13 de julho de 2024 06:19

Dona de imobiliária é investigada por suspeita de estelionato 

A dona de uma imobiliária em Barbacena (MG) é investigada pela Polícia Civil sob suspeita de estelionato, após clientes denunciarem golpes sobre o pagamento para regularização de imóveis. Ela chegou a ser detida na sexta-feira (26), prestou depoimento, mas aguardará as investigações em liberdade. O g1 procurou a Daniela Sena Imóveis, mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem.

De acordo com boletim de ocorrência de uma das vítimas, desconfiada de alguns valores repassados à imobiliária, ela procurou os cartórios para os quais a empresa deveria ter feito os pagamentos de taxas, mas descobriu que muitos valores não haviam sido repassados. O prejuízo dela seria em torno de R$ 20 mil .

A mesma vítima disse ainda que negociava a compra de um apartamento em Juiz de Fora, mas descobriu que o nome dado pela imobiliária era de um homem, que negou a negociação.

À PM, ele ainda disse ter sido vítima da mesma imobiliária em 2020, com prejuízo de R$ 15 mil em uma escritura de um imóvel vendido com auxílio da suspeita. O documento de venda, segundo ele, nunca chegou a ser finalizado.

As investigações também apontam que outras vítimas relatam repasses de dinheiro via PIX, transferência e até em pagamentos em espécie. Algumas teriam procurado cartórios, percebendo falta de pagamento nas taxas.

A mulher também é suspeita de usar dados pessoais sem autorização e reter documentos pessoais, como procurações, escrituras e certidões de imóveis e registro civil.

Dona da imobiliária nega irregularidades

Na delegacia, a mulher disse que era procurada para a prestação de serviços de regularização de imóveis e vendas e que cobrava valores diferentes devido à complexidade de cada imóvel. Ela também disse que nunca se negou a entregar qualquer documento.

O g1 procurou a Polícia Civil para saber o valor total que teria sido desviado dos clientes, mas a corporação informou que não iria detalhar o andamento das investigações. Um inquérito policial foi aberto para apurar os possíveis crimes.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade