22 de junho de 2024 15:47

Auxílio Brasil de R$400 com valor dobrado com cadastro de outra pessoa

De acordo com o Governo Federal, pagamentos de fevereiro do Auxílio Brasil já começaram oficialmente nesta segunda, 14

O Governo Federal começou oficialmente nesta segunda-feira (14) a segunda leva dos pagamentos turbinados do Auxílio Brasil. De acordo com as informações oficiais, cerca de 18 milhões de pessoas estão podendo receber esse dinheiro neste momento. Um aumento de cerca de 550 mil em relação ao que se viu em janeiro.

Conforme informações do Ministério da Cidadania, cada um desses 18 milhões de usuários representa uma família diferente dentro do Cadúnico. Isso quer dizer portanto que não há possibilidade que duas pessoas do mesmo núcleo familiar consigam receber o benefício ao mesmo tempo. O projeto é unitário.

Só que essa pergunta ainda gera uma série de discussões. É que é preciso lembrar que o conceito de família para o Cadúnico é muito específico. Eles consideram que o núcleo familiar é formado apenas pelas pessoas que moram sob o mesmo teto. Isso independe da questão de sangue ou de qualquer outra situação.

Imagine, por exemplo, que você mora com dois amigos e é vizinho da sua mãe. Para o Cadúnico, a sua família são os seus amigos. É isso o que significa o núcleo familiar. Então neste caso, você pode entrar no Cadúnico e a sua mãe poderá entrar em um outro perfil. Desse modo, pode acontecer de cada um ganhar o seu próprio dinheiro.

Na prática, tudo isso significa que o Governo está analisando apenas as pessoas que moram juntos. A proposta é considerar apenas os indivíduos que precisam conviver entre si. Assim, eles conseguem definir com mais clareza quem é que pode e quem é que não pode receber o benefício em questão.

Renda per capita

Há uma discussão muito importante em toda essa história. É que a composição da sua renda familiar vai definir se você pode receber o Auxílio Brasil ou não. E neste caso, as pessoas que moram com você irão ter influência direta nessa questão.

Isso porque o cálculo da renda per capita depende necessariamente da quantidade de pessoas que moram com você e quantas delas estão trabalhando. A ideia é sempre tirar uma média simples para saber qual é o seu nível.

Também vale lembrar que as crianças entram na conta da renda per capita. Então mesmo que elas não trabalhem, elas contam como um indivíduo que também possui as suas necessidades básicas. Essa é a lógica.

Auxílio Brasil

Para ter direito ao Auxílio Brasil, o cidadão precisa primeiro ter um cadastro ativo no Cadúnico. Sem esse perfil atualizado por lá, você não seria nem considerado para a vaga no programa do Governo Federal.

Mas além disso, também é preciso estar dentro das regras de limite de renda impostas pelo auxílio. Quem tem essa média variando entre R$ 0 e R$ 105 tem direito imediato de receber o benefício, independente de qualquer coisa.

Já se a sua renda per capita varia entre R$ 106 e R$ 210, então a situação muda. Você tem direito de receber o Auxílio Brasil desde que você more com uma gestante ou pelo menos um menor de 21 anos. De novo: não precisa ser um parente de sangue. Basta apenas que ele more com você.

FONTE NOTICIAS CONCURSOS

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade