20 de abril de 2024 16:43

Auxílio de R$ 712 começa a ser pago pelo governo; veja quem tem direito

O auxílio de R$ 712 representa a soma entre os benefícios do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás. Confira todos os detalhes sobre valores e datas.

Os beneficiários do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás devem receber suas parcelas antes das datas previamente definidas. Por meio da Instrução Normativa nº 21, publicada no Diário Oficial da União, o Ministério da Cidadania anunciou que o calendário de outubro dos benefícios foi antecipado. Deste modo, o auxílio de R$ 712 deve começar a ser pago em alguns dias.

Neste sentido, o valor de R$ 712 é uma junção das parcelas do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás. O primeiro possui ticket médio de R$ 600, total que deve valer até dezembro deste ano. Já o segundo faz referência ao preço integral do gás de cozinha, de R$ 112.

As parcelas do Vale-Gás de R$ 112 não são uma certeza. É provável que a quantia deste mês ainda possa variar para menos ou para mais. Tudo depende do levantamento da Associação Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Em agosto, o benefício valia R$ 110, total que cobre 100% da média nacional do botijão de 13 kg de gás liquefeito de petróleo (GLP). Por outro lado, no início do ano, as parcelas enviadas eram de apenas 50% deste valor. Assim, as suposições do auxílio de R$ 112 não podem ser tratadas como já confirmadas.

Auxílio de R$ 712: calendário antecipado

O novo cronograma de repasses do Auxílio Brasil foi antecipado, com base na Instrução Normativa publicada na última segunda-feira (3). Originalmente, os pagamentos seriam iniciados no dia 18. Com o novo calendário, os repasses começam nesta terça-feira (11), até o dia 25 de outubro.

Igualmente, neste mês, os beneficiários recebem também o Auxílio Gás, benefício bimestral pago pela última vez em agosto. Por conta do acúmulo, tem-se o auxílio de R$ 712.

Hoje, os valores serão enviados para cidadãos com Número de Identificação Social (NIS) terminado em 1. Vale lembrar que as parcelas dos auxílios possuem como base o número final do NIS, que deve ser levado em conta no momento de identificar a data correta de pagamento dos benefícios. Deste modo, as datas são:

  • Final do NIS 1: 11 de outubro;
  • Final do NIS 2: 13 de outubro;
  • Final do NIS 3: 14 de outubro;
  • Final do NIS 4: 17 de outubro;
  • Final do NIS 5: 18 de outubro;
  • Final do NIS 6: 19 de outubro;
  • Final do NIS 7: 20 de outubro;
  • Final do NIS 8: 21 de outubro;
  • Final do NIS 9: 24 de outubro;
  • Final do NIS 0: 25 de outubro.

Sobre o Auxílio Brasil

Auxílio Brasil é um programa que funciona por meio da transferência direta e indireta de renda. Ele integra em uma só função políticas públicas de assistência social, emprego, educação, saúde e renda.

Seu mecanismo possibilita que os valores sejam destinados às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza por todo o país.

Assim, além de garantir uma renda básica aos beneficiados, este programa busca simplificar a cesta de benefícios, estimulando o processo de emancipação dos atendidos. Deste modo, eles poderão alcançar a autonomia econômica, superando a situação de vulnerabilidade social em que estão.

O Auxílio Brasil é um direito de todas as famílias em situação de extrema pobreza, pobreza e em regra de emancipação. A situação de extrema pobreza é configurada por grupos com renda familiar mensal per capita de até R$ 105. Já a situação de pobreza envolve a renda familiar mensal per capita entre R$ 105 e R$ 210.

Para receber as parcelas mensais, é preciso se enquadrar em alguma das categorias que possibilita o envio dos valores:

  • Famílias registradas no Bolsa Família entram para a lista de forma automática;
  • Aquelas inscritas no CadÚnico, que ainda não recebiam os valores, vão para a lista de espera;
  • E as que ainda não estão no CadÚnico devem se registrar.

Sobre o Auxílio Gás

Auxílio Gás é um programa de caráter bimestral, que auxilia no processo de compra do gás de cozinha para famílias de baixa renda. Este benefício equivale ao valor da média nacional do botijão de gás de cozinha de 13 kg.

Ele é um direito de todas as famílias inscritas no CadÚnico que tenham renda familiar mensal menor ou igual a meio salário mínimo.

Contudo, é concedido preferencialmente às famílias com mulheres vítimas de violência doméstica, que estejam sob monitoramento de medidas protetivas de emergência.

Da mesma forma, famílias que tenham um beneficiário do BPC (Benefício de Prestação Continuada) entre seus membros também podem receber o Vale-Gás. Para entrar no grupo de beneficiados, porém, é preciso que a família esteja no CadÚnico. Caso o grupo se enquadre nos pré-requisitos, a inclusão é automática.

FONTE CONCURSOS NO BRASIL

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade