17 de abril de 2024 11:54

Homem é assassinado com vários tiros em cidade da região

 Leandro Augusto Mendes (36 anos), conhecido como Tico, foi alvejado e morto com vários tiros na tarde deste sábado (12/11), na Avenida Manoel Salvador de Oliveira, perto do Cruzeiro do bairro Bela Vista, em Itabirito (MG). Em entrevista ao Radar Geral, um familiar disse que Tico ao chegar em um açougue do bairro, por volta das 14h30, para comprar carne, deparou-se com um homem chamado de “Paraíba”.

Armado com uma faca, este homem teria tentado agredir Tico. Momentos depois, uma mulher chegou em um veículo Troller branco. Paraíba, então, teria pegado uma arma de fogo no banco (da frente) do passageiro do Troller e efetuado vários tiros contra a vítima.

O primeiro tiro acertou a cabeça de Tico. De dois a três outros tiros foram disparados contra a vítima. O irmão (de 32 anos) de Tico também teria sido alvo de tiros vindos da arma que estava com Paraíba, mas o atirador não conseguiu acertá-lo. Tico morreu nos braços do pai, um senhor de 63 anos, que estava no local. A vítima era moradora do bairro Country. A mulher que conduzia o veículo, onde a arma estava, também foi atingida por um tiro na perna.

Movimentação da PM no local do crime. Foto - Radar Geral
Movimentação da PM no local do crime. Foto – Radar Geral
Suposto motivo

Familiares acreditam que o motivo tem a ver com um episódio que se deu na madrugada da última sexta-feira (11/11), quando Tico e seu irmão, em um carro de empresa, voltando do trabalho, teriam sido abordados pela Polícia Militar Rodoviária, na BR-356.

Obedecendo à ordem dos militares, os dois teriam saído do carro e deitado no chão. Foi quando Paraíba, que estaria perto dos militares e usando uma máscara, começou a agredir Tico e o irmão. Os irmãos, que reconheceram Paraíba mesmo mascarado, não teriam aceitado as agressões. Os familiares afirmam que, até então, não havia qualquer rixa entre Paraíba e Tico.

PM e testemunhas

Na madrugada deste domingo (13/11), a Polícia Militar informou que o autor estava foragido. Contudo, “ele abandonou, no bairro Santa Efigênia, o veículo utilizado para deixar a cena do crime”, salientou a PM, que ainda informou que a mulher alvejada é esposa de Paraíba.

No local do crime, prováveis testemunhas, que não fazem parte da família, não quiseram falar com a reportagem. A Brigada Municipal, por sua vez, não atendeu a ocorrência, uma vez que Tico foi socorrido por policiais.

Sobre Paraíba

Informações extraoficiais dão conta de que Paraíba teria passagens por ameaça de morte e seria fiscal de empresa de ônibus. O crime será investigado pela Polícia Civil. (Radar Geral)

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade