Tragédia ambiental: três dias de incêndio já devastaram mais de 85% do parque estadual da Serra do Ouro Branco

13
As informações é de que hoje o fogo deve ser controlado por total, mas os trabalhos prosseguem em um grande esforço dos envolvidos na tragédia

Já dura 3 dias um incêndio que devasta a Serra do Ouro Branco. Desde a tarde de quinta feira, dia 7, um contingente de voluntários e profissionais tentam debelar este que pode ser considerado a maior tragédia no Parque Estadual. Não há previsão de quando tempo ainda será necessário para debelar todos os focos de incêndio, mas as primeiras informações deste domingo, dia 10, segundo o departamento municipal de meio ambiente, é que o incêndio começa a ser controlado.

As informações é de que hoje o fogo deve ser controlado por total, mas os trabalhos prosseguem em um grande esforço dos envolvidos na tragédia

Três aeronaves, do Instituto Estadual de Florestas, ajudam a combater o fogo e abastecem no Aeroporto Bandeirinhas, em Lafaiete. Ontem mais de 70 voluntários, brigadistas, bombeiros militares e bombeiros da Gerdau ajudam a apagar o fogo em um esforço digno de grandes homens. O cenário é de devastação com muitos animais dizimados.

Segundo a departamento de meio ambiente mais de 85% do parque foi consumido pelo fogo. O Parque Estadual Serra do Ouro Branco, foi criado em setembro de 2009, possui extensão de 7.520,7888 hectares, é considerado um importante divisos de águas de várias bacias e sub-bacias hidrográcas da região e marco inicial da Serra do Espinhaço.