13 de junho de 2024 13:34

Homem é preso suspeito de decapitar amigo e exibir cabeça em ruas 

A Polícia Civil apresentou detalhes, nesta quinta-feira (03), da ação que resultou na prisão de um homem, de 34 anos, suspeito de matar e decapitar o próprio amigo, no último dia 7 de janeiro, no bairro Universitário, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. O investigado foi preso no último sábado (29), no bairro Aeroporto. O corpo da vítima foi localizado pela polícia, dez dias após o crime (17), sem a cabeça, em um lote vago.

Conforme as investigações, o suspeito agiu com a ajuda de um comparsa, que ainda é procurado pela polícia. Os três eram amigos e estavam em situação de rua. Levantamentos apontam que a vítima foi assassinada no dia 7 de janeiro após um desentendimento sobre a divisão de objetos furtados pelo trio. 

Segundo a equipe que investiga o crime, após decapitar a vítima, o suspeito ainda transitou por ruas da região exibindo a cabeça do amigo como se fosse um troféu.

O corpo da vítima foi encontrado em uma rua no bairro Universitário, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, na manhã do dia 17 de janeiro. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem, que aparentava ter por volta de 40 anos, estava enrolado em cobertores e um colchão em um lote na rua Silveira Lobo. 

O corpo, que estava em avançado estado de decomposição, foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML), onde permanece até esta quinta (03) aguardando identificação. A cabeça decapitada ainda não foi encontrada.

O suspeito foi preso e encaminhado ao sistema prisional.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade