Epicentro: Barbacena já é a 4ª em Minas em números de infectados; cidade tem 159 curados

18

O último Boletim Epidemiológico sobre a COVID-19, emitido pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesap), causou espanto na cidade, na noite de ontem (23/05). O informativo apresentou 253 novos casos confirmados, um aumento de 167 notificações entre o Boletim de sexta-feira (22/05) e o de sábado. Os números de notificações e de casos recuperados também subiram consideravelmente.

O salto de casos confirmados da doença aconteceu entre a última quinta-feira (21/05) e o sábado, coincidindo com o período de testagem realizado pela Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar) em seus mais de 500 alunos. De acordo com a instituição militar 6% do efetivo, ou seja, 90 alunos, tiveram resultado positivo para COVID-19. No entanto, há informações extraoficiais de que um número considerável de estudantes tenham apresentado IgG positivo, que são anticorpos que indicam que o paciente já teve contato com vírus e já está curado. A Folha de Barbacena (FB) enviou o questionamento à Assessoria de Imprensa da Aeronáutica, mas não teve resposta quanto à questão.

Oficialmente a Epcar informa que “Desses 90 [alunos], 83 não apresentam quaisquer sintomas e os sete restantes apresentam apenas sintomas leves. Nenhum aluno necessitou ser hospitalizado. Todos aqueles que testaram positivo foram direcionados ao isolamento social e receberam o tratamento preconizado pelas autoridades de saúde.

Em quatro dias, desde o Boletim Epidemiológico de quarta-feira (20/05), quando a cidade registrava 44 casos confirmados, os números subiram mais de 200%, o que pode atrapalhar a adesão de Barbacena e da Macrorregião Centro-Sul ao programa Minas Consciente, de retomada das atividades econômicas, que estava previsto para se iniciar amanhã (25/05). O Conselho Municipal de Saúde emitiu uma Deliberação determinando “após consulta digital aos conselheiros, a suspensão do Decreto Municipal 8.661/2020 até que os casos da EPCAR sejam todos computados e o Comitê Microrregional se posicione e acione o nível Central da SES/SEDE-MG para reavaliação na qual Barbacena deverá se posicionar”.

A Deliberação ainda diz levar em consideração “que a EPCAR tem aproximadamente 500 alunos que vivem em regime de internato, o que faz com que o contágio seja muito intenso, e que a cada hora novos casos são diagnosticados a medida que os alunos são testados”, além de que “a EPCAR conta ainda com um quadro efetivo de civis e militares de aproximadamente 1500 pessoas que tem contato com os alunos e consequentemente se contaminarem e contaminarem seus familiares”. O Conselho Municipal ainda diz que a Epcar não tem estrutura própria para tratar a COVID-19, o que impactaria a estrutura da cidade.

Levando em consideração os dados do último Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), que até a manhã de hoje (24/05) ainda não havia atualizado os números da cidade. Com as novas infecções, Barbacena pode se tornar a quarta cidade de Minas Gerais com mais casos confirmados de COVID-19, atrás apenas de Belo Horizonte, Juiz de Fora e Uberlândia. No entanto, há evidências que Barbacena é hoje, com este números, a cidade mineira com a maior incidência de COVID-19 do estado a cada 100 mil habitantes.

A Prefeitura Municipal de Barbacena (PMB), bem como a Sesap ainda não se posicionaram sobre o assunto. (Folha de Barbacena)