21 de julho de 2024 15:53

Minas Gerais já registra cinco mortes por afogamento no período de Carnaval

Levantamento do Corpo de Bombeiros é referente aos dois primeiros dias de Carnaval

Faltam poucos dias para encerrar o Carnaval, mas os números de mortes por afogamento já chamam a atenção em Minas Gerais. Segundo Corpo de Bombeiros, nos dois primeiros dias e folia, sexta e sábado, foram registrados cinco óbitos. As buscas de três vítimas já foram encerradas e duas continuam em andamento. Todas as vítimas registradas até o momento são homens. 

Embora os números chamem atenção e o período de folia ainda não tenha acabado, a quantidade de mortes de afogamento registradas neste Carnaval, até o momento, são menores que nos últimos anos. Segundo o levantamento do Corpo de Bombeiros, o Carnaval de 2022 registrou 9 vítimas por afogamento, e no Carnaval de 2023, 10 vítimas. 

Confira abaixo a parcial dos afogamentos no Carnaval de 2024 

10/02 –  Belo Oriente – Vítima masculina, 59 anos, Buscas em andamento;

10/02 – Monjolos – vítima masculina, 55 anos. Buscas finalizadas;

10/02 – Betim – vítima masculina, 60 anos.  Buscas finalizadas;

11/02 – Leopoldina – vítima masculina – idade não identificada. Buscas finalizadas.

1/02 – Fronteira  – vítima do sexo M – idade não Identificada – Buscas começaram nesta segunda (12 de fevereiro)

Corpo de bombeiro dá dicas para evitar afogamentos 

O Corpo de Bombeiros alerta para que os foliões que buscam curtir um feriado e carnaval mais tranquilo, se refrescando do calor em represas, rios e cachoeiras, reforcem os cuidados. Para se prevenir de afogamentos, o ideal é que os banhistas conheçam as características do local, além de evitar saltos de locais altos. 

Escolha do local para nadar

  • Procure um local conhecido por você ou por outra pessoa, desde que ela o acompanhe.
  • Não ultrapasse faixas e placas de avisos.
  • Não entre em locais onde há avisos de perigo de morte ou em águas poluídas.
  • Procure sempre local onde existe a presença de Guarda-Vidas, ou o Corpo de Bombeiros.

Mudança de comportamentos

  • Evite nadar sozinho;
  • Não tome bebida alcoólica antes de entrar na água;
  • Não se afaste da margem;
  • Não salte de locais elevados para dentro da água;
  • Não tente salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado;
  • Prefira lançar flutuadores para salvar pessoas ao invés da ação corpo a corpo;
  • Identifique nas proximidades a existência do salva-vidas e permaneça próximo a ele;
  • Evite brincadeiras de mau gosto (“caldos”, “trotes”, “saltos”);
  • Acate as orientações dos Bombeiros ou dos Salva-vidas;
  • Não abuse se aventurando perigosamente;
  • Não deixe as crianças sozinhas;
  • Evite navegar com carga em excesso;
  • Só deixe entrar na embarcação pessoas usando coletes salva-vidas;
  • Somente conduza embarcações se for habilitado para tal.

FONTE O TEMPO

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade