Comarca ganha 2 investigadores

20

Dois novos investigadores passarão a integrar o quadro de servidores da Polícia Civil DA Comarca de Entre Rios de Minas. Bacharéis em Direito, Ana Cristina Carvalho, 32, e Guilherme Oliveira, 32, foram apresentados pelo delegado Darli Teixeira de Souza ao Prefeito Municipal, José Walter, ao vice-prefeito, Paulino Dentista, e ao presidente da Câmara Municipal, o vereador Franklin William Ribeiro Batista Soares. O encontro ocorreu no gabinete do prefeito na manhã desta terça-feira, 7.

A conquista de ambos é resultado de um processo que envolveu diversas conversas junto ao comando da Polícia Civil e também a mobilização por parte dos prefeitos e vereadores das cidades de Entre Rios de Minas, Desterro de Entre Rios, Jeceaba e São Brás do Suaçuí.

A investigadora Ana Cristina, o presidente da Câmara, Franklin William, o prefeito José Walter, o vice Paulino Dentista, o delegado Darli Teixeira e o investigador Guilherme Oliveira .

Em um ofício interinstitucional encaminhado ao chefe da Polícia Civil, João Otacílio Silva Neto, os agentes políticos solicitavam ao comando a oferta de novos investigadores e também a disponibilização de mais viaturas, diante do crescente índice de violência registrado na região. Após duas reuniões com o superintendente de investigação e polícia judiciária, Carlos Capistrano, o pedido foi atendido.

O delegado Darli afirmou que a vinda dos investigadores ocorre em um momento em que se registra o aumento da criminalidade na região, decorrente do crescimento populacional observado nos últimos anos. Segundo ele, agora será possível desafogar o número de crimes em investigação na delegacia, sendo necessária a ajuda do Poder Público Municipal e também da população para auxiliarem no trabalho das polícias. “Estamos aqui para somar. Sabemos das dificuldades que os municípios enfrentam e vocês sabem das nossas dificuldades. Os municípios acabam arcando com muitos custos do Estado e infelizmente este não está pensando em recursos para equipar as delegacias. Se os problemas das delegacias fossem resolvidos, isso já melhoraria demais”, afirma o delegado.

Ambos os investigadores já iniciaram os trabalhos na delegacia e será possível agora estruturar as ações de investigação, bem como os serviços relacionados ao Detran e a emissão de carteiras de identidade.

Fonte: Site da Câmara Municipal- Texto: Eduardo Maia