17 de abril de 2024 12:28

Proprietária das Casas Bahia pode fechar até 100 lojas e demitir 6 mil funcionários

Proprietária das Casas Bahia e do antigo Ponto Frio (atual Ponto), a Via planeja fechar 100 lojas e demitir 6 mil funcionários em 2023. O novo plano de negócios da gigante varejista foi anunciado nessa quinta-feira (10) e tem previsão de reduzir até R$ 1 bilhão em estoques neste ano, além de mudanças na forma de captação para financiar o crediário. As informações são da Agência Reuters.

O fechamento de lojas já começou, informa o presidente da Via, Renato Horta Franklin. A estratégia é encerrar a atividade de 50 a 100 lojas que dando prejuízo. Além disso, a empresa vai mexer nos canais de vendas, com a migração da comercialização de produtos que atualmente não geram lucro para seu marketplace (espaço de comércio eletrônico).

O presidente prevê que as medidas vão ajudar a reduzir o nível de estoques em até R$ 1 bilhão. “Esse ajuste das 100 lojas vai trazer uma liberação de estoques de R$ 200 milhões”, afirmou Franklin à Reuters.

Gestão

A Via passou por mudança na alta gestão da companhia durante o segundo trimestre. Renato Horta Franklin trocou a Movida pela varejista, e Elcio Mitsuhiro passou a ocupar a cadeira de diretor financeiro.

O anúncio das mudanças ocorre após a empresa registrar mais um prejuízo trimestral: R$ 492 milhões no período de abril a junho, após lucro de R$ 6 milhões um ano antes, no que foi o último lucro trimestral contábil da companhia desde então. O balanço, divulgado nessa quinta-feira (10), mostra a última linha do resultado pressionada por resultado financeiro negativo de R$ 801 milhões, e receita em queda.

No segundo trimestre, a Via teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 469 milhões, queda de 32,1% ano a ano. (Itatiaia)

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade