16 de junho de 2024 12:51

Caixa faz convocação e vai pagar R$ 3.597 por mês: seu nome está na lista?

Boa notícia para quem aguarda uma oportunidade de emprego. A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (24) a contratação de mais de 800 pessoas que foram aprovadas no concurso de 2014. A convocação está prevista para começar a partir do mês que vem.

Quando convocados, os aprovados deverão apresentar a documentação e passarão ainda por exames médicos obrigatórios. De acordo com o banco, todo o processo de contratação deverá acontecer até o fim do segundo semestre deste ano. 

O começo das atividades é imediato e a Caixa pagará uma remuneração inicial de R$ 3.597. Além disso, o banco disponibiliza outros benefícios, como plano de saúde, vale transporte, auxílio alimentação, participação nos lucros, entre outros.

Caixa tem quase 87 mil funcionários próprios 

No primeiro trimestre deste ano, a Caixa tinha 86.741 funcionários próprios. De acordo com a instituição financeira, o número de contratações anunciadas segue o limite de 87.544 pessoas, definido pela Secretaria de Coordenação das Estatais (Sest), vinculada ao Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos.

Segundo a presidente do banco, Maria Rita Serrano, desde quando ela era conselheira de administração, já lutava pela contratação de mais funcionários. “Dessa forma, vamos melhorar as condições de trabalho, o atendimento à população e, assim, vamos construindo uma nova CAIXA para um novo Brasil”, disse em nota.

Como trabalhar na Caixa

Para ser contratado pela Caixa e ocupar um cargo efetivo, o interessado precisa prestar um concurso público. No entanto, é possível fazer parte do quadro de funcionários do banco atuando como estagiário ou terceirizado. O penúltimo concurso promovido pela Caixa foi em 2014, cujos aprovados ainda estão sendo convocados para trabalhar. Ademais, houve um outro certame em 2021 exclusivo para pessoas com deficiência (PcD), com validade até o final do ano passado. Os selecionados já estão trabalhando.

Foto: Divulgação

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade