Casa Abrigo da Mulher, educação inclusiva e causa animal estão entre as bandeiras da vereadora Damires

415

Após a grande renovação registrada na Câmara de Lafaiete, o CORREIO DE MINAS passa a ouvir o que pensam e o que planejam os vereadores que estrearão no Legislativo local em 2021. A primeira entrevista é a advogada Damires Rinarlly (PV). Ela se disse honrada em ser a representante feminina entre os vereadores e trabalha para incentivar mais mulheres a ocuparem os espaços de poder. Ela foi a 3ª mais votada em Lafaiete com 1.219 votos.
Ativista de diversas causas sociais, desde o início adolescência, Damires ressalta que sua cadeira terá o peso da representatividade que carrega. “As causas que defendo e me levaram a eleição para a Câmara de Lafaiete me acompanham há muito tempo. Desde os 13 anos participo de diversas causas sociais como Mãos Solidária e Emaús. Participei do Coletivo Politiza, sendo uma das fundadoras. Nesse trabalho, trouxe em 2016, a conscientização política para os eleitores locais e também faço parte do Visibilidade Feminina, que é uma associação com integrantes de todo o Brasil e que incentiva o protagonismo da mulher nos espaços de Poder”, informa.


Damires conta que foi criada um guia para incentivar a participação feminina na política. “Quando eu estava elaborando a guia, eu pensei por que não eu?”, revela, destacando seu processo de construção com passagens pelo comércio, faculdade de Direito, estágios em cartórios eleitorais, Tribunal de Justiça de Minas Gerais e a própria Câmara de Lafaiete.
Atualmente, Damires é advogada, especializada em direitos da mulher, tema que a vereadora eleita terá como sua principal bandeira. Por advogar, principalmente, para mulheres vítimas de violência doméstica, Damires ressalta a urgência de trazer uma casa abrigo para mulheres que passam por situações de violência para Lafaiete. A medida é prevista na Lei Maria da Penha e oferece assistência jurídica e psicossocial. “Já temos um passo a frente, uma vez que a Casa Abrigo possui uma previsão estabelecida por uma lei municipal, datada de 2010. O desafio agora é regulamentar, por meio de um decreto do Executivo, para que consigamos executar e desenvolver ela na nossa cidade”, comenta, afirmando que a impressiona o fato de a casa ainda não estar funcionando, tendo em visto o alto índice de violência contra a mulher em Lafaiete. Mas a vereadora eleita não para por aí.
Educação inclusiva.

Damires destaca que outras duas frentes vão marcar o seu mandato. Uma dela é a educação inclusiva. “Nós temos 42 escolas públicas e 11 creches, mas apenas três possuem salas de recurso especial, onde a criança tem o atendimento educacional especializado. A ideia é expandir esse número de sala de acordo com a demanda do município, trazer uma capacitação eficaz para os professores e monitores e eliminar as barreiras dos alunos que precisam ter acesso a uma educação inclusiva”, afirmou, ponderando que humanização profissional e aproximação entre famílias e a escola é o caminho.

Proteção Animal
A vereadora eleita também se dedica à proteção animal e buscará, a partir desse trabalho, resultados em outras áreas. Para isso, ela comenta sobre a Teoria do Link. “Essa teoria explica que quando um animal é maltratado num ambiente doméstico, ele se torna um link indicador de que aquele agressor também esteja agredindo um idoso, uma criança ou uma mulher dentro de casa. Protegendo o animal, estamos protegendo todo o âmbito familiar”, explica.
Fiscalização
Damires ressalta ainda a importância de atuar em todas as prerrogativas de um vereador como na fiscalização. Ela ainda destaca o compromisso em buscar meios de execução como do Hospital Regional e outras unidades de saúde já existentes, além da disponibilização de medicamentos, iluminação público, direito à cidade, segurança, saneamento, primeiro emprego dos jovens e uma gama de ações que precisam estar no radar de todos os vereadores.

Repercussão

Hoje (17),e sua fala na Tribuna da Câmara, a Vereadora Carla (PSDB) traçopu largos elogios a atuação da “afilhada” e disse que ela será a representante da causas dos animais e da inclusão. “Sei do seu comprometimento e da sua competência”, salientou.