26 de maio de 2024 05:37

Com o 1º caso confirmado de coronavírus, Prefeitura amplia quarentena e prepara instalação de 16 leitos de CTI’s neste mês

O Prefeito Zelinho anunciou novas medidas de combate ao coronavíru/REPRODUÇÃO

O Decreto Municipal Nº 6.961, de 11 de Maio de 2020, prorroga, até 18 de Maio, o prazo de quarentena e os efeito dos Decretos Nºs 6.931, 6.932 (este último alterado pelos Decretos de n.°s 6.933, 6.937, 6.940, 6.943, 6.952, 6.955 e o 6.956). De acordo com o novo documento, a Guarda Municipal deve zelar pelo cumprimento dos decretos expedidos pelo Município referente a prevenção e combate a proliferação do novo coronavírus. Ele lembra ainda que o Setor de Fiscalização das Secretarias de Saúde e Gestão Urbana atuam em ação coordenada para assegurar o cumprimento de diversas medidas, principalmente aquelas direcionadas ao comércio e prestadores de serviços.

A prorrogação da quarentena e de decretos anteriores se deve a diversos fatores:

  • Persiste o surto da doença respiratória coronavírus e a consequente  Situação de Emergência em Saúde Pública no Município, declarada nos termos da Lei Federal Nº 13.979.
  • Foram identificadas pessoas contaminadas pela Covid-19 em Congonhas, sendo três delas residentes fora e outra que é moradora da cidade.
  • A orientação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais e da Unidade Regional de Saúde de Barbacena foi documentada pelo oficio circular SES/URSBRB n° 15/2020 datado de 28 de abril de 2020.

Houve também recomendação n° 01/2020 do Ministério Público, firmada pelos Promotores de Justiça dos municípios que integram a Macrorregido de Saúde Centro-Sul do Estado de Minas Gerais.

Congonhas, Conselheiro Lafaiete e Ouro Branco adotam desde o inicio da quarentena os mesmos critérios de restrição das atividades, recomendados pela Vigilância Sanitária Federal.

O Decreto N° 6.961 considera também que os leitos de CTI do Hospital Bom Jesus estão sendo preparados, chegando a 16, deixando pós pandemia uma nova e robusta estrutura em saúde. O prazo da conclusão dos trabalhos é o final do mês de maio ou início de junho.

Outro fator levado em consideração é que Congonhas se localizar entre Belo Horizonte e a cidade do Rio de Janeiro, sendo rota de grande tráfego de veículos e pessoas, o que aumenta o risco de contágio de sua população como da região.

https://youtu.be/Ic0DrMbPfzM

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade