20 de abril de 2024 16:47

Começa amanhã (22) o 5º Fórum de Negócios de Congonhas (MG) com foco na economia criativa

O evento criado pela Prefeitura de Congonhas e gerido pela Adesiap pretende criar experiências sensoriais que demonstrem como a economia criativa pode contribuir para a diversificação econômica do município e da região. 

Em face da urgência de se repensar os modelos produtivos das cidades mineradoras de Minas Gerais, o 5º Fórum de Negócios de Congonhas – FNEC 2023 irá explorar o potencial da Economia Criativa para diversificar a atividade econômica do município e agregar valor a produtos, serviços e experiências. Em Congonhas, há inúmeros talentos que encontram na história, cultura, ciência e tecnologia sua inspiração e campo de trabalho. Programado para os dias 22, 23 e 24 de novembro, das 14 às 22 horas, na Romaria, o evento está sendo preparado para receber moradores locais e da região, especialmente mulheres, que exerçam atividades informais, sejam donos de micro e pequenas empresas e MEIs; como também representantes e funcionários das médias e grandes empresas; diretores, professores e alunos de instituições de ensino; e lideranças municipais e regionais.

O FNEC 2023 – Congonhas Criativa é realizado pela Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão e sua Superintendência de Desenvolvimento Econômico, que busca com esta iniciativa fomentar novos eixos de alavancagem do desenvolvimento sustentável.  A gestão do evento é de responsabilidade da Agência de Desenvolvimento Econômico e Social dos Inconfidentes e Alto Paraopeba (Adesiap). A Fundação Dom Cabral é apoiadora do Fórum. 

A Economia Criativa apresenta modelos de negócio ou gestão que se originam em atividades, produtos ou serviços desenvolvidos a partir do conhecimento, criatividade ou capital intelectual de indivíduos, com vistas à geração de trabalho e renda. A Economia Criativa abrange áreas como o turismo, gastronomia, patrimônio histórico, inovação e tecnologia, possibilitando o surgimento de novas soluções para problemas de setores tradicionais como mineração e siderurgia, em uma organização colaborativa de criação e desenvolvimento de produtos e serviços inovadores.

Entre as metas do FNEC 2023 – Congonhas Criativa estão integrar os setores público, privado e terceiro setor; atrair um público de aproximadamente 2 mil visitantes, principalmente mulheres entre 25 e 65 anos de idade; e ainda qualificar e capacitar 800 pessoas, além de reunir 25 expositores.

Destaques da programação

A programação apresenta palestras, workshops e atrações culturais relacionados à temática do Fórum, possibilitando que os participantes troquem conhecimento e reflitam sobre a importância de buscar alternativas para a economia local. Esta será também uma oportunidade de realização de negócios entre expositores de serviços e produtos de interesse das empresas locais.

Entre os destaques da programação estão duas palestras: “Reciclar, Reinventar ou Desaparecer”, ministrada pelo professor, historiador, escritor e pensador Leandro Karnal, acontecerá no dia 22 de novembro, às 19h, no Palco Principal do evento na Romaria, e apontará para os participantes a necessidade da quebra de paradigmas. 

As pessoas são movidas pelo hábito. As coisas com as quais elas se acostumam são repetidas incessantemente. A zona de conforto é um desafio para todas as pessoas. Como estabelecer práticas estratégicas de atualização e desafios? Como enfrentar o desafio da busca constante de melhora e desempenho? Como enfrentar um mundo líquido no qual tudo está sempre se transformando? Karnal contribuirá para que os participantes encontrem suas próprias respostas a estas perguntas.

No mesmo dia e local, às 14h, ocorrerá outra palestra de grande interesse para o desenvolvimento local e regional: “Economia Criativa e o Futuro de Congonhas – como pensar o futuro a partir de políticas públicas”, ministrada por Silvio Barros, ex-prefeito de Maringá-PR (2005 – 2012). Ele foi o primeiro chefe de executivo municipal do Brasil a implementar a lei geral da pequena e microempresa. Sua gestão desenvolveu políticas públicas para estimular a geração de empregos e o desenvolvimento econômico. 

A palestra de Sílvio Barros é direcionada para políticos e outras lideranças de Congonhas e região. O Alto Paraopeba carece do estabelecimento e desenvolvimento de políticas públicas regionais, ainda mais entre cidades que ficam a 15 ou 20 minutos de distância umas das outras, como é o caso do Alto Paraopeba.

Políticas públicas

O FNEC 2023 – Congonhas Criativa desperta as atenções para a necessidade de se pensar o futuro de Congonhas e apresentará duas ferramentas para isso: o Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico, que garante recursos para o planejamento a partir da diversificação econômica e que representa a primeira etapa da execução da Política Municipal de Desenvolvimento Econômico. A segunda ferramenta será a criação do Plano Estratégico Desenvolve Congonhas 2034. Este contribuirá substancialmente para o desenvolvimento sustentável de Congonhas. A meta da Prefeitura é lançar este plano em 2024. Para a sequência, está prevista a criação do escritório de gestão de projetos.

Estandes

A Prefeitura de Congonhas ocupará alguns dos estandes para apresentar seus programas de incentivo à diversificação econômica:

O Estande Master “Visite Congonhas” é um espaço turístico com exposição de produtos artesanais e gastronômicos dos Programas “Design do Artesanato” (com o lançamento de sua coleção) e “Primórdios da Cozinha Mineira” (com a apresentação de pratos tradicionais e o famoso chá feito a partir da folha de congonha). Este estande distribuirá materiais de divulgação do destino turístico Congonhas e irá disponibilizar experiências de passeios ecológicos com a utilização de óculos 3D.

O Espaço “QG da Inovação” proporcionará experiências de inovação e tecnologia para os visitantes.

O Estande de livros será dedicado a autores de Congonhas, já que a literatura também está associada à Economia Criativa.

Um desses espaços será ocupado pelo Estande da “Feira Cores e Sabores”, que é uma modalidade itinerante de Economia Criativa, com lançamento previsto para janeiro de 2024.

Os outros estandes serão ocupados por fornecedores de grandes empresas, instituições de ensino que apresentem soluções tecnológicas e por iniciativas exitosas de Congonhas, como quitandas, licores, cachaças, entre outras.

Atrações artísticas e culturais

O FNEC 2023 – Congonhas Criativa abrirá espaço para artistas locais, contando com apresentação dos compositores de grandes sambas-enredo das antigas e atuais escolas de samba da cidade. O objetivo é valorizar esta vertente da classe artística local. Outros profissionais que geralmente atuam na produção do Carnaval, como costureiras, carpinteiros, coreógrafos, técnicos de som, também fazem parte do público alvo do FNEC.

Espaço de convivência

Neste espaço, as pessoas poderão interagir de maneira mais descontraída enquanto apreciam uma comidinha ou bebidas locais. A folha de congonha será o elemento central do espaço de convivência. Pelo menos um dos pratos servidos, o macarrão, levará em seu molho este ingrediente local, comumente utilizado para produção de chá.

Para que em breve o chá de congonha possa ganhar produção artesanal e ser comercializado, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) está preparando um plano de trabalho para o desenvolvimento dessa atividade no município.

O 5º FNEC contará com o espaço “Super Games”, destinado aos apaixonados por jogos eletrônicos e aos interessados em aprenderem mais sobre seu desenvolvimento.

O “Espaço Kids”, destinado a crianças de todas as idades, irá oferecer diversos brinquedos, como forma de promover integração e socialização entre o público infantil presente ao Fórum.

Resultado previsto

A expectativa é que, a partir da realização do FNEC 2023 – Congonhas Criativa, seja possível fundar as bases para uma economia mais resiliente; estabelecer um círculo virtuoso com propósito direcionado, para que mais empresas possam implementar negócios de impacto; facilitar e qualificar a conexão entre investidores e empreendedores; desenvolver novos profissionais que atuem para gerar ações tecnológicas expressivas juntamente com as instituições de ensino, centros de pesquisa e empresas; e fortalecer as políticas públicas que estimulem e favoreçam um ecossistema direcionado ao empreendedorismo, a inovação, tecnologia e novos negócios.

Adesiap

Gestora do 5º Fórum de Negócios de Congonhas – FNEC 2023, a Agência de Desenvolvimento Econômico e Social dos Inconfidentes e Alto Paraopeba atua há 20 anos, sempre comprometida com o desenvolvimento sustentável dos territórios. Por meio de um sistema de governança integrado, apartidário e intersetorial, busca impactar positivamente a vida das pessoas. Com um corpo técnico qualificado, a Adesiap coopera para o sucesso do FNEC 2023 – Congonhas Criativa e trabalha para, juntamente com o realizador – a Prefeitura de Congonhas – e parceiros, fazer desse evento um marco de desenvolvimento econômico e social para o município e toda a região.

Toda a programação do FNEC é gratuita, mas atenção, as vagas são limitadas. O credenciamento é feito no site oficial do evento www.fnec.com.br pelo link: https://www.hbatools.com.br/forum-de-negocios-de-congonhas__1498

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade