Urbanicidade – O quarto poder

16

O que significa a expressão “QUARTO PODER”? Quarto Poder é uma expressão utilizada por muitos intelectuais para qualificar os meios de comunicação de massa, também conhecidos popularmente como “MÍDIA”.

No sistema político atual exercido por quase todos os países do mundo, democráticos ou não, a mídia, ou ainda, a “grande imprensa”, exerce tanto poder e influência em relação à sociedade quanto os Três Poderes constitucionais em nosso Estado Democrático de Direito, os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

Estas enormes corporações, além de buscar fazer a cabeça das massas martelando e direcionando matérias com o firme propósito de indução de opinião, fazem pesado lobby de pressão a políticos e demais autoridades do mais alto escalão da República, numa permissividade inaceitável, com vistas a amplas (e as vezes recíprocas) trocas de favores e riquezas.  Por isso a chancela “Quarto Poder”…

Mas, por que? Sim, porque não nos resta a menor dúvida de que nenhum cidadão, principalmente aquele ocupante de cargo público, queira desafiar um poderoso órgão de imprensa, ou seu proprietário, o que no fim das contas é a mesma coisa. Seja ele de que país for. Segue exemplo.

Vou citar apenas um caso ocorrido há décadas quando um poderoso político esbarrou nos interesses da poderosa Rede Globo e passou por sérios problemas. Falo de Ibrahim Abi-Ackel, político mineiro que ocupando o cargo não menos poderoso de Ministro de Estado da Justiça, foi acusado pela citada acima de ser o proprietário de uma carga de contrabando de pedras preciosas apreendidas em Miami, o que nunca foi comprovado (confira em: http://www.viomundo.com.br/denuncias/rodrigo-lopes-biografia-de-ex-ministro-traz-bomba-sobre-globo.html).

Ibrahim Abi-Ackel, apesar de tarimbado e competente advogado, sofreu pesada campanha de difamação (o que nem nos causa nenhuma surpresa nos dias de hoje) porque foi acusado por Roberto Marinho de ser o responsável pela apreensão, pela polícia dos Estados Unidos, de malotes privados da Rede Globo onde, supostamente, serviam para transporte de nada menos do que cocaína.

Este assunto também foi citado no livro “Ibrahim Abi- Ackel, Uma Biografia”, escrita pela jornalista Lígia Maria Leite, com prefácio do senador Aécio Neves.

Isto posto, é bem interessante colocar também, que antes de alcançarmos a segunda década do terceiro milênio, aparece no universo político o “QUINTO PODER”.

Mas, me perguntam ainda vozes curiosas que me acompanham teclar estas linhas, o que seria o “QUINTO PODER”?

Pois bem, respondo; Quinto Poder nada mais é do que a poderosa internet, que abriga em seu universo, uma variedade imensa de publicações, inclusive blog`s diversos de jornalismo e informações que começam a incomodar o tacanho universo da grande mídia. Pela falta de espaço e por falta de paciência dos leitores, sobre esse assunto, volto a falar em breve.