21 de junho de 2024 18:10

Três meses após assassinato de ativista político em Itaverava (MG) PCMG ainda investiga crime

Uma cidade ainda a procura de uma resposta a um assassinato há 3 meses. Eram por volta das 18:00 horas, do dia 10 de novembro de 2023, quando um homem encapuzado entrou em um sítio na comunidade de Bengo, e atingiu com um tiro Ricardo Assumpção, de 48 anos, na zona rural de Itaverava (MG, onde funcionava um terreiro de umbanda. Ele estava com outras pessoas em sua casa e elas presenciaram o crime. O autor fugiu em seguida em um carro que acobertava o assassino juntamente com outras envolvidos. Ricardo foi levado por uma ambulância ao posto de saúde da cidade mas não resistiu vindo a óbito. O tiro acertou a cabeça de Ricardo. A perícia técnica compareceu no local.


Ricado era um ativista político e bastante contestador. Nas redes sociais ganhou fama por denunciar os desmandos políticos e irregularidades da administração pública local. Era amplamente conhecido pela alcunha sigilosa de “Roberto de Carvalho”. Aos poucos sua imagem ganhou notoriedade, como também apoioadores como críticos, e sua real identidade desvendada. Em 2016, foi candidato a vereador com 164 votos e por menos de 10 votos não conquistou uma cadeira no Legislativo local.

A Policía Civil informou a nossa reportagem que o inquérito que apura as causas e os autores do assassinato seguem em sigilo. Será que foi um crime político?

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade