13 de abril de 2024 19:41

15 profissões que nunca poderão ser substituídas por robôs

Existem algumas profissões que nunca poderão ser substituídas por processos de automação e Inteligência Artificial (IA)

Automação e Inteligência Artificial, essas são duas palavras do momento quando se fala do mercado de trabalho, isso porque, as novas tecnologias estão cotadas para substituir cada vez mais trabalhos ao redor do mundo, ou seja, muitas pessoas poderão sofrer com o desemprego em alguns anos.

De fato, existem muitas previsões sobre quais são as profissões que deverão ser substituídas em breve por novas tecnologias, muitos estudos afirmam que até 2025 85 milhões de empregos deixarão de existir devido aos novos processos de automação que fazem tudo mais rápido, com mais segurança e o melhor, não tiram férias ou ficam doentes como nós humanos.

Por outro lado, existem, também, algumas profissões que são cotadas para serem aquelas que são basicamente insubstituíveis, ou seja, máquina alguma poderá entrar no lugar destes profissionais, e você descobrirá quais são as profissões que estão imunes aos avanços da tecnologia agora!

1. Cientista/Analista de dados

Enquanto as máquinas ganham destaque ao acumular e organizar vastos conjuntos de dados brutos, é o cérebro humano que confere significado a esses dados. Os insights e padrões significativos extraídos por cientistas ou analistas de dados capacitam uma variedade de aplicações, desde prever receitas até identificar tendências e antecipar futuros desenvolvimentos de mercado.

A inteligente aplicação da ciência de dados impulsiona os negócios, tornando este campo altamente procurado. Estudos, como do Bureau of Labor Statistics dos EUA prevê inclusive um grande crescimento de 31% nos empregos relacionados a este campo, logo, são profissões que não devem temer a substituição por máquinas.

A interação humana é algo completamente insubstituível, e a psicologia destaca justamente essa questão tão humana. Enquanto a possibilidade de um computador fornecer suporte e diagnóstico de saúde mental a um ser humano real permanece incerta, os psicólogos garantem o diagnóstico e auxilio aqueles com desafios mentais. Este trabalho, profundamente enraizado na experiência humana, dessa maneira é muito difícil que venha ser substituído por máquinas.

3. Especialista em segurança cibernética

Com o aumento significativo de ameaças online, o campo da segurança cibernética está a cada ano se destacando mais. O crescimento da Internet, impulsionado por protocolos de alta velocidade e redes de fibra, ampliou as ameaças cibernéticas, exigindo pesados investimentos em proteção.

Embora os especialistas em segurança cibernética usem uma variedade de programas, a autonomia completa ainda é impensável. A demanda por especialistas em segurança cibernética está crescendo à medida que empresas reconhecem a necessidade de defesa contra ameaças virtuais.

4. Treinadores

Enquanto dispositivos como Fitbit e aplicativos de monitoramento de exercícios oferecem autoajuda, o papel de um treinador humano é indispensável. Estima-se um crescimento significativo de 17% nos empregos de treinador atlético de 2021 a 2031, pois a orientação e o estímulo proporcionados por um treinador humano continuam insubstituíveis.

5. Chef/Cozinheiro chefe

A arte da cozinha e dos sabores permanece imune à automação. Com anos de experiência necessários para dominar o processo complexo, chefs e cozinheiros estão imunes a tecnologia, tendo em vista que somente eles compreendem os sabores e aromas para criar pratos que encantam as pessoas.. A demanda por chefs está em ascensão, com um crescimento projetado de 15% na próxima década.

6. Engenheiros mecânicos

Máquinas dependem da habilidade humana dos engenheiros para serem concebidas, inovadas, construídas e aprimoradas. Enquanto as máquinas proliferam em setores como comércio automotivo, tecnologia energética e indústria ferroviária, a presença indispensável de engenheiros mecânicos permanece constante.

7. Gerente de recursos humanos

Irônico, mas verdadeiro, a tecnologia não pode substituir completamente os recursos HUMANOS. Gerentes de RH são fundamentais no funcionamento de um escritório, recrutando, entrevistando, aplicando políticas e resolvendo disputas.

8. Assistente social

O serviço social, é outra atividade diretamente ligada a interação humana, logo, é uma profissão insubstituível. A comunicação direta com aqueles que necessitam de ajuda exige empatia, compreensão e paciência, características que resistem à automação.

9. Fisioterapia

Os fisioterapeutas, orientando pacientes por sessões cuidadosas, desempenham um papel essencial na recuperação física. Com foco no paciente, paciência e conhecimento anatômico, a fisioterapia permanece imune à automação. O crescimento projetado e os salários atrativos consolidam sua posição como uma profissão segura.

10. Psiquiatras

Diferentemente dos psicólogos, os psiquiatras dependem de medicamentos para tratar problemas de saúde mental. Compreender profundamente a mente humana e contar com habilidades de comunicação e experiências pessoais, os psiquiatras desempenham um papel vital. Enquanto houver necessidade de assistência mental, a psiquiatria continuará a ser uma profissão essencial.

11. Compositor de música

A discussão sobre músicas e letras produzidas por inteligência artificial tem ganhado destaque nos últimos anos. Embora a IA possa criar música, será que ela se compara verdadeiramente à autenticidade da música original?

Definitivamente não!

A música gerada por IA, disponível na internet, é construída com base em milhares de horas de música popular alimentando um sistema de IA. Somente após extensas horas de “treinamento” desse sistema é possível obter algo remotamente semelhante a uma composição musical.

No entanto, a verdadeira música se destaca pela emoção e vai além de notas e acordes. A narrativa e o contexto por trás de uma peça musical são elementos que a IA ainda não consegue replicar. Os compositores de música sempre terão seu lugar, especialmente enquanto as pessoas valorizarem performances ao vivo, orquestras e concertos.

12. Animadores

A demanda por mídia animada continua alta, com produções cinematográficas multimilionárias sendo lançadas anualmente.

Os estúdios de animação valorizam animadores qualificados, reconhecendo o trabalho muitas vezes árduo envolvido. Apesar da crescente dependência de computadores e programas na animação, ainda estamos longe de um cenário em que a IA possa criar animações de forma autônoma, sem a intervenção humana. O campo permanece desafiador, mas para aqueles apaixonados, a recompensa vem na forma de salários atrativos e estabilidade no emprego.

13. Coreógrafos

A dança e a música possuem sua parcela de destaque na indústria do entretenimento, seja na vida cotidiana, no cinema ou em espetáculos ao vivo. Nessa arte, a aprendizagem pessoal, com pessoas reais supera qualquer vídeo aula, ou seja, continuará demandando profissionais para encontrar os limites individuais de cada pessoa.

14. Supervisores de polícia e detetives

Os supervisores de primeira linha coordenam as atividades da força policial para investigar casos criminais, oferecendo orientação, experiência e liderança. Uma carreira desafiadora e estimulante para aqueles interessados na aplicação da lei, essa função requer habilidades humanas, como tomada de decisões éticas e liderança, que não podem ser substituídas por tecnologia.

15. Profissionais de marketing/publicidade

Qualquer profissão baseada em criatividade e expressão artística é resistente à automação. Embora as máquinas possam lidar com números, o pensamento crítico, planejamento, estratégia e criatividade são exclusivamente humanos. As áreas de marketing e publicidade depende dessas características, oferecendo uma remuneração competitiva.

FONTE MEU VALOR DIGITAL

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade