Câmara sugere votar aumento das passagens após investigação do contrato com a presidente

10
Vereador João Paulo/CORREIO DE MINAS

A Câmara aprovou nesta noite, dia 14, a comissão especial, composta pelos vereadores João Paulo Pé Quente (DEM), André Menezes (PPT) Fernando Bandeira (PTB) Chico Paulo (PT) e Carla Sassi (PSB), que vai apurar e investigar o cumprimento do contrato entre o município e a Viação presidente, concessionária do transporte público em Lafaiete.

O vereador João Paulo sugeriu aos conselheiros de transporte e trânsito, que somente votem o aumento após a conclusão dos trabalhos da comissão. “Seria de bom senso e prudente que os conselheiros colocassem em votação o aumento da passagem ou definissem o índice que vai reajustar a tarifa após a conclusão de nossos trabalhos já que poderíamos embasar ainda mais a decisão deles”, comentou. Segundo ele, até o próximo dia 24, quando ocorre a audiência que vai definir o valor da nova tarifa, é um espaço de tempo muito curto para a decisão.

Hoje na sede do Sindicato dos Servidores Públicos aconteceu uma reunião do conselho de transportes. As informações colhidas são de que os membros discutiram diversos assuntos, mas não foi definido valor de reajuste. O conselho vai enviar a Presidente ofício cobrando esclarecimentos.

Por outro lado, cidadãos já acionaram o Ministério Público pedindo uma investigação no pedido de aumento passagem e cumprimento do contrato e de Termo de Ajustamento de Conduta, assinado em 2014, que torna mais transparente o aumento das passagens com maior controle social pelo conselho de trânsito.