Bombeiros socorrem idoso que subiu em torre e ateou fogo no próprio corpo

9

Militares do Corpo de Bombeiros de São João del-Rei foram acionados, na manhã deste sábado, para resgatar um homem que subiu em uma torre de transmissão e ateou fogo ao próprio corpo no bairro Senhor dos Montes,  naquela cidade. De acordo com familiares,  do homem de 72 anos, que  sofre de distúrbios psiquiátricos e já havia tentado contra a própria vida em outras ocasiões.

A vítima subiu em uma torre e, com o uso de fósforos e um vidro de álcool, colocou fogo no próprio corpo, sofrendo queimaduras de segundo e terceiro grau. O helicóptero do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte foi acionado.

Idosos atentou contra a própria vida

Segundo o Tenente Guimarães, comandante dos bombeiros de SJDR, “Fomos acionados no início da manhã de sábado. Quando chegamos, este senhor já tinha colocado fogo ao próprio corpo. Ele estava consciente, queixando-se de muitas dores em decorrência das queimaduras. Nestes casos, o que mais preocupa é a extensão da área corporal queimada, que foi de mais de 70%, aumentando o risco de um choque térmico. Além disso, as queimaduras atingiram as vias aéreas, o que gera um grande risco de infecção”. Devido ao delicado quadro de saúde da vítima, foi necessário acionar uma aeronave do Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte.

De acordo com o oficial  “Para este tipo de situação envolvendo grandes queimaduras, a referência de atendimento é o Hospital João XXIII, em BH. Como o estado de saúde deste senhor  inspirava bastante cuidado, acionamos o Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros, para agilizar o transporte”.

Um fator que dificultou bastante o atendimento por parte dos militares foi o local. De acordo com testemunhas, a vítima trabalhava no local e tudo estava fechado no momento da chegada dos Bombeiros. “Ele estava sobre uma plataforma a cerca de 20 metros de altura. Para fazer a retirada, foi necessário que armássemos todo um sistema de cordas e equipamentos específicos para salvamentos em altura. Um trabalho que requer muita experiência e cuidado por parte dos envolvidos. Para tal trabalho, contamos, inclusive, com o apoio de militares que estavam de folga e foram até o local para ajudar”, afirma o Tenente.

Após a retirada da vítima do local, ela foi atendida pelo médico da Unidade Avançada do SAMU e, posteriormente, encaminhada para Belo Horizonte pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros.