30 de maio de 2024 16:06

Polícia militar do meio ambiente resgata tamanduá ferido na região

tamandua
O tamanduá que estava ferido foi capturado e encaminhado a uma clinica veterinária já devidamente reabilitado foi feito encaminhamento do animal até o IBAMA, onde após avaliação será devolvido a natureza./ Divulgação

No dia 12 de dezembro por volta das 16h40min no bairro São Cristóvão , área urbana de Barbacena a policia militar do meio ambiente foi acionada para resgatar um tamanduá que estava no quintal de uma residência. Segundo a moradora, os cães estavam latindo muito no fundo do quintal e ao se aproximar percebeu se tratar de um animal da fauna silvestre. O tamanduá que estava ferido foi capturado e encaminhado a uma clinica veterinária. Na manhã desta segunda feira, já devidamente reabilitado foi feito encaminhamento do animal até o IBAMA, onde após avaliação será devolvido a natureza.

“O tamanduá-bandeira, também chamado iurumi, jurumim, tamanduá-açu, tamanduá-cavalo, papa-formigas-gigante e urso-formigueiro-gigante,é um mamífero xenartro da família dos mirmecofagídeos, encontrado na América Central e na América do Sul. É a maior das quatro espécies de tamanduás e, junto com as preguiças, está incluído na ordem Pilosa. Tem hábito predominantemente terrestre, diferente de seus parentes próximos, o tamanduá-mirim e o tamanduaí, que são arborícolas. O animal mede entre 1,8 e 2,1 metros de comprimento e pesa até 41 kg. É facilmente reconhecido pelo seu focinho longo e padrão característico de pelagem. Possui longas garras nos dedos das patas anteriores, o que faz com que ande com uma postura nodopedálica. O aparelho bucal é adaptado a sua dieta especializada em formigas e cupins, mas em cativeiro ele pode ser alimentado com carne moída, ovos e ração, por exemplo. A longa pelagem o predispõe a ser parasitado por ectoparasitas, como carrapatos.”

Fonte: infoescolas.com

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade