Jovens estão envolvidos em 5 incêndios em Lafaiete

13

A Polícia Civil apreendeu quatro indivíduos suspeitos de furtos e incêndios em comércios de Conselheiro Lafaiete. Os crimes aconteceram entre 8 de julho e 17 de agosto. A delegada regional Patrícia Bianchetti divulgou informações da investigação dos casos.

No dia 8 de agosto, dois estabelecimentos foram alvos de furto de mercadorias seguidos de incêndio, um na rua Joelmir Faria, e outro na rua Pernambuco, onde as apurações indicaram que o autor era o mesmo do crime cometido três dias depois, na Rua Doutor Campolina quando um loteria e um loja foram incendiados. O suspeito, D. C. (28 anos), foi preso na última sexta-feira, em uma operação de busca e apreensão que encontrou materiais suspeitos em posse do acusado. Embora não seja descartada, não foi comprovada até o momento ligação com o suspeito dos dois crimes com o incêndio no dia 17 na Carina Modas.

Suspeitos de incêndio em loja no São Sebastião em julho são presos e não têm ligação com outros cometidos em Agosto.

Os outros três suspeitos presos, K.G.C.S. (22 anos), W.R.S. (34 anos), e M.W.F. (26 anos), estão ligados a um incêndio uma loja de roupa situada à rua Doutor Campolina, ocorrido no dia 8 de julho.

Os quatro acusados negaram ligação com os crimes e aguardam na prisão enquanto a Polícia Civil investiga a materialidade das provas e em seguida os inquéritos serão encaminhados a Justiça. Caso condenados, eles podem pegar de 2 a 6 anos por crime qualificado e de 3 a 8 anos por crime de incêndio.

Todos os acusados têm passagem pela polícia por crime contra o patrimônio.