17 de abril de 2024 11:52

Bolsa família+: Beneficiários selecionados podem receber R$ 50 extras

Bolsa Família é o maior programa de transferência de renda do Brasil, reconhecido internacionalmente por já ter tirado milhões de famílias da fome. O Governo Federal de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) retomou o programa em 2023 com ainda mais proteção às famílias, com um modelo de benefício que considera diversos detalhes.

Além de garantir renda básica para as famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza, o programa ainda busca integrar políticas públicas, fortalecendo o acesso das famílias a direitos básicos como saúde, educação e assistência social.

Para ter direito ao Bolsa Família, a principal regra é que a renda de cada pessoa da família seja de, no máximo, R$ 218 por mês. Ou seja, se apenas um integrante da família recebe um salário mínimo (R$ 1.320) e nessa família há sete pessoas, a renda per capita fica em torno de R$ 189, o que possibilita a participação no programa.

Como participar do Bolsa Família

Inicialmente, é preciso estar inscrito no Cadastro Único, com os dados corretos e atualizados. Esse cadastramento é feito em postos de atendimento da assistência social dos municípios, como os CRAS. É preciso apresentar o CPF, mas lembre-se: não basta ter inscrição no Cadastro Único para receber o Bolsa Família.

Todos os meses, o programa identifica as famílias que serão incluídas e que estão aptas para passar a receber o benefício mensalmente, que se encontra atualmente com pagamentos, em média, de R$ 672,45.

Quem pode receber R$ 50 a mais?

Em 2023, como mencionado, o programa passou por uma reformulação que incluiu um benefício extra de R$ 50 para algumas famílias. Esse benefício é destinado às famílias com gestantes ou crianças menores entre sete e dezoito anos de idade, além de R$ 150 para cada crianças de até 6 anos.

Para receber esse benefício extra, é essencial cumprir alguns requisitos, como as gestantes realizarem o pré-natal e as crianças cumprirem o calendário vacinal e o acompanhamento do estado nutricional. Abaixo, confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família para esse mês de junho, conforme o Número de Inscrição Social (NIS):

  • NIS final 1: pagamento em 19/06
  • NIS final 2:  pagamento em 20/06
  • NIS final 3:  pagamento em 21/06
  • NIS final 4:  pagamento em 22/06
  • NIS final 5:  pagamento em 23/06
  • NIS final 6:  pagamento em 26/06
  • NIS final 7:  pagamento em 27/06
  • NIS final 8:  pagamento em 28/06
  • NIS final 9:  pagamento em 29/06
  • NIS final 0:  pagamento em 30/06

FONTE CAPITALIST

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade