Parceiros avançam na formatação do roteiro turístico do Caminho Mineiro de São Tiago de Compostela

13
Parceiros avançam na formatação do roteiro turístico do Caminho Mineiro de São Tiago de Compostela/Reprodução

Em São Tiago, parada obrigatória dos tropeiros em direção a Goiás, no século XVIII, daí o título de “terra do café com biscoito”, onde ainda os fornos a lenha aquecem e assam os quitudes mais deliciosos da rica culinária mineira, ocorreu a 4º encontro das cidades que uniram para criação mais um roteiro turístico, a princípio denominado de “Caminho Brasileiro de São Tiago”,e “Caminho de São Tiago & Santa Rita de Ouro Preto”, entre várias sugestões que tem surgido para o nome dessa “trilha de fé, peregrinação, turismo, desenvolvimento e inclusão social” como definiu o Dr. Elias, há 10 anos, quando lançou a idéia desse caminho.

Os prefeitos, lideranças e entidades, que buscam a formatação e finalização do projeto, foram recebidos com a peculiar hospitalidade mineira pelo prefeito de São Tiago, Denilson Reis (PSDB), em um local que representa e identifica a cultura local de mais de 2 séculos de existência da cidade. É um espaço rústico situado, na praça central, que funciona como ponto turístico e de degustação no qual remete a uma viagem histórica de resgate e de conhecimento do fazer de quitudes tradicionais como exemplo as roscas rainhas, pães de queijos, broas de fubá e biscoitos de polvilho, dentro um ambiente característico rural onde um forno assa as mais variadas delícias das tradicionais receitas locais. “Criar um roteiro turístico dá muito trabalho. Imaginem fazer isso em conjunto com outros 10 municípios, sendo estes participantes de 3 diferentes Circuitos Turísticos?”, assim expressou Denilson, dados a complexidade, mobilização e o arranjo social que exigem a iniciativa e todo o processo que cerca a criação do roteiro.

Parceiros avançam na formatação do roteiro turístico do Caminho Mineiro de São Tiago de Compostela/Reprodução

Após a recepção, os participantes se reuniram na Câmara Municipal quando avançaram na roteirização e na consolidação do projeto como alternativa viável de crescimento econômico integrado de forma associativista em torno do turismo, mola que será propulsora na geração de negócios, empregos e empreendimentos ao longo dos mais de 200 km que ligarão São Tiago ao Distrito Santa Rita de Ouro Preto. A intenção é atrair adeptos dos esportes, seja caminhada, bike, cavalo ou outra modalidade, como também turistas para conhecer de perto os municípios envolvidos, seja nas belezas naturais, no patrimônio histórico, na gastronomia, no artesanato, da culinária, nas artes ou na cultura.

O novo roteiro turístico, cultural e religioso já ganhou adesão e apoio do Governo do Estado, tanto que os prefeitos querem até o final deste ano por em funcionamento do Caminho Brasileiro de São Tiago de Compostela. As lideranças a cada reunião afinam as ações, acertam detalhes da formatação do projeto e buscam a mobilização de novos parceiros. O idealizador do percurso, o médico lafaietense Elias de Lima, que há mais de 8 concebeu o projeto, acredita que o projeto avança, mas depende da mobilização dos todos os setores envolvidos. A próxima reunião acontece no mês de setembro em data e local a serem definidos. São 11 municípios integrantes (São Tiago, Ritápolis, Resende Costa, Cel Xavier Chaves, Lagoa Dourada, Entre Rios de Minas, Queluzito, Casa Grande, Lafaiete, Ouro Branco e Ouro Preto).