12 de junho de 2024 19:19

Novos saques do FGTS de R$ 1 mil deve ser liberado até a próxima semana

No dia 22 de fevereiro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou que o Governo Federal pretende liberar uma rodada de novos saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

A iniciativa deve ser liberada em breve por meio de uma Medida Provisória (MP) assinada pelo presidente da república, Jair Bolsonaro. Na ocasião, o ministro estimou que em até 20 dias o texto seria liberado.

Novos saques do FGTS

Como mencionado, a nova rodada de saques deve ser liberada até a próxima semana. A intenção é possibilitar que cerca de 40 milhões de trabalhadores resgatem até R$ 1 mil de suas contas do fundo.

Logo, só serão beneficiados aqueles que possuem saldo disponível nas contas vinculadas ao FGTS, seja contas inativas (empregos anteriores), como das contas ativas (emprego atual).

Cabe salientar que os valores que podem ser liberados ainda não foram definidos, no entanto, a expectativa é que variem de R$ 500 a R$ 1 mil. A questão é não comprometer os fundos do programa.

Em suma, a nova liberação do FGTS foi acordada na ala política que vem cobrando o governo para anunciar novas medidas que possam impactar na popularidade do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo as informações, o novo saque deve injetar cerca de R$ 30 bilhões na economia do país, com a expectativa de um impacto positivo no PIB (Produto Interno Bruto) de 0,3%.

Quem vai receber?

O novo saque do FGTS será disponibilizado para todos os trabalhadores que possuem saldo nas contas vinculadas ao Fundo de Garantia. Isso vale tanto para trabalhadores que estão exercendo atividade remunerada atualmente, quanto para trabalhadores que estão desempregados e possuem saldo nas contas.

Por fim, cabe enfatizar que o saque será liberado independente do trabalhador ter aderido ou não ao saque-aniversário do Fundo de Garantia. A única exigência é que o trabalhador tenha saldo nas contas.

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade