13 de junho de 2024 14:49

Gerentes de bancos cobram vacinação e vereador Oswaldo Barbosa pede agilidade

Oito gerentes de bancos de Lafaiete enviaram ao Prefeito Mário Marcus (DEM) um ofício cobrando a imunização da categoria dos bancários que passa por momentos de apreensão diante do cenário de pandêmico e estão diretamente na linha frente de atendimento à população.

A exemplo, o Itau em Lafaiete chegou suspender o atendimento público por um surto no ano passado. Segundo o documento, com base em levantamento do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socieconômicos), e dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), entre o primeiro trimestre de 2020 e primeiro trimestre de 2021, que compreende o período da pandemia, o número de desligamentos por mortes na categoria bancária teve crescimento de 176,4%, crescimento este em grande parte por conta da Covid-19.

O Vereador Oswaldo Barbosa defendeu a vacinação dos bancários/REPRODUÇÃO

“Esses desligamentos por “morte” na categoria reforçam a urgência da vacina para os bancários. Os serviços bancários foram considerados essenciais em todos os Decretos Municipais, que previram medidas de isolamento contra a pandemia e dessa forma os Bancos nunca deixaram de funcionar em sua totalidade, mesmo estando os funcionários receosos pela preservação de sua saúde e de seus entes próximos”, aponta o documento enviado a Prefeitura.

Câmara

O risco de contágio dos funcionários e da população repercutiu na Câmara quando o Vereador Oswaldo Barbosa (PV) apresentou um requerimento reforçou o pedido dos gerentes e cobrou que os bancários sejam incluídos nos grupos prioritários.

“Trabalham em locais fechados por questões de segurança, com pouca ventilação. As agências são locais perigosos para a disseminação do vírus da covid-19”, assinalou o Vereador. Os colegas de Câmara elogiaram a iniciativa como também ressaltaram a importância da vacinação da categoria.

Em outra frente de ação, Oswaldo Barbosa pediu também a inclusão da classe de vigia e vigilantes na vacinação dos grupos prioritários.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade