dois socos em seu rosto.

Em virtude das agressões recebidas, a autora foi até a cozinha, onde pegou uma faca e desferido um golpe no peito da vítima, causando um corte do lado esquerdo. Equipe do SAMU tentou reanimar a vítima que não resistiu ao ferimento, vindo a óbito no local. Perícia técnica compareceu ao local dos fatos e após seus trabalhos de praxe liberou o corpo para funerária que o removeu ao IML de Conselheiro Lafaiete. Foi dada voz de prisão em flagrante à autora e conduzida à presença da autoridade policial competente.

about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.