21 de julho de 2024 01:12

Andarilhos Queluzianos desbravam região das origens de Minas

Em 16 de abril, os Andarilhos Queluzianos buscam conhecer melhor a região marianense, percorrendo o trecho entre Monsenhor Horta e Ribeirão do Carmo, também conhecido como Bandeirantes, ambos distritos de Mariana.  Desta vez, o número de participantes praticamente voltou ao normal em razão dos integrantes já se sentirem mais seguros com o sucesso da campanha vacinal contra covid-19 e os resultados consequentes.

Ao todo, Mariana possui 9 distritos originados da época em que a exploração do ouro era muito ativa naquela região. Hoje, estes distritos são muito procurados por turistas que buscam conhecer parte da história da colonização do Brasil. A região preserva muitas casas antigas que mantêm suas características históricas e se transformaram em pensões. Mariana é uma das cidades turísticas mais importantes do Brasil, foi a primeira capital do Brasil e faz parte do Circuito do Ouro. O nome Mariana foi dado em homenagem à esposa de D. João V, Maria Ana D’Austria.

Devido a distância entre Mariana e Lafaiete, o ônibus partiu de Lafaiete bem cedo, por volta de 06h00. Chegando ao destino inicial da caminhada, em Monsenhor Horta, o grupo se reuniu em frente à Igreja de São Caetano, fez a oração coletiva e a foto oficial. Em seguida, um lanche à base de frutas e pé na estrada.

O trajeto da caminhada foi todo plano, em estrada de terra, sobre o leito da antiga e desativada linha férrea da RFFSA que ligava a estação de Burnier a Ponte Nova. No local não há mais trilhos e dormentes da ferrovia. O trecho percorrido foi de 13,5 quilômetros. A recepção foi no bar do Neném, na pracinha de Ribeirão do Carmo.

O dia estava lindo, com céu limpo e um pouco de frio. O percurso gerou pouco desgaste aos andarilhos por ser todo em piso plano e com muita vegetação nas laterais da estrada proporcionando muita sombra. Além da sombra, muitas aves presenciavam e pareciam dar boas-vindas aos caminhantes. O ônibus e o carro do dr. Benito acompanharam a turma dando apoio à turma.

Ao final da caminhada, os andarilhos chegam à praça de Ribeirão do Carmo, mais precisamente no restaurante do Neném que, junto com sua competente equipe, recepcionou a turma com todas as honras da casa. As mesas, já reservadas, foram imediatamente ocupadas e ali foram servidos deliciosos e variados salgadinhos (pastéis, torresmos, mandiocas, linguiças e carne com batatas) e cervejas de marcas diversas e bem geladinhas. Enquanto a fome e a sede eram saciadas, muita conversa e risos entre os amigos que também desfrutavam de uma música ambiente.

Mais tarde, um delicioso almoço à mineira foi servido para o deleite de todos. Além das opções dos salgados, foi acrescentado o arroz, pernil e vinagrete).

Ao fim da tarde, após um glorioso e inesquecível dia, os andarilhos encerraram suas atividades e se prontificaram a retornar a suas casas. Durante a viagem de volta, muito assunto e lembranças daquela bela programação.

Agora, é só aguardar o próximo mês que, com certeza, virá com outra excelente caminhada. Este é um trabalho para a competente comissão de eventos que só nos traz alegrias, belos roteiros e ótimas regiões a serem conhecidas.

Até breve, amigos.

Texto: Laércio Amaral

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade