Temendo por rivais, indivíduo posta foto com arma em rede social e é preso pela PM

77
Imagem:Reprodução
Imagem:Reprodução
Imagem:Reprodução

Na madrugada do dia 06 de março, por volta de 00h10min, Policiais Militares durante policiamento de repressão qualificado pelas imediações do Bairro Sion, avistaram um indivíduo que se encontrava nas proximidades de uma viela, em local ermo. Tal fato despertou maior suspeição quando o indivíduo, ao avistar a viatura policial, tentou sair do local na expectativa de desvencilhar-se da abordagem policial. Contudo, ele foi abordado e após ser consultado o seu prontuário, constatou-se a existência de denúncias de posse de arma de fogo no interior de sua residência, incluindo uma foto sua, a qual fora postada na rede social Facebook, em que ele empunhava uma arma de fogo semelhante a um revólver de calibre .22 e um maço de cédulas de dinheiro de diversos valores. Questionado quanto ao teor das denúncias, o abordado primeiramente negou possuir qualquer tipo de armamento em sua residência, alegou tão somente possuir certa quantidade de maconha, substância entorpecente da qual confirmou ser usuário. Os Policiais Militares deslocaram-se até a sua residência e devidamente autorizados, realizaram buscas pelo interior do imóvel e demais adjacências, culminando com a localização de certa quantidade de substância esverdeada com características de maconha, duas munições intactas do calibre .380 e uma munição do calibre .12. Diante do exposto, o abordado passou a esclarecer à equipe policial que em data pretérita teria sido ameaçado de morte e portanto, teria adquirido um revólver de calibre .22 para sua segurança pessoal. Confirmou também ter postado a mencionada foto com a intenção de provocar temor em seus rivais. Confirmou ainda, na presença de testemunhas, ter comprado a arma de fogo e que logo após a postagem, teria enterrado o revólver no quintal de sua residência, mais precisamente debaixo de um porão. Diante essa afirmativa, foram providenciadas novas diligências, sendo necessário perfurar nos locais onde ele indicava a todo instante que teria enterrado a arma de fogo, contudo, não houve êxito na localização da arma de fogo. Ele foi preso pela posse irregular das munições bem como por possuir substância entorpecente, sendo encaminhado, juntamente com os materiais apreendidos, à Delegacia de Polícia para a adoção das medidas subsequentes cabíveis.