Crime ou barbárie: roubo de jaqueta motivou assassinato em Lafaiete

9

Ontem, dia 14, Lafaiete assistiu a mais um assassinato. Por volta das 18:20 horas, Policiais Militares, compareceram à rua  Jaime Siqueira onde no local encontrava-se na parte externa da casa, caída em decúbito dorsal uma vítima (homem, 27 anos) com intenso sangramento no tórax e rosto. A equipe do SAMU juntamente com o médico de plantão constataram que a vítima não tinha mais sinais vitais.

Em conversa com uma testemunha (mulher, cunhada da vítima) esta relatou que a vítima havia sofrido entre três e cinco disparos de arma de fogo pelo autor (homem, 26 anos) o qual já encontrava-se esperando pela vítima em cima da laje da casa, motivado por vingança, já que a vítima havia furtado uma jaqueta da esposa do autor. Segundo a testemunha o autor evadiu com a arma do crime, em seu veículo Fiat Palio de cor branca, quatro portas, juntamente com seu irmão que ela conhece de vista.

Em conversa com outra testemunha (homem, irmão da vítima) este relatou que é irmão da vítima e cunhado do autor, e que ouviu alguns disparos de arma de fogo e ao ir verificar deparou-se com o autor evadindo do local e seu irmão caído, com sangramento. Alegou também que o autor já tinha cobrado da vítima a devolução da jaqueta de sua esposa e estava sobre a laje de sua casa, esperando pela vítima. Em conversa com outra testemunha (mulher, adolescente, irmã da vítima) ela relatou que estava dentro de casa, quando ouviu entre três e cinco disparos, na parte externa da casa e ao chegar na janela, viu seu cunhado evadindo-se de cima da laje da casa dele, onde já encontrava-se esperando pela vítima e viu seu irmão caído, com intenso sangramento e sem responder aos chamados da família. Em conversa com um vizinho que também  testemunhou a situação, este relatou aos Policiais Militares, que estava em sua casa, quando ouviu disparos de arma de fogo vindo da casa da família da vítima e ao chegar ao local, deparou-se com o corpo da vítima, com intenso sangramento e não respondendo aos chamados. Diante do exposto o local foi isolado, foi acionada a Perícia Técnica a qual realizou seus trabalhos e liberou o corpo para o Instituto Médico Legal. As equipes policiais fizeram rastreamento, afim de localizar o autor e a arma usada no homicídio porém sem êxito até o momento.

Foto de capa ilustrativa