25 de julho de 2024 03:49

Auxílio emergencial terá até 5 parcelas de R$ 600 liberadas em 2022

Um novo lote de pagamentos do auxílio emergencial seguirá sendo pago neste ano de 2022. O benefício será concedido para um público restrito, de aproximadamente 500 mil beneficiários. A princípio, a liberação ocorre para os pais solteiros chefes de família monoparental que não receberam as cotas duplas do benefício durante a vigência no programa, em 2020 e 2021.

Neste sentido, esse público está recebendo o complemento dos valores que não foram pagos devidamente durante os pagamentos regulares do programa. Estima-se que 1,3 milhão de pais solteiros têm direito aos valores, no entanto, até agora apenas 823,4 mil foram beneficiados. Logo, uma nova rodada deve ser liberada este ano.

O novo auxílio emergencial varia conforme o mês de aprovação do benefício do programa, entre os meses de abril e agosto de 2020. Veja os valores:

  • Recebeu as 5 primeiras parcelas: R$ 3.000;
  • Começou a receber em maio: R$ 2.400;
  • Começou a receber em junho: R$ 1.800;
  • Começou a receber em julho: R$ 1.200;
  • Começou a receber em agosto: R$ 600.

Quem tem direito ao Auxílio Emergencial retroativo?

A cota extra está sendo concedida apenas aos homens provedores de família monoparental inscritos no CadÚnico até o dia 2 de abril de 2020. Além disso, é preciso ter realizado o cadastro do programa pelas plataformas digitais até o dia 2 de julho de 2020, prazo final para inscrição no Auxílio Emergencial.

Todavia, é necessário informar que os pais do grupo “Extracard” – composto pelos homens que se inscreveram no programa pelos canais digitais –  já receberam os seus valores. Neste sentido, restam ainda receber aqueles que entraram no programa por meio do CadÚnico e Bolsa Família (agora Auxílio Brasil).

No entanto, a pasta ainda vai verificar se o pai solteiro está cadastrado como Responsável Familiar e recebeu cota simples do Auxílio Emergencial, se não possui cônjuge ou companheira(o) e se há na família pelo menos uma pessoa menor de 18 anos na família que tem a guarda.

Consulta ao Auxílio Emergencial na Dataprev

A consulta do Auxílio Emergencial 2022 deve ser realizada no portal Dataprev. Veja os passos a seguir:

  1. Acesse o portal de Consulta ao Auxílio Emergencial;
  2. Preencha o campo com o seu Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  3. Com o seu nome completo; e
  4. Com o nome da sua mãe completo (ou selecione a opção “mãe desconhecida);
  5. Coloque sua data de nascimento no campo solicitado;
  6. Selecione o reCAPTCHA para provar que é humano;
  7. Clique em “ENVIAR”.

Ainda no site da Dataprev, é possível acompanhar todas as informações concernentes ao benefício – como resultados, datas de recebimento e envio dos dados pela Caixa à Dataprev e vice-versa, além da justificativa caso o auxílio tenha sido negado.

Auxílio emergencial

O Governo Federal começou os pagamentos do seu Auxílio Emergencial ainda no início do ano de 2020. Na ocasião, o texto foi aprovado pelo Congresso Nacional. No decorrer daquele ano, o benefício chegou à casa de quase 70 milhões de pessoas.

Isso durou até dezembro de 2020. Entre os meses de janeiro e março de 2021, o Governo optou por não fazer mais nenhum tipo de pagamento do programa. Logo depois de muita pressão e piora da situação da pandemia, eles decidiram retomar os repasses em abril.

Nesta nova fase, aliás, o Auxílio Emergencial retornou em uma versão menor do projeto. De acordo com as informações do Ministério da Cidadania, desta vez os repasses chegaram em algo em torno de 39 milhões de pessoas fazendo pagamentos de no máximo R$ 378.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade