Região vai ganhar o primeiro centro de Referência da Agricultura Familiar da América Latina

5
Região já começa a diversificar sua economia criando políticas contra a dependência da atividade mineraria e siderúrgica/Foto:Reprodução
Região já começa a diversificar sua economia criando políticas contra a dependência da atividade mineraria e siderúrgica/Foto:Reprodução
Região já começa a diversificar sua economia criando políticas contra a dependência da atividade mineraria e siderúrgica/Foto:Reprodução

O CODAP (Consórcio Público de Desenvolvimento do Alto Paraopeba) conquista mais um avanço em torno de um projeto estruturador e busca de alternativa econômica regional.

Hoje, dia 10, às 14:00 horas, acontece a cerimônia de assinatura do Termo de Concessão da área onde será implantado o Centro de Referência da Agricultura Familiar em Territórios Mineradores do Alto Paraopeba. O evento aconteceu na Fazenda de Carreiras, Estrada Real, em Ouro Branco, na MG 129.

A Gerdau fará a concessão do espaço para instalação da futura sede do projeto, que conta com a parceria da CODAP (Consórcio Público para o Desenvolvimento do Alto Paraopeba), EMBRAPA (Milho e Sorgo – Unidade de Sete Lagoas), EPAMIG, EMATER-MG, Prefeitura de Ouro Branco e o Instituto Quadrilátero – Geopark.

O Centro de Referência da Agricultura Familiar em Territórios Mineradores funcionará como uma fazenda experimental, que terá como principal objetivo promover e desenvolver estudos, tecnologias e assistências técnicas voltadas à sustentabilidade regional da cadeia produtiva da pequena agricultura local. Será o primeiro Centro de Referência da Agricultura Familiar da América Latina com essa tipicidade, a tratar da agricultura familiar em regiões mineradoras.