13 de julho de 2024 15:57

Comércio x Igreja: feriado será de comércio fechado em Lafaiete nesta sexta feira

Padre Zé Maria sempre criticou a abertura do comércio em dias santos/Arquivo

Em meio a polêmica instalada em anos anteriores na qual o clero criticou a abertura do comércio lafaietense em plena comemoração do dia santo de Entronização do Sagrado Coração de Jesus, feriado municipal atípico, neste ano as lideranças comerciais preferiram afastar do confronto.

Anualmente, o feriado local coincide sempre com data comercial do Dia dos Namorados situação em que afloram discussões sobre o estado laico, ou fé x comércio.

“O comércio não funcionará nesse feriado, uma vez que  não foi firmada a convenção coletiva do trabalho 2018 que autorize o funcionamento do comercio varejista, atacadista de bens e serviços no feriado municipal de  08/06/18. Portanto, durante o feriado não é permitido o funcionamento do comércio lojista com o uso de mão de obra de empregados”, afirmou o SindComércio.

Em outras datas, os dirigentes do comércio enfrentaram setores católicos como foi no  passado quando o pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, José Maria Coelho, criticou abertamente durante homilia abertura dos estabelecimentos comerciais quando comemorava-se o feriado municipal em louvor a Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade de Conselheiro Lafaiete. Ele não perdoou a atitude do SindComércio e atacou a entidade que divulgou o horário de funcionamento no período natalino incluindo o feriado que abrirá em regime normal. “È uma atitude de avareza, de corrida desenfreada pelo lucro fácil não respeitando as tradições religiosas. Da minha parte não comprarei nada e ainda vou incentivar um boicote contra a abertura do comércio propondo aos fiéis a não comprarem neste dia. Esse dinheiro é um amaldiçoado”, disparou o religioso. “ Esta ganância temos que combater e temos uma inversão de valores”, assinalou.

 

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade