13 de julho de 2024 17:00

Quatro dos Deputados Federais Mineiros da Federação Brasil da Esperança devem concorrer a Prefeito em 2024

A Federação Brasil da Esperança: PT-PV-PC do B elegeu 10 Deputados Federais em 2022, todos eles do PT. A primeira suplência ficou com o ex Deputado Estadual Glycon Franco (PV), que desde o final do ano passado nutre uma expectativa de assumir uma vaga na Câmara dos Deputados.

Em 2010, quando ficou na primeira suplência de Deputado Estadual pelo PRTB, Minas era Governada por Antônio Anastasia, sucessor de Aécio Neves, Governador de Minas entre 2003 e 2010 com forte influência sobre sua ampla base partidária, podendo escolher qual Deputado assumir qual cargo sem causar ruídos na mesma. Sendo assim, em 2012, Glaycon Franco assumiu a vaga de Cássio Soares permanecendo por dois anos e dois meses para depois se eleger para dois mandatos consecutivos.

Agora em 2023, o Presidente Lula que destinou a maioria dos 37 Ministérios para seu partido privilegiando seu Estado. Sem ter elegido uma ampla base no Congresso, sofre com a pressão do Centrão que já possui três Ministérios com o União Brasil, três com o MDB, três com o PSD e cobra mais dois, um para o Progressistas e outro Republicanos. Não para aderirem ao Governo, mas para se manterem independentes e não se tornarem oposição.

Sem querer tirar espaço qualquer Ministério do PT, Lula passou para o Progressistas, o Ministério dos Esportes com Secretaria de Apostas Esportivas, até então gerenciadas pelo Ministério da Fazenda. Já o Republicanos assumiu o Ministério de Portos e Aeroportos, deslocando o então Ministro Márcio França para o Ministério criado a partir da Secretaria de Micro e Pequena Empresa, gerenciada pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, que deve receber o nome de Ministério do Empreendedorismo, Cooperativismo e Economia Criativa. O PT manteve seus ministérios sem contemplar a bancada federal mineira que pleiteia um Ministério, alegando que o Presidente Lula, só venceu as eleições no Estado de Minas Gerais, sendo derrotado nos demais Estados do Sul, Sudeste e Centro Oeste em ambos os turnos.

Como o prazo de desincompatibilização para candidatos ao Poder Executivo Municipal é até 06 de junho, ou seja, 120 dias antes das eleições, a reforma ministerial de 2024 pode se estender por cinco meses. E quanto a expectativa do PT mineiro conseguir indicar um Deputado Federal para um Ministério está cada vez mais remota, ainda mais após o PT mineiro conseguir aprovar a candidatura própria a Prefeitura de Belo Horizonte contrariando o Presidente Lula, que queria o apoio do PT local a reeleição do Prefeito Fuad Noman.

Diante disso, a expectativa de Conselheiro Lafaiete voltar a ser representada no Congresso nacional após 32 anos, pode ficar para 2025. Isso porque quatro dos 10 Deputados Federais da FEBRASIL (Federação Brasil da Esperança) pretendem concorrer a Prefeito em seus respectivos municípios e a eleição de apenas um deles, pode levar Glycon Franco à Câmara dos Deputados em fevereiro de 2025 e com mandato até janeiro de 2027, podendo ser renovado nas eleições de 2026.

São pré candidatos em suas respectivas cidades: Dandara em Uberlândia; Leonardo Monteiro em Governador Valadares; Paulo Guedes em Montes Claros; Rogério Correia em Belo Horizonte. A Deputada Federal Ana Pimentel, natural de Congonhas e com domicílio eleitoral em Juiz de Fora, onde se formou médica e foi Secretária Municipal de Saúde pretende apoiar a Reeleição da Prefeita Margarida Salomão. Da mesma o Deputado Federal Miguel Angelo, filho do Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Minas gerais, Durval Angelo, com domicílio eleitoral em Contagem, vai apoiar a reeleição da atual Prefeita de Contagem, Marília Campos, natural de Ouro Branco. Os demais Deputados Federais Odair Cunha, Padre João, Patrus Ananias, Reginaldo Lopes, este último pré-candidato ao Senado, vão atuar para eleger Prefeitos em suas bases eleitorais.

Os nomes de Leonardo Monteiro em Governador Valadares e Rogério Correia em Belo Horizonte já são dados como certos. Paulo Guedes enfrenta a concorrência da Deputada Estadual Leninha em Montes Claros, atual Vice Presidente da ALMG e Dandara tem como concorrente o ex Prefeito e ex Deputado Federal Gilmar Machado, que nas eleições de 2022 alcançou a segunda suplência da Federação Brasil da Esperança.

A reforma ministerial prevista para janeiro de 2024 que pode se estender até maio, assim como as definições de quem serão os pré-candidatos nas cidades acima citadas, podem levar Glycon Franco a definir qual seu rumo político e partidário no primeiro trimestre de 2024. Dependendo do cenário, uma mudança de rota para uma disputa ao Executivo pela FEBRASIL não pode ser descartada, como também a remotíssima hipótese de o mesmo concorrer a Prefeito por outro partido de fora da Federação, renunciando automaticamente a suplência da Federação.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade