Governo disponibilizará depósito extra do FGTS de até R$ 1.840

25

O lucro obtido pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em 2019, que seria distribuído entre os trabalhadores brasileiros será substituído, de acordo com o Governo Federal.

O montante de R$ 7,5 bilhões será divididos proporcionalmente e vinculado à conta do fundo na titularidade de cada trabalhador, estejam elas ativas ou inativas. 

O valor a ser repartido é equivalente a 66,2% do lucro do ano anterior.

Sendo assim, a medida corresponde ao rendimento anual sobre o percentual de 4,9%, que superou a inflação atingindo 4,31%.

Portanto, haverá um ganho real para todos os trabalhadores.

Conforme a Caixa Econômica Federal (CEF), responsável pelo FGTS, hoje existem cerca de 167 milhões de contas ativas e inativas.

Isso quer dizer que, cada trabalhador receberá, em média, R$ 45,00 por conta vinculada.

A previsão é para que o depósito aconteça até o dia 31 de agosto. 

Rendimento do FGTS

O rendimento anual do FGTS é garantido perante a Lei, incidente sobre o percentual de 3%, mais a Taxa Referencial (TR), que neste caso, foi de 1,48%.

A somatória dispõe sobre o rendimento total referente a 2019 de 4,9%.

Sendo assim, caso o trabalhador possua R$ 1 mil em uma conta do FGTS, o rendimento correspondente ao ano anterior é de R4 48,40.

Deste total, se refere ao lucro daquele período, se tratando do valor a ser depositado pela Caixa.

Aqueles que tiverem R$ 100 mil em conta, por exemplo, receberão até R$ 1.840 do lucro.