Parabólica com chiados e poucos canais? Entenda por que é hora de substituir a sua antena

Sinal das parabólicas tradicionais pode sofrer interferência e até deixar de funcionar após a ativação do 5G nas cidades mineiras

As queixas dos usuários de parabólicas tradicionais sobre o surgimento de chiados e perda de sinal de alguns canais estão se tornando cada vez mais recorrentes. E a reclamação tem fundamento: nas cidades onde a internet 5G já foi ativada, as interferências são mais comuns, uma vez que a nova tecnologia opera na mesma faixa de frequência da parabólica tradicional, a Banda C. Para não ficar sem assistir à TV, a recomendação é substituir o aparelho antigo pelo novo modelo digital, que atua na Banda Ku.

Foi o que fez a auxiliar de serviços gerais Regina Ribeiro Mascarenhas, de 44 anos. Moradora do bairro Primavera, em Arinos, no Noroeste de Minas, Regina tinha a parabólica antiga e chegou a ficar 5 meses sem o sinal da TV por causa da interferência do 5G. O problema só foi resolvido após a substituição da parabólica antiga pelo kit com antena digital. Atualmente, com o sinal da TV normalizado, ela comemora a troca do equipamento.

“Ficamos um período sem assistir TV e foi péssimo porque a televisão é uma distração em casa, tanto pra mim, quanto para meus dois filhos. Chego cansada do trabalho e ela é sempre uma boa companhia. Eu gosto muito do noticiário e das novelas e, meus filhos, dos desenhos e outros programas”, conta.

Leandro Guerra, presidente da Siga Antenado, entidade responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV, explica que mesmo que o 5G ainda não tenha sido ativado na sua região, ou que as interferências ainda não tenham surgido, vale a pena fazer a substituição do equipamento o quanto antes. “A nova parabólica digital tem muitas vantagens em relação à antiga, entre elas, melhoria da qualidade de som e imagem, e maior oferta de canais. A família só colhe benefícios ao realizar a troca.”

Famílias de menor renda inscritas em Programas Sociais do Governo Federal e que tenham a antena parabólica tradicional em pleno funcionamento têm direito à instalação gratuita do novo equipamento, realizada pela Siga Antenado. Para agendar, basta acessar o site sigaantenado.com.br ou ligar para 0800 729 2404.

Em Minas, o programa está disponível em 147 cidades de várias regiões do Estado e a previsão é atender a cerca de 324 mil famílias. Regina Ribeiro  foi uma das beneficiadas da troca gratuita e conta como foi a experiência: “Recomendo que todos que têm direito busquem o serviço que traz muitas melhorias de som e imagem, além de mais canais de TV”, afirma.

Já em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, quem comemora a mudança é o ajudante de caminhão Tayson de Souza Nascimento, de 32 anos. Pai de duas crianças de 6 e 4 anos, e de um bebê de 5 meses, ele conta como o sinal da TV melhorou após  a instalação da antena digital. “Solicitamos a troca há uns 2 meses e foi muito bom por causa da melhoria do som e da imagem. A televisão está com o sinal limpinho agora. Além disso,  tivemos um ganho enorme para as crianças que passaram a ter programação infantil, que não existia na parabólica antiga”, afirmou.

Novos canais

A perda de canais, em muitos casos, também ocorre porque a emissora de TV já migrou o seu sinal para a Banda Ku, processo que, nos próximos meses, deverá ser ainda mais acelerado, já que o sinal da parabólica tradicional será desligado em breve.

Até o momento, mais de 80 canais estão operando na nova frequência (Banda Ku), mas a expectativa é que, nos próximos meses, o número aumente, garantindo mais informação e entretenimento para os usuários.

Entre as novidades, dezenas de emissoras de TV e estações de rádio deixam a programação mais diversificada, com informação, entretenimento, desenhos, filmes, séries e programas religiosos. Além disso, várias regiões ganharam programação local, que deve ficar ainda mais robusta com o passar dos meses.

, , , , , ,

Últimas Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade

© 2023 – Criado por  Dr. Hosting Brasil.