13 de julho de 2024 15:49

Ganhador da Mega-Sena ‘esqueceu’ de pegar prêmio de R$ 80 milhões e já jogou R$ 1 milhão pelo ralo só em rendimentos — rombo aumenta a cada dia que passa

Se aplicado, prêmio esquecido da Mega-Sena já teria rendido o equivalente a um prêmio de Lotofácil

A dificuldade de ganhar na Mega-Sena dispensa debates acalorados.

A chance de acertar as seis dezenas no carro-chefe das loterias da Caixa Econômica Federal é de uma em mais de 50 milhões. Isso no caso de uma aposta simples.

A premiação polpuda, no entanto, parece compensar o grau de dificuldade.

Mas, se você ganhasse na Mega-Sena, seria capaz de “esquecer” de buscar o prêmio?

Esta é uma das muitas perguntas deixadas pelo ganhador ou ganhadora do concurso 2630 da Mega-Sena.

Um mês e meio já se passou, mas o prêmio de R$ 84.729.015,05 não foi reivindicado até agora.

Ainda não há pistas sobre por que tanto dinheiro foi deixado na mesa.

Terá a sorte se transformado em azar?

Pode-se estar diante de um simples caso de bilhete não conferido por esquecimento a alguma espécie de tragédia pessoal ou familiar.

O fato é que, de acordo com a assessoria de imprensa da Caixa, o prêmio segue à espera de seu ganhador, mas sem nenhuma espécie de ajuste ou rendimento.

Isso significa que, além do prêmio, o ganhador ou ganhadora do concurso 2630 da Mega-Sena já deixou de embolsar mais de R$ 1 milhão em rendimentos sobre o principal.

Se a pessoa tivesse resgatado o prêmio no primeiro dia útil seguinte ao sorteio e depositado toda a quantia em um CDB que rendesse 100% do CDI, por exemplo, ela teria ganhado R$ 1.303.420,48 até a quinta-feira da semana passada (última data disponível na Calculadora do Cidadão disponível no site do Banco Central).

Mesmo descontando-se uma alíquota de 22,5% de imposto de renda, o rendimento líquido superaria a marca de R$ 1 milhão.

O valor equivale ao piso do prêmio oferecido na faixa principal de outra popular loteria da Caixa: a Lotofácil.

Prêmio da Mega-Sena não vai esperar o ganhador para sempre

No entanto, há um outro problema: prêmios de loteria não ficam à disposição para sempre.

Quem ganha na loteria tem até 90 dias corridos da data do sorteio para reivindicar o prêmio.

Depois disso, o bilhete perde a validade.

Considerando que o sorteio em questão ocorreu em 9 de setembro, o ganhador ou a ganhadora do concurso 2630 da Mega-Sena tem até o fim da primeira semana de dezembro para resgatar o valor.

Basta levar o bilhete a qualquer uma das mais de 3.300 agências da Caixa Econômica Federal espalhadas pelo Brasil e dirigir-se ao atendimento do setor de loterias.

E o que a acontece se a pessoa não reivindicar o prêmio?

O dinheiro esquecido dos prêmios de loteria é convertido em repasses sociais por parte da Caixa Econômica Federal.

Os beneficiários são o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), a Seguridade Social, os comitês olímpicos e paralímpico, a Apae e a Cruz Vermelha, entre diversos outros.

Somente em 2023, a Caixa já direcionou mais de R$ 4 milhões em prêmios esquecidos aos beneficiários dos repasses sociais. A média é de pouco mais de 524 mil por mês.

Na maioria dos casos, porém, os repasses derivam de pequenos valores não reivindicados por ganhadores de prêmios menores por todo o Brasil.

Caso o prazo expire, o valor resultará no maior repasse social de prêmios de loteria pela Caixa desde março de 2021.

Foi quando perdeu a validade um bilhete premiado de mais de R$ 162 milhões não reivindicado por um dos ganhadores da Mega da Virada de 2020 para 2021.

FONTE SEU DINHEIRO

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade