24 de maio de 2024 16:46

Ex-padre é indiciado pela Polícia Civil por abuso sexual e moral contra monges

Crimes teriam ocorrido há 12 anos na cidade, de acordo com o inquérito

A Polícia Civil indiciou um ex-padre por violência sexual contra monges na cidade de Monte Sião, no Sul de Minas. 

Segundo o inquérito, o religioso, que tem, hoje, 55 anos, abusou sexualmente de monges e praticou agressões físicas e maus-tratos a monjas há cerca de 12 anos. As vítimas eram subordinadas ao padre quando ingressavam no mosteiro.

Uma das vítimas, de 41 anos, revelou que perdeu o pai e o suspeito usou o falecimento para fazer pressões psicológicas.

Outra vítima, de 31 anos, relatou que acompanhava o padre em viagens, e em uma delas, aconteceu o abuso sexual. 

O delegado Daniel Leme indiciou o suspeito por violência sexual mediante fraude, combinado com o crime de assédio sexual. 

O padre deixou a vida religiosa e afirma que as relações sexuais com duas vítimas tiveram o consentimento delas.

FONTE ITATIAIA

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade