Economia de Lafaiete reage e pelo segundo mês consecutivo gera centenas de empregos; Ouro Branco lidera ranking regional

10

Pesquisa referente entre janeiro a novembro mostra que pela segunda vez nos últimos 2 anos, Lafaiete gerou postos de trabalhos. Em 2016 e 2017, a cidade fechou, respectivamente, com 947 e 319 desempregados formais. Em 2018, Lafaiete alcançou saldo positivo de 176 empregos.

Chegada de 3 hipermercados alavancou geração e empregos em 2018

O resultado é fruto da chegada de investimentos diretos dos 3 hipermercados (BH, Mineirão Atacarejo e Mart Minas). A previsão inicial era de 450 empregos diretos, porém o Mart Minas ainda aguarda a inauguração, adiada para 2019.

Os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Ouro Branco lidera o ranking de criação de empregos formais. A cidade registrou a abertura de 509 novos postos de trabalho no período. Em seguida vem Jeceaba que gerou em 2018, 380 novos postos de trabalho. Congonhas criou de 134 postos de trabalho entre janeiro a  novembro.

Outras cidades

Nas 21 cidades pesquisadas por nossa reportagem a região criou até outubro 1.552 empregos com sinais de aquecimento da atividade econômica.

Destaque para Desterro de Entre Rios, que com a mineração, sente um impulso, com a geração 122 postos de trabalho criados em 2018.

  • Veja abaixo a variação do números de empregos gerados em 2018: