Trabalhadores da CSN fazem protestos pela testagem na empresa

26

O Sindicato  Metabase Inconfidentes mobilizou agora a tarde (4) os operários da letra “A” da Barragem da CSN Mineração em Congonhas. Os trabalhadores cruzaram os braços reivindicando testagem do covid-19 para os cerca de 7,5 mil colaboradores da mineradora. A pauta do sindicado cobra garantia de quarentena e estabilidade do emprego. Nossa reportagem encontrou em contato com a empresa e aguarda um posicionamento.

Cobranças

Entidades estão preocupadas com uma possível explosão de casos de Covid-19 em Congonhas. De acordo com as denúncias, a CSN não estaria testando os cerca de 7,5 mil trabalhadores que atuam na mina Casa da Pedra. Há relatos de que funcionários do local já teriam se infectado pela doença causada pelo novo coronavírus.

O Sindicato Metabase Inconfidentes, que representa os trabalhadores do setor de mineração na cidade, denunciou também que a CSN estaria descumprindo uma determinação judicial, feita pelo Ministério Público no mês de julho. De acordo com Paulo Nogueira, diretor financeiro do sindicato, entre as determinações que a CSN deveria cumprir é justamente a testagem dos trabalhadores. Diante do impasse, a entidade acionou o Ministério Público, que expediu as recomendações a serem cumpridas pela CSN.

 

 

 

Leia mais: