13 de junho de 2024 14:24

Sindicato mobiliza servidores na tentativa de barrar RRF

A adesão de Minas Gerais ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) pode penalizar não só servidores públicos estaduais com a possibilidade de congelamento de salários, mas também a prestação de serviços públicos, que precisariam se adequar a um teto de gastos. Penalizaria ainda os usuários dessas políticas públicas: a população mais vulnerável.

A constatação é do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais, o Sind-UTE.

E na tentativa de barrar a adesão, que está sendo analisada na Assembleia de Minas Gerais, o sindicato tem feito manifestações reunindo não somente servidores da educação, mas de diversos setores da administração pública estadual.

Para dar maior sustentação a estas manifestações, a Subsede do Sind-UTE em Lafaiete está organizando uma caravana, que levará servidores estaduais de Lafaiete e região para o próximo ato contra a RRF.

A manifestação será realizada na próxima terça-feira, dia 14 de novembro, no pátio da ALMG, a partir das 14 horas.

Quem tiver interesse de ir até a capital mineira se posicionar contra a RRF, deve entrar em contato pelos telefones 31 3763 4421 ou 31 98264 1696 até o dia 13 até às 11 horas da manhã.

A saída da caravana de Lafaiete está marcada para as 7 horas da manhã.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade