Vereador Sandro José diz que Bananeiras pede socorro e que rio só tem esgoto e fedor

12
Vereador Sandro José diz que Bananeiras pede socorro e que rio só tem esgoto e fedor/Arquivo

Ao usar a Tribuna da Câmara esta semana, o Vereador e Presidente da Câmara de Lafaiete, Sandro José (PSDB), cobrou uma intervenção da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ministério Público e Polícia Ambiental em favor da preservação e recuperação nascentes na área urbana de Lafaiete, muitas das quais em processo de extinção, em total abando ou poluídas. Ele disse que recebeu uma denúncia, em fase de apuração, de que uma nascente do Bananeira, que deveria estar cercada e protegida, pode secar já que está envolvida em um eucalipal. “Estou acionando os órgãos para juntos buscarmos uma solução para estas nascentes principalmente que estamos em período longo de estiagem e elas podem ajudar no abastecimento de nossos mananciais”, observou.

Ao discorrer sobre a situação do Rio Bananeiras na região baixa da cidade, Sandro usou em um tom sarcástico para traçar o cenário de poluição por que passa um dos principais símbolos da cidade e responsável pelo abastecimento de muitas residências. “Temos que saber o que está acontecendo. Quem mora ou passa pelas ruas e avenidas perto do Rio Bananeiras se espanta com o nível da poluição e do fedor. O mau cheiro está insuportável e dá até vômito. É uma situação dramática que passa o rio”, desabafou.

E prosseguiu: “Se tirar o esgoto do Bananeiras não vai sobrar nada. Lá só tem esgoto e água acabou. Precisamos fiscalizar esta situação. Tem muitas residências atirando esgoto no rio. Só pode ser isso. Pelo o que gente sabe mais de 98% do esgoto não é mais despejado nele. Mas porque o esgoto insiste em aparecer? Se alguém colocar o pé dentro do Rio fica doente”,comentou.

Ele disse que vai sugerir ao prefeito Mário Marcus (DEM) a construção de um reservatório com capacidade de 20 mil litros para que nestes momentos de seca a prefeitura libere água para a sua limpeza diariamente ou semanalmente. “Pelo menos vamos ajudar ter vida no Bananeiras e espantar o mau cheiro. Quem ora perto deve estar passando mal, o que pode afetar a saúde dos moradores”, previu.