Tragédia familiar: 2ª vítima de ataques de abelhas não resiste e falece no João XXII

15

Faleceu agora a tarde, a 2ª vítima de um ataque de abelha em um sítio na comunidade rural de São Gonçalo em Lafaiete. Luiza das Fonseca, 70 anos, estava desde ontem internada no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

Ela tentou resgatar seu esposo Paulo Marcolino da Fonseca, de 75 anos , de um violento ataque de um exame de abelhas que também não resistindo aos ferimentos e vindo também a falecer a caminho do pronto socorro municipal.

A notícia da morte de Luiza veio agora a tarde ainda quando ocorria a missa de sepultamento de seu marido, na Igreja de São Gonçalo. O enterro dela ocorre amanhã em horário ainda a ser definido.

O fato

O ataque violento das abelhas aconteceu ontem, dia 13, a tarde por volta das 13:00 horas, quando Corpo de Bombeiros chegou ao local. Nem mesmo a bravura dos militares impediu a tragédia familiar.

Militares aturam com bravura para salvar a vida dos casal em São Gonçavlo

Luiza foi resgatada com vida em uma ribanceira íngreme e dentro de uma vala e com milhares de abelhas ao redor, sendo que elas encontravam-se  bastante agressivas e atacando a todo momento.

Já seu esposo foi imobilizado e retirado do local do enxame, com sinais vitais presentes. Durante o deslocamento até a Unidade de Suporte Avançado do SAMU, a vítima veio a entrar em parada cardiorrespiratória, sendo que  os militares efetuaram manobras de ressuscitação, na tentativa de reanimação.

O filho único casal, João Sidinei da Fonseca, 42 anos, tentou resgatar seus pais e também foi picado pelas abelhas. Ele foi encaminhado ao pronto socorro e liberado. A tragédia familiar do casal abalou a família e a comunidade de São Gonçalo.