20 de abril de 2024 07:55

PCMG recebe 110 novas viaturas para reforço do trabalho policial

Investimentos de quase R$ 14 milhões são provenientes de recursos de convênio federal, emendas estaduais, transferências especiais, convênios municipais e TAC

Na manhã desta quarta-feira (14/6), a frota da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) recebeu o incremento de 110 novas viaturas para aprimorar o atendimento à demanda de segurança da população mineira, equipando os policiais civis com aporte logístico fundamental para o trabalho investigativo. A solenidade de entrega dos veículos foi realizada na Esplanada do Mineirão, em Belo Horizonte.

Os investimentos para a aquisição das viaturas ultrapassam R$ 13,8 milhões e são provenientes de recursos de convênio federal, emendas estaduais, transferências especiais, convênios municipais e Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Os veículos irão beneficiar delegacias no âmbito dos 19 departamentos territoriais, além de três departamentos especializados, conforme indicação parlamentar.

Na oportunidade, a chefe da Polícia Civil, delegada-geral Letícia Gamboge, destacou a importância do reforço da frota no combate à criminalidade no estado. “As verbas públicas que possibilitaram a aquisição dos automóveis representam o compromisso do Estado na modernização da Polícia Civil, em um investimento de quase R$ 14 milhões em nossa frota de veículos, que serão distribuídos em todas as regiões integradas de segurança pública, além de departamentos especializados”, disse.

Ainda segundo Gamboge, as verbas públicas que possibilitaram a aquisição das viaturas representam um compromisso do Governo do Estado de Minas Gerais e do parlamento mineiro, além do Ministério Público e dos municípios, na modernização da Polícia Civil.

Estiveram presentes na solenidade de entrega dos veículos o Conselho Superior da PCMG, deputados estaduais e ex-parlamentares, prefeitos, representantes do Executivo estadual e do Legislativo municipal, além de policiais civis e servidores administrativos.

Fortalecimento da PCMG

Durante discurso, a chefe da PCMG ressaltou o trabalho conjunto, com policiais em todo o estado, visando a dois objetivos principais: o fortalecimento das atividades operacionais e a valorização do servidor.

“Estamos em fase de revisão do planejamento estratégico e um dos eixos principais é a valorização do servidor. Sem a nossa força de trabalho, não há investigação e, consequentemente, combate à criminalidade”, enfatizou Gamboge, que ainda falou sobre o trabalho desenvolvido pelo Hospital da Polícia Civil em prol da saúde mental dos servidores e os projetos para a expansão do atendimento realizado pela unidade.

A chefe da Polícia Civil ressaltou ainda a  necessidade de união dos policiais. “Nós mesmos temos que olhar para os nossos colegas. Muitas vezes nós não nos reconhecemos como alguém que precisa de amparo. Ouçam e apoiem seus colegas!”, finalizou.

Créditos (fotos): PCMG / Divulgação

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade