Lei facilita acesso dos lafaietenses às tarifas sociais da Copasa e Cemig

13
Os vereadores Alan Teixeira e Darcy da Barreira/CORREIO DE MINAS

Foi aprovado, em primeira discussão, na sessão desta semana, na Câmara, um projeto que vai orientar os beneficiários do Cadastro Único, ou CAD Único, tenham acesso as tarifas sociais das concessionárias Copasa e Cemig. “Nossa intenção é que as pessoas que procuram para se inscrever no CAD Único sejam orientadas pelos profissionais para que busquem seus direitos de acesso às tarifas sociais. É uma forma de esclarecer e nosso dever de promover a inserção dos lafaietenses a estes programas sociais”, disse o vereador Alan Texeira (PHS), um dos autores do projeto.

Na avaliação do vereador Darcy da Barreira (SD) a iniciativa do legislativo reforça e amplia o acesso das famílias carentes a seus direitos básicos. “A grande parte das pessoas ainda não busca seus direitos. Cabe ao poder público informar e reforçar que eles podem se inscrever nos programas. O projeto é revestido do espírito de cidadania”, afirmou o vereador que também assina a coautoria do projeto na Casa.

Números

Segundo levantamento dos dois vereadores, em Lafaiete, existem 1.780 moradores cadastrados que conseguiram a concessão da tarifa social da Cemig. Já na Copasa são em torno de 12.619 pessoas.

Segundo os vereadores, a diferenças entre os beneficiários é um indício de que grande parte da população desconhece os programas sociais e não se habilitaram nas tarifas sociais, em, especial da Cemig.