Emoção marca sepultamento do sindicalista e jornalista Diarlhes Pider

12
Emoção e tristeza marcaram o sepultamento de jornalista Diarlhes Pider

“Diarlhes presente”. Esta foi a frase marcante no sepultamento do sindicalista, ativista político e jornalista, Diarlhes Pider Benjamin, ocorrido agora a pouco, no Cemitério Nossa Senhora da Conceição, em Lafaiete. Por ironia do destino, ele morreu no dia em que completaria 66 anos. Amigos, familiares e parentes lembraram fatos e história que marcaram a vida de Diarlhes Pider.

O amigo, Francis Mounton, falou da passagem do jornalista como uma figura que fez o bem e olhou para os mais pobres, destacando seu espírito de luta, sua capacidade de articulação e seu companheiro.

O ex prefeito petista, Júlio Barros, lembrou de inúmeras reuniões políticas, salientando o amor e a paixão pela política. Diarlhes foi secretário de governo na gestão de 2005/2008, quando deixou o cargo para se candidatar a deputado estadual. Capitão César discorreu sobre a retidão, os princípios éticos e a lealdade de Diarlhes.  A esposa, Dona Hilda lembrou a presença de Diarlhes como homem, marido e pai de família. Diarlhes foi enterrado com a bandeira do Partido dos Trabalhadores, sigla na qual foi filiado por mais de 30 anos e foi um dos fundadores.

Leia também: