16 de junho de 2024 13:43

PIS/PASEP: Pagamentos de até R$ 2.420 começam mês que vem

Cálculo de repasse pode resultar em um benefício em dobro aos beneficiários que cumprirem as condições, chegando a R$ 2.420

PIS/Pasep, também conhecido como abono salarial, para quem trabalhou com carteira assinada em 2020 será liberado a partir de janeiro de 2022. O cronograma de pagamentos, que deveria ter começado em julho deste ano, foi adiado após decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

O motivo para o adiamento tem relação com a pandemia da Covid-19 e a urgência do governo em manter o Programa Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) funcionando, na manutenção dos postos de trabalho de milhões de brasileiros. Agora, os pagamentos do abono acontecerão no começo do ano que vem.

Quem vai receber o PIS/Pasep?

Têm direito ao benefício todos os trabalhadores que cumprirem as seguintes condições:

  • Ter trabalhado 1 mês (30 dias) no ano-base ao do calendário;
  • Estar inscritos há pelo menos 5 anos no programa PIS/PASEP;
  • Ter atuado com carteira assinada;
  • Ter recebido até dois salários mínimos mensais (R$ 2.200) no ano-base do calendário de pagamento;
  • Estar com os dados devidamente atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Qual o valor do PIS/Pasep?

Para saber o quanto irá resgatar com o abono salarial, o trabalhador pode consultar a tabela abaixo, que mostra o valor do PIS/Pasep conforme a quantidade de meses trabalhados no ano:

  • 1 mês de trabalho: R$ 100;
  • 2 meses de trabalho: R$ 200;
  • 3 meses de trabalho: R$ 300;
  • 4 meses de trabalho: R$ 400;
  • 5 meses de trabalho: R$ 500;
  • 6 meses de trabalho: R$ 600;
  • 7 meses de trabalho: R$ 700;
  • 8 meses de trabalho: R$ 800;
  • 9 meses de trabalho: R$ 900;
  • 10 meses de trabalho: R$ 1000;
  • 11 meses de trabalho: R$ 1.100;
  • 12 meses de trabalho: R$ 1.200.

Pagamento em dobro do PIS/Pasep

Por ter adiado os pagamentos do abono deste ano para quem trabalhou formalmente em 2020, o governo federal poderá pagar ainda no ano que vem o PIS/Pasep para quem trabalhou com carteira assinada em 2021. A conta pode resultar em um benefício em dobro aos beneficiários que cumprirem as condições, totalizando até 2.420.

Ainda não foram definidas as diretrizes relacionadas aos repasses, se serão dois ou apenas um calendário. Lembrando que o PIS é destinado aos funcionários de empresas privadas, sob responsabilidade da Caixa Econômica Federal, enquanto o Pasep é voltado para servidores da esfera pública, sob comando do Banco do Brasil.

FONTE EDITAL CONCURSOS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade