Preços de materiais escolares têm variações de mais de 600% em sites

Pesquisa foi realizada pelo Procon do Rio de Janeiro

Levantamento de preços de 157 itens escolares mais procurados neste início de ano, realizado pelo Procon do Estado do Rio de Janeiro (Procon RJ), encontrou variações superiores a 600%, em dez sites pesquisados, entre produtos da mesma marca, como canetas, borrachas, lápis, corretivos, entre outros. Como a pesquisa foi realizada entre os dias 2 e 5 deste mês, os valores podem ter sofrido alterações. O Procon RJ explicou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a sondagem foi feita no comércio eletrônico, buscando sempre o menor valor entre os fornecedores.

Os agentes do Procon RJ identificaram, por exemplo, variação de 639,13% para uma borracha branca. Outra borracha plástica com cinta custava, em um determinado site, R$ 1,38 e, em outro, R$ 9,90. As menores variações foram observadas para uma tesoura, que oscilou 3,16%, e um caderno de caligrafia de 48 folhas (3,41%).

O monitoramento constatou que as maiores médias de preços foram verificadas no compasso de precisão e em uma agenda. Já as menores foram encontradas em borrachas. O presidente da autarquia, Cássio Coelho, destacou que a realização desse levantamento de valores já é uma tradição no Procon RJ. “Observamos que ajuda o consumidor a economizar, pois comprovamos que, se houver pesquisa, é possível encontrar o mesmo produto, da mesma marca, em estabelecimentos diferentes, com grandes variações de preços”, afirmou.

Com o objetivo de esclarecer as principais dúvidas que pais e responsáveis têm nessa época do ano, o Procon RJ está divulgando cartilha com orientações sobre lista de material escolar, matrícula, rematrícula, reajuste, entre outros temas. A cartilha está disponível para os consumidores no site do Procon RJ.

Orientações

Uma das questões diz respeito à matrícula. O aluno já matriculado e adimplente tem direito de renovar sua matrícula. No entendimento do Procon RJ, a escola não pode restringir a renovação de matrícula de forma unilateral, salvo se houver justificativa razoável. No caso de inadimplência, a autarquia adverte que a escola não pode romper o contrato escolar enquanto transcorrer o ano letivo. E deixa claro que o aluno em débito não pode sofrer punições pedagógicas, como impedimento para assistir aulas ou fazer provas, retenção de documentos ou dificuldade em possível transferência de escola.

Em relação a alunos com deficiência, a cartilha explica que a instituição de ensino não pode negar matrícula. Esse aluno terá direito a acompanhamento e apoio especializados, com recursos de acessibilidade. A escola também não pode cobrar valor adicional, ou mensalidade maior, para o aluno com deficiência.

Outra dica importante é relativa a materiais solicitados pela escola. De acordo com o Procon RJ, a escola só poderá solicitar aos alunos materiais adequados e em quantidade necessária à realização das atividades previstas em seu plano pedagógico, que deverá estar acessível a quem solicitar. Não é permitida a determinação de marcas na lista de material escolar, sendo o responsável livre para comprar o produto solicitado da marca que lhe convier. É proibida também a solicitação de materiais de uso coletivo como, por exemplo, produtos de higiene e limpeza e tintas para a impressora da escola.

A cartilha indica ainda que o reajuste do valor da anuidade só pode ser aplicado uma vez por ano, no momento da renovação do contrato.

FONTE AGÊNCIA BRASIL

Homem é preso suspeito de matar o marido da amante no interior de MG

A vítima foi baleada em casa, ao lado da esposa e do neto; polícia apreendeu a arma utilizada no crime

Um homem de 59 anos foi preso suspeito de matar um idoso, de 62, no Córrego Santo Antônio, em Nova Belém, na região do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. A vítima estava em casa com a esposa, de 47 anos, e o neto, de 4, quando o crime ocorreu. O caso foi na noite da última terça-feira (9 de janeiro).

De acordo com a Polícia Militar, a esposa da vítima disse que estava no quarto com o neto quando escutou um homem chamando o seu companheiro pelo apelido. Ela afirmou que, em seguida, ouviu o barulho de disparos de arma de fogo e, ao sair do quarto, viu o esposo caído e baleado.

Durante o relato aos militares, a mulher disse conhecer o suspeito do crime. Ela afirmou que se tratava de um homem com quem tinha um relacionamento extraconjugal. Aos policiais, ela revelou ter visto ele fugir do local do crime logo após os disparos.

A mulher contou ainda que durante a semana a vítima e o suspeito teriam discutido. O desentendimento teria sido provocado por causa de um problema na fazenda do sogro dela. Ela disse que essa pode ter sido a motivação do crime.

De acordo com a Polícia Militar, a esposa da vítima disse que estava no quarto com o neto quando escutou um homem chamando o seu companheiro pelo apelido. Ela afirmou que, em seguida, ouviu o barulho de disparos de arma de fogo e, ao sair do quarto, viu o esposo caído e baleado.

Durante o relato aos militares, a mulher disse conhecer o suspeito do crime. Ela afirmou que se tratava de um homem com quem tinha um relacionamento extraconjugal. Aos policiais, ela revelou ter visto ele fugir do local do crime logo após os disparos.

A mulher contou ainda que durante a semana a vítima e o suspeito teriam discutido. O desentendimento teria sido provocado por causa de um problema na fazenda do sogro dela. Ela disse que essa pode ter sido a motivação do crime.

A perícia da Polícia Civil foi acionada para investigar o caso. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

FONTE O TEMPO

Preço do ETANOL cai 11,6% no primeiro ano do GOVERNO LULA

Os motoristas do país abastecem regularmente o tanque de combustível de seus veículos. Muitos escolhem o etanol, mas vários outros preferem a gasolina. Na verdade, os preços destes itens influenciam o volume consumido pelos brasileiros, que costumam buscar a opção mais rentável.

Em 2023, o etanol ganhou bastante espaço no país, registrando uma queda de 11,6% em relação a 2022. Em outras palavras, os motoristas que utilizam o biocombustível tiveram muito o que comemorar no primeiro ano do governo Lula.

A saber, o preço médio do litro do etanol estava custando R$ 3,87 na última semana de 2022, durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. Entretanto, na última semana de 2023, o valor médio do biocombustível custou R$ 3,42, ou seja, estava 45 centavos mais barato.

Essa redução é bastante expressiva e tende a impactar o orçamento das famílias. Isso porque os motoristas abastecem seus veículos várias vezes no mês, e qualquer redução no preço do etanol é positiva para os consumidores. Por isso que os brasileiros comemoraram os valores observados nas bombas do país no primeiro ano do governo Lula.

Por outro lado, a gasolina ficou 12,5% mais cara em 2023, na comparação com o ano anterior. Em suma, isso aconteceu, principalmente, por causa do retorno da cobrança de alguns impostos federais e estaduais, que encareceram o combustível nas bombas do país.

A propósito, estes dados fazem parte do levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A entidade coleta desde 2004 os preços do etanol, da gasolina e do diesel em milhares de postos do país e divulga semanalmente os valores.

Preço do etanol está no menor nível em 14 meses

De acordo com os dados da ANP, o preço do litro do etanol caiu para o menor nível desde a semana encerrada em 8 de outubro de 2022, quando o litro estava custando R$ 3,40 no país. Significa que os consumidores estão aproveitando os valores mais acessíveis em quase 14 meses.

Em 2023, o etanol ficou mais barato em quatro regiões brasileiras: Centro-Oeste (-51 centavos), Sudeste (-48 centavos), Sul (-43 centavos) e Nordeste (-3 centavos). A única exceção foi o Norte, onde o combustível ficou 20 centavos mais caro em relação a 2022.

Com o acréscimo destas variações, os valores chegaram aos seguintes patamares:

  • Norte: R$ 4,31;
  • Nordeste: R$ 3,99;
  • Sul: R$ 3,79;
  • Sudeste: R$ 3,35;
  • Centro-Oeste: R$ 3,21.

Em resumo, os moradores do Norte do país sofreram com os valores mais elevados. A região apresentou um preço médio 26% maior que a média nacional. Em contrapartida, as pessoas que moram na região Centro-Oeste conseguiram aproveitar um valor 6,1% menor que o preço médio do país.

Etanol fica mais caro em 7 estados em 2023

ANP também revelou que, em 2023, sete estados comercializaram o etanol a preços mais elevados que no final de 2022. Veja abaixo onde o biocombustível ficou mais caro no ano passado:

  • Amazonas: 51 centavos;
  • Amapá: 42 centavos;
  • Rondônia: 39 centavos;
  • Sergipe: 30 centavos;
  • Rio Grande do Norte: 20 centavos;
  • Paraíba: 8 centavos
  • Bahia: 2 centavos.

O preço do etanol subiu apenas em estados do Norte e do Nordeste em 2023, mas apenas em alguns deles. Nas demais regiões, os valores caíram em relação a 2022, para alívio dos motoristas.

Preços mais elevados vêm do Norte

A saber, nenhum estado do Norte comercializou o etanol a preços inferiores à taxa nacional (R$ 3,42). Isso explica por que a região tem atualmente o maior preço médio do país. Aliás, o menor valor do Norte foi observado no Tocantins, que comercializou o combustível a R$ 3,99, preço 16,7% maior que a taxa média nacional.

Veja os maiores valores médios do país na última semana de 2023:

  1. Amapá: R$ 5,34;
  2. Rondônia: R$ 4,89;
  3. Roraima: R$ 4,84;
  4. Acre: R$ 4,74;
  5. Rio Grande do Sul: R$ 4,44;
  6. Rio Grande do Norte: R$ 4,38;
  7. Amazonas: R$ 4,32.

Em suma, os consumidores que moram em estados da região Norte sofreram para conseguir abastecer o tanque de combustível dos seus veículos com etanol. Os valores mais elevados no país foram registrados na região, que apresentou um preço médio bem mais elevado que as demais.

Confira os valores mais acessíveis do país

Diante de valores muitos altos, os motoristas procuram os postos de combustíveis com os preços mais baratos para abastecerem o tanque de combustível dos seus veículos. De acordo com os dados da ANP, alguns estados apresentaram valores bastante acessíveis aos consumidores, abaixo da média nacional.

Confira os locais onde o etanol teve os valores mais acessíveis na última semana de 2023:

  1. Mato Grosso: R$ 3,07;
  2. Mato Grosso do Sul: R$ 3,27;
  3. Goiás: R$ 3,28;
  4. São Paulo: R$ 3,30;
  5. Minas Gerais: R$ 3,39;
  6. Distrito Federal: R$ 3,54.

FONTE NOTÍCIAS CONCURSOS

Esta espécie de galinha pode chegar a custar 28 mil reais; entenda motivo

Veja as características dessa espécie de galinha e a razão do seu valor tão elevado.

Imagine uma galinha tão escura que até sua carne é preta! Uma verdadeira maravilha da natureza que desafia a estética convencional das aves de capoeira.

Essa criação, conhecida como “Ayam Cemani”, é considerada a “galinha dos ovos de ouro” devido às suas características únicas.

Originária de uma história que abrange vários séculos, essa raça de galinha totalmente preta tem conquistado a atenção e o fascínio de criadores de aves em todo o mundo.

Fonte: BIOSPHOTO, ALAMY/Reprodução

A galinha mais pigmentada do planeta

A Ayam Cemani é, sem dúvida, a criatura mais pigmentada do planeta. Cada parte de seu corpo, desde as penas até a pele e a carne, é intensamente escura.

Sua plumagem negra profunda é um espetáculo de beleza natural, capturando a atenção de observadores e entusiastas de aves.

O que torna essa raça ainda mais notável é a sua carne, que também é preta, algo que a diferencia drasticamente de outras raças de galinhas comuns.

Uma origem de longa data

A história da Ayam Cemani remonta a vários séculos na Indonésia, mais especificamente na ilha de Java. Sua origem está envolta em lendas e mitos, e a raça é altamente valorizada na cultura indonésia.

Acredita-se que essa ave tenha sido trazida para a Europa por exploradores nos séculos XVIII e XIX, onde sua singularidade logo chamou a atenção.

Alto valor de mercado

A Ayam Cemani é tão única que seu valor é consideravelmente alto. Na verdade, esse animal pode chegar a custar cerca de R$ 28.000,00, o que é notável quando comparado ao custo de outras raças de galinhas comuns.

Essa elevada avaliação está associada à raridade e à demanda por essa ave excepcional. Criadores e entusiastas em todo o mundo estão dispostos a investir em Ayam Cemani por causa de sua singularidade e beleza.

As características da Ayam Cemani

  • Porte médio: essa galinha tem um porte médio, com um corpo compacto e musculoso. Ela é conhecida por ser excelente poedeira e mãe cuidadosa.
  • Temperamento calmo: Ayam Cemani é geralmente dócil e tranquila, o que a torna uma boa escolha para criadores que desejam aves de fácil manejo.
  • Ovos pequenos, mas excepcionais: as galinhas da espécie Ayam Cemani põem ovos de tamanho médio a pequeno, mas a casca dos ovos é branca, criando um contraste impressionante com sua aparência totalmente negra.
  • Tamanho da ninhada: uma das características mais notáveis é a habilidade da Ayam Cemani de ser uma mãe excelente, frequentemente chocando grandes ninhadas.

O fascínio global pela Ayam Cemani

A Ayam Cemani tem um apelo universal que transcende as fronteiras culturais e geográficas. Em várias partes do mundo, criadores e entusiastas de aves se dedicam a cuidar dessa raça única e a preservá-la. Além de sua beleza, ela também simboliza a diversidade e a riqueza da criação de aves.

FONTE CAPITALIST

Esta espécie de galinha pode chegar a custar 28 mil reais; entenda motivo

Veja as características dessa espécie de galinha e a razão do seu valor tão elevado.

Imagine uma galinha tão escura que até sua carne é preta! Uma verdadeira maravilha da natureza que desafia a estética convencional das aves de capoeira.

Essa criação, conhecida como “Ayam Cemani”, é considerada a “galinha dos ovos de ouro” devido às suas características únicas.

Originária de uma história que abrange vários séculos, essa raça de galinha totalmente preta tem conquistado a atenção e o fascínio de criadores de aves em todo o mundo.

Fonte: BIOSPHOTO, ALAMY/Reprodução

A galinha mais pigmentada do planeta

A Ayam Cemani é, sem dúvida, a criatura mais pigmentada do planeta. Cada parte de seu corpo, desde as penas até a pele e a carne, é intensamente escura.

Sua plumagem negra profunda é um espetáculo de beleza natural, capturando a atenção de observadores e entusiastas de aves.

O que torna essa raça ainda mais notável é a sua carne, que também é preta, algo que a diferencia drasticamente de outras raças de galinhas comuns.

Uma origem de longa data

A história da Ayam Cemani remonta a vários séculos na Indonésia, mais especificamente na ilha de Java. Sua origem está envolta em lendas e mitos, e a raça é altamente valorizada na cultura indonésia.

Acredita-se que essa ave tenha sido trazida para a Europa por exploradores nos séculos XVIII e XIX, onde sua singularidade logo chamou a atenção.

Alto valor de mercado

A Ayam Cemani é tão única que seu valor é consideravelmente alto. Na verdade, esse animal pode chegar a custar cerca de R$ 28.000,00, o que é notável quando comparado ao custo de outras raças de galinhas comuns.

Essa elevada avaliação está associada à raridade e à demanda por essa ave excepcional. Criadores e entusiastas em todo o mundo estão dispostos a investir em Ayam Cemani por causa de sua singularidade e beleza.

As características da Ayam Cemani

  • Porte médio: essa galinha tem um porte médio, com um corpo compacto e musculoso. Ela é conhecida por ser excelente poedeira e mãe cuidadosa.
  • Temperamento calmo: Ayam Cemani é geralmente dócil e tranquila, o que a torna uma boa escolha para criadores que desejam aves de fácil manejo.
  • Ovos pequenos, mas excepcionais: as galinhas da espécie Ayam Cemani põem ovos de tamanho médio a pequeno, mas a casca dos ovos é branca, criando um contraste impressionante com sua aparência totalmente negra.
  • Tamanho da ninhada: uma das características mais notáveis é a habilidade da Ayam Cemani de ser uma mãe excelente, frequentemente chocando grandes ninhadas.

O fascínio global pela Ayam Cemani

A Ayam Cemani tem um apelo universal que transcende as fronteiras culturais e geográficas. Em várias partes do mundo, criadores e entusiastas de aves se dedicam a cuidar dessa raça única e a preservá-la. Além de sua beleza, ela também simboliza a diversidade e a riqueza da criação de aves.

FONTE CAPITALIST

Ford confirma retorno TRIUNFAL de carro amado pelos brasileiros! Modelo chega ao mercado em 2024 com preço incrível 

Ford Territory 2024: A revolução do clássico amado pelos brasileiros retorna com design inovador!

A Ford surpreende o mercado nacional com o retorno de um aclamado modelo. Segundo dados, o Ford Territory 2024 estará disponível novamente no mercado automotivo em breve. Essa notícia, que parecia um sonho para diversas pessoas, agora se torna realidade, e o veículo chega para competir de forma mais intensa no setor de SUVs compactos.

Novo carro da Ford pode ser apresentado no Festival Interlagos Carros

O modelo em questão é o Territory 2024, que anteriormente estava sendo substituído por outro SUV médio, o Equator Sport, seguindo uma estratégia aplicada em todos os países, exceto na China. Segundo fontes, o lançamento do Ford Territory no mercado nacional está programado para este ano ainda e será apresentado no Festival Interlagos Carros.

Essa é uma nova investida da Ford para ganhar espaço no setor de SUVs compactos, atendendo às expectativas dos consumidores. O novo Ford Territory 2024 apresenta dimensões robustas, medindo 3,63 metros de comprimento, 1,75 metros de altura e com um entre-eixos de 2,72 metros. O modelo se posicionará entre os maiores modelos da categoria, sendo mais longo que o Jeep Compass, que conta com 4,46 metros de comprimento.

A montadora possui planos ambiciosos para o mercado brasileiro, com o novo Territory 2024 sendo um dos 10 lançamentos previstos para este ano. A montadora enfatiza o custo-benefício do modelo, o que sugere que ele deve manter um preço acessível dentro do setor, estimado em cerca de R$ 230 mil.

Vale ressaltar que o Ford Territory original foi lançado em agosto de 2020, entretanto teve uma breve passagem na Argentina, durando menos de três anos no país. Entretanto, as informações indicam que a nova geração do Ford Territory 2024 já está disponível e seu retorno triunfal promete esquentar as vendas na Argentina.

Ford Territory 2024 entrega 150 cavalos

Da antiga versão, sobrou apenas o nome, a base do motor 1.5 turbo e o sistema de freios a disco. Todo o resto é novo e a montadora espera que esta nova geração possa melhorar o desempenho após uma passagem apagada do modelo antigo, que emplacou apenas 5.401 unidades em quatro anos.

O interior do Ford Territory 2024 segue a linguagem visual de outros SUVs chineses e ganha destaque pelas duas telas de 12,3 polegadas interligadas. O console central é alto e possui dois andares.

O motor 1.5 turbo da família EcoBoost, com injeção direta e comando variável, possui capacidade para entregar 169 cavalos de potência e 25,5 kgfm de torque. O antigo câmbio CVT foi substituído por uma nova unidade automatizada de dupla embreagem de sete marchas.

Já em relação ao desempenho e consumo, o Ford Territory pode ir de 0  a 100 km em apenas 10,3 segundos, sendo apenas 0,4 segundo mais lento que o Jeep. O Inmetro divulga consumo de 9,5 km/l, na cidade e 11,9 km/l na estrada.

Ford começa vendas do seu primeiro carro elétrico no Brasil

A Ford começa a vender em outubro seu primeiro carro elétrico no mercado nacional, o Mustang Mach-E. O esportivo 100% elétrico é um dos ícones do programa global de eletrificação da montadora. Lançado em 2021 nos EUA, o Mustang Mach-E agora é o segundo mais comercializado em sua categoria no mercado norte-americano, com mais de 90 mil unidades já vendidas. 

Na Europa, o modelo também foi bem recebido, alcançando a marca de 50 mil unidades em março. Além disso, obteve nota máxima em avaliações de segurança no EuroNCAP e do IHS, duas entidades respeitáveis em avaliação de segurança veicular nos respectivos mercados.

FONTE CLICK PETROLEO E GAS

Ford confirma retorno TRIUNFAL de carro amado pelos brasileiros! Modelo chega ao mercado em 2024 com preço incrível 

Ford Territory 2024: A revolução do clássico amado pelos brasileiros retorna com design inovador!

A Ford surpreende o mercado nacional com o retorno de um aclamado modelo. Segundo dados, o Ford Territory 2024 estará disponível novamente no mercado automotivo em breve. Essa notícia, que parecia um sonho para diversas pessoas, agora se torna realidade, e o veículo chega para competir de forma mais intensa no setor de SUVs compactos.

Novo carro da Ford pode ser apresentado no Festival Interlagos Carros

O modelo em questão é o Territory 2024, que anteriormente estava sendo substituído por outro SUV médio, o Equator Sport, seguindo uma estratégia aplicada em todos os países, exceto na China. Segundo fontes, o lançamento do Ford Territory no mercado nacional está programado para este ano ainda e será apresentado no Festival Interlagos Carros.

Essa é uma nova investida da Ford para ganhar espaço no setor de SUVs compactos, atendendo às expectativas dos consumidores. O novo Ford Territory 2024 apresenta dimensões robustas, medindo 3,63 metros de comprimento, 1,75 metros de altura e com um entre-eixos de 2,72 metros. O modelo se posicionará entre os maiores modelos da categoria, sendo mais longo que o Jeep Compass, que conta com 4,46 metros de comprimento.

A montadora possui planos ambiciosos para o mercado brasileiro, com o novo Territory 2024 sendo um dos 10 lançamentos previstos para este ano. A montadora enfatiza o custo-benefício do modelo, o que sugere que ele deve manter um preço acessível dentro do setor, estimado em cerca de R$ 230 mil.

Vale ressaltar que o Ford Territory original foi lançado em agosto de 2020, entretanto teve uma breve passagem na Argentina, durando menos de três anos no país. Entretanto, as informações indicam que a nova geração do Ford Territory 2024 já está disponível e seu retorno triunfal promete esquentar as vendas na Argentina.

Ford Territory 2024 entrega 150 cavalos

Da antiga versão, sobrou apenas o nome, a base do motor 1.5 turbo e o sistema de freios a disco. Todo o resto é novo e a montadora espera que esta nova geração possa melhorar o desempenho após uma passagem apagada do modelo antigo, que emplacou apenas 5.401 unidades em quatro anos.

O interior do Ford Territory 2024 segue a linguagem visual de outros SUVs chineses e ganha destaque pelas duas telas de 12,3 polegadas interligadas. O console central é alto e possui dois andares.

O motor 1.5 turbo da família EcoBoost, com injeção direta e comando variável, possui capacidade para entregar 169 cavalos de potência e 25,5 kgfm de torque. O antigo câmbio CVT foi substituído por uma nova unidade automatizada de dupla embreagem de sete marchas.

Já em relação ao desempenho e consumo, o Ford Territory pode ir de 0  a 100 km em apenas 10,3 segundos, sendo apenas 0,4 segundo mais lento que o Jeep. O Inmetro divulga consumo de 9,5 km/l, na cidade e 11,9 km/l na estrada.

Ford começa vendas do seu primeiro carro elétrico no Brasil

A Ford começa a vender em outubro seu primeiro carro elétrico no mercado nacional, o Mustang Mach-E. O esportivo 100% elétrico é um dos ícones do programa global de eletrificação da montadora. Lançado em 2021 nos EUA, o Mustang Mach-E agora é o segundo mais comercializado em sua categoria no mercado norte-americano, com mais de 90 mil unidades já vendidas. 

Na Europa, o modelo também foi bem recebido, alcançando a marca de 50 mil unidades em março. Além disso, obteve nota máxima em avaliações de segurança no EuroNCAP e do IHS, duas entidades respeitáveis em avaliação de segurança veicular nos respectivos mercados.

FONTE CLICK PETROLEO E GAS

POLÊMICA sobre CARTEIRA DE MOTORISTA preocupa brasileiros: o que está acontecendo AGORA?

O custo para tirar o documento é bastante alto

Ter a carteira de motorista é um objetivo compartilhado por muitos brasileiros. Isso porque representa um investimento na liberdade pessoal e independência. Portanto, anualmente, um grande número de pessoas se inscreve nos cursos teóricos e práticos oferecidos pelas autoescolas. Dessa forma, se inicia o processo junto ao Detran estadual para obter o documento.

No entanto, uma questão amplamente debatida é o custo envolvido em todo esse processo até se ter a carteira de trabalho em mãos. Devido a essa preocupação, está em discussão a possibilidade de eliminar a obrigatoriedade dos cursos ministrados pelas autoescolas. Mas, será que isso realmente será benéfico?

Custos da carteira de motorista atualmente no Brasil

Como mencionado anteriormente, conquistar o documento é um desejo de muitos brasileiros. Tem pessoas que mal podem esperar para completar os 18 anos e iniciar o processo. No entanto, em muitas regiões do país, o custo para realizar esse sonho é proibitivamente alto, e diversos brasileiros não têm condições financeiras de arcar com ele.

Em algumas localidades, somando-se as taxas do Detran e os custos das autoescolas, o valor pode chegar a, ou até mesmo ultrapassar, R$ 3 mil, apenas para obter o direito de dirigir nas estradas brasileiras.

Aqueles que não têm condições de pagar esse montante se veem em uma situação difícil. Chegam até a correr o risco de enfrentar penalidades severas caso não cumpram os requisitos e sejam pegos pela fiscalização de trânsito.

Visando abordar esse problema, um projeto de lei nº 6.485/19 está em andamento no Congresso Nacional. A intenção é alterar as regras de obrigatoriedade dos cursos ministrados pelas autoescolas nas categorias A e B.

Os cursos ministrados nas autoescolas não serão mais obrigatórios?

É importante ressaltar que a ideia ainda está em discussão. No entanto, a senadora Kátia Abreu apresentou a proposta de reduzir os custos da carteira de motorista. Para isso, haverá a eliminação da obrigatoriedade dos cursos teóricos e práticos. O resultado seria um desconto de aproximadamente 80% no valor total pago para obter o documento.

Contudo, mesmo se a medida for aprovada, ainda será necessário realizar as provas, é claro. No entanto, os candidatos terão a liberdade de estudar sozinhos para a prova teórica. Já na preparação para a prova prática, os alunos poderão contar com o apoio de seus familiares ou outros instrutores.

A data exata para a tomada de decisão ainda não está definida, mas continua sendo aguardada com expectativa. É fundamental esclarecer que as autoescolas continuarão a existir e a oferecer seus serviços, mas de forma opcional para aqueles que desejam obter a carteira de motorista.

Para os profissionais que desejarem continuar atuando nessa área, também haverá a oportunidade de se associarem aos Detran’s de seus estados. Com isso, poderão se tornar instrutores para a futura prova prática. Embora os proprietários desses estabelecimentos de treinamento possam inicialmente enfrentar desafios com a decisão, há sempre oportunidades de reinvenção no mercado.

POLÊMICA sobre CARTEIRA DE MOTORISTA preocupa brasileiros: o que está acontecendo AGORA?
O custo para tirar o documento é bastante alto – Imagem: Autoescola Online

Programa que oferece carteira de motorista de graça é outra solução

O procedimento para adquirir a carteira de motorista através do CNH Social começa com a observância de todos os critérios indicados no edital do estado onde o indivíduo reside e aspira a uma vaga.

Adicionalmente, cada cidadão que almeja inscrever-se deve:

  • Possuir pelo menos 18 anos de idade;
  • Manter um registro ativo no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal);
  • Demonstrar habilidade de leitura e escrita;
  • Não estar sob impedimento legal para obter uma Carteira de Habilitação;
  • Dispor de documentos de identificação, a saber, RG e CPF;
  • Ser classificado como pertencente a uma camada de renda reduzida.

Outra disposição crucial refere-se à confirmação do endereço de residência ou domicílio em um estado que concede a oportunidade de adquirir a carteira de motorista sem custos. Isso porque o programa CNH Social não está disponível em todo o território nacional. São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro estão entre os estados que não participam dessa iniciativa governamental.

FONTE NOTÍCIAS CONCURSOS

POLÊMICA sobre CARTEIRA DE MOTORISTA preocupa brasileiros: o que está acontecendo AGORA?

O custo para tirar o documento é bastante alto

Ter a carteira de motorista é um objetivo compartilhado por muitos brasileiros. Isso porque representa um investimento na liberdade pessoal e independência. Portanto, anualmente, um grande número de pessoas se inscreve nos cursos teóricos e práticos oferecidos pelas autoescolas. Dessa forma, se inicia o processo junto ao Detran estadual para obter o documento.

No entanto, uma questão amplamente debatida é o custo envolvido em todo esse processo até se ter a carteira de trabalho em mãos. Devido a essa preocupação, está em discussão a possibilidade de eliminar a obrigatoriedade dos cursos ministrados pelas autoescolas. Mas, será que isso realmente será benéfico?

Custos da carteira de motorista atualmente no Brasil

Como mencionado anteriormente, conquistar o documento é um desejo de muitos brasileiros. Tem pessoas que mal podem esperar para completar os 18 anos e iniciar o processo. No entanto, em muitas regiões do país, o custo para realizar esse sonho é proibitivamente alto, e diversos brasileiros não têm condições financeiras de arcar com ele.

Em algumas localidades, somando-se as taxas do Detran e os custos das autoescolas, o valor pode chegar a, ou até mesmo ultrapassar, R$ 3 mil, apenas para obter o direito de dirigir nas estradas brasileiras.

Aqueles que não têm condições de pagar esse montante se veem em uma situação difícil. Chegam até a correr o risco de enfrentar penalidades severas caso não cumpram os requisitos e sejam pegos pela fiscalização de trânsito.

Visando abordar esse problema, um projeto de lei nº 6.485/19 está em andamento no Congresso Nacional. A intenção é alterar as regras de obrigatoriedade dos cursos ministrados pelas autoescolas nas categorias A e B.

Os cursos ministrados nas autoescolas não serão mais obrigatórios?

É importante ressaltar que a ideia ainda está em discussão. No entanto, a senadora Kátia Abreu apresentou a proposta de reduzir os custos da carteira de motorista. Para isso, haverá a eliminação da obrigatoriedade dos cursos teóricos e práticos. O resultado seria um desconto de aproximadamente 80% no valor total pago para obter o documento.

Contudo, mesmo se a medida for aprovada, ainda será necessário realizar as provas, é claro. No entanto, os candidatos terão a liberdade de estudar sozinhos para a prova teórica. Já na preparação para a prova prática, os alunos poderão contar com o apoio de seus familiares ou outros instrutores.

A data exata para a tomada de decisão ainda não está definida, mas continua sendo aguardada com expectativa. É fundamental esclarecer que as autoescolas continuarão a existir e a oferecer seus serviços, mas de forma opcional para aqueles que desejam obter a carteira de motorista.

Para os profissionais que desejarem continuar atuando nessa área, também haverá a oportunidade de se associarem aos Detran’s de seus estados. Com isso, poderão se tornar instrutores para a futura prova prática. Embora os proprietários desses estabelecimentos de treinamento possam inicialmente enfrentar desafios com a decisão, há sempre oportunidades de reinvenção no mercado.

POLÊMICA sobre CARTEIRA DE MOTORISTA preocupa brasileiros: o que está acontecendo AGORA?
O custo para tirar o documento é bastante alto – Imagem: Autoescola Online

Programa que oferece carteira de motorista de graça é outra solução

O procedimento para adquirir a carteira de motorista através do CNH Social começa com a observância de todos os critérios indicados no edital do estado onde o indivíduo reside e aspira a uma vaga.

Adicionalmente, cada cidadão que almeja inscrever-se deve:

  • Possuir pelo menos 18 anos de idade;
  • Manter um registro ativo no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal);
  • Demonstrar habilidade de leitura e escrita;
  • Não estar sob impedimento legal para obter uma Carteira de Habilitação;
  • Dispor de documentos de identificação, a saber, RG e CPF;
  • Ser classificado como pertencente a uma camada de renda reduzida.

Outra disposição crucial refere-se à confirmação do endereço de residência ou domicílio em um estado que concede a oportunidade de adquirir a carteira de motorista sem custos. Isso porque o programa CNH Social não está disponível em todo o território nacional. São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro estão entre os estados que não participam dessa iniciativa governamental.

FONTE NOTÍCIAS CONCURSOS

Cerveja pode ficar 10% mais cara em Minas com aumento do ICMS para produtos supérfluos

A cerveja está incluída entre os produtos considerados não essenciais, que podem ter uma cobrança adicional de 2 pontos percentuais desse imposto

Entidades ligadas à indústrias cervejeira temem fortes impactos no setor, caso o projeto que trata do aumento da cobrança do ICMS sobre o produtos considerados não essenciais pelo governo de Minas seja aprovado na Assembleia Legislativa. No caso da cerveja, o texto pronto para ser votado em segundo turno prevê um aumento de 23% para 25% no imposto sobre a circulação de mercadorias e serviços.

O aumento geraria um efeito dominó, com a cerveja ficando mais cara para consumidor final, já que a produção pode ter uma alta de 8 a 10% no custo. A estimativa é do sindicato Nacional da Indústria da Cerveja. O presidente da entidade, Márcio Maciel, classificou a proposta como uma ‘água no chopp’ do setor, que investiu pesado nos últimos anos em Minas Gerais.

“2023 é o primeiro ano cheio pós-pandemia em que você teve fechamento de bares, restrição de movimentos, restrição para as pessoas se encontrarem, e pós primeiros efeitos de guerra Rússia e Ucrânia, que afetaram de maneira muito sensível a cadeia de suprimento do setor cervejeiro, tendo visto que Ucrânia é forte e fornecedora de cereais por um mundo inteiro. A gente viu esse primeiro ano como sendo um ano de fato da área tomada, o setor cervejeiro é parceiro da Retomada Econômica, especialmente em Minas Gerais. O impacto que a gente vê é um aumento de Carga Tributária que literalmente vai colocar água no chopp dos mineiros e da própria indústria”, relata.

Márcio Maciel diz entender que o Estado precisa fechar as contas e ter os cofres públicos saudáveis, mas pede um projeto que atenda a todos e não pese tanto para setor cervejeiro, que corre risco em várias frentes.

“Isso causa uma preocupação do setor, a gente entende que o estado precisa equalizar suas contas, mas a gente sente falta de um meio do caminho, vemos que o governo e parlamentares estão com a oportunidade, nesse segundo turno de votação, de tentar encontrar o meio do caminho que mitigue em parte esses impactos no consumidor e para indústria que emprega mais de 100 mil mineiros no estado, na sua cadeia, que vai do campo ao copo. Estamos falando de mais de 100 mil bares no estado, BH é capital do dos bares do Brasil. É todo um ecossistema que está sendo afetado”, completa.

O Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja também prevê uma perda de competitividade em relação a outros grandes produtores como São Paulo e Rio de Janeiro, onde o ICMS sobre o produto já é menor que o cobrado em Minas Gerais.

FONTE ITATIAIA

about

Be informed with the hottest news from all over the world! We monitor what is happenning every day and every minute. Read and enjoy our articles and news and explore this world with Powedris!

Instagram
© 2019 – Powedris. Made by Crocoblock.