13 de junho de 2024 15:19

Paisagens irreais: 9 lugares misteriosos no Brasil e no mundo

Românticas, selvagens ou ecléticas, essas paisagens coloridas são um convite à fuga. Conheça 9 lugares surreais ao redor do mundo

1) Intrepid Potash Mine, nos EUA

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

Localizada no Colorado, a fabricante de fertilizantes Intrepid Potash, Inc. é a maior produtora de cloreto de potássio dos Estados Unidos. É em Utah, em uma das três minas de potássio, que essa paisagem semelhante a um mapa de calor pode ser vista. Aninhadas na terra íngreme e avermelhada do deserto, a 30 quilômetros a oeste de Moab, as bacias em tons de azul brilhante ou verde pastel formam incríveis piscinas naturais.

2) Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, no Brasil

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

Essa paisagem infinita que se estende por mais de 155 mil hectares oferece um espetáculo único e mutável no Nordeste do Brasil. É quando as intensas chuvas tropicais levantam as finas camadas de areias branco-prateadas que o cenário sinuoso e bucólico ganha nova forma. Dunas de areia onduladas se enchem de lagoas de água doce e formam piscinas naturais intocadas no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

3) Lake Hillier, na Austrália

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

Conhecido por seu rosa intenso, o lago salgado localizado na região de Goldfields-Esperance, na Austrália Ocidental, deve sua cor pop à alta concentração de sal e ao aumento da presença de algas. Chamada de Lake Hillier, esta piscina natural com sua cor de chiclete fenomenal se estende por 6 quilômetros pela ilha e pode ser explorada o ano todo.

4) Mangya Emerald Lake, na China

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

Pontilhado com linhas brancas, o Mangya Emerald Lake, localizado a poucos minutos da cidade de Huatugou, é a atração mais popular de Aiken Spring. Formadas pelo reflexo da luz através dos minerais do lago, as bacias do Mangya Emerald ficam em um caminho entre as paisagens paradisíacas das Maldivas e as montanhas nevadas e cristalinas de Kunlun.

5) Poyang Lake, na China

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

Considerado o maior lago de água doce da China, o Poyang Lake é alimentado pelos rios Gan, Xin e Xiu e cobre uma área média de 3.500 km² dependendo da estação. Como o lago entrou em seu período de seca 100 dias antes do normal, o nível da água está baixando e deixando vestígios de lama que assumem a forma de uma árvore ou raiz no leito do lago.

6) Fly Geyser, nos EUA

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

Situado 32 quilômetros ao norte de Gerlach-Empire, no condado de Washoe, Nevada, este gêiser que parece vulcões em erupção é seminatural. Inicialmente projetado para aproveitar a energia geotérmica subterrânea, o poço viu a água e seus minerais se acumularem na superfície formando um travertino multicolorido, projetando jatos de água e vapor de 1,5 metros de altura. Auxiliados por um erro humano, as fontes termais Fly Ranch Geyser existem desde 1964 e liberam camadas de carbonato de cálcio a cada ano, resultando na forma compacta que passamos a conhecer.

7) Spotted Lake, no Canadá

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

Conhecido como Spotted Lake ou Kliluk Lake, este lago manchado com círculos coloridos, localizado a 96 quilômetros de Vancouver, na área selvagem da região canadense da Colúmbia Britânica, forma anéis naturais. A alta concentração de minerais contidos na água, que evapora de acordo com as estações e a temperatura, permitem que sua aparência mude de cor. Do branco e verde ao amarelo e azul, as piscinas naturais de encanto inigualável são consideradas locais sagrados para curar feridas ou dores musculares.

8) Monte Roraima, no Brasil, Venezuela e Guiana

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

Compartilhada entre Brasil, Guiana e Venezuela, esta montanha sul-americana de aproximadamente 1.000 metros de altura apresenta um ambiente diferente da floresta tropical e da savana que fica sob seus pés. Considerado o ponto mais alto do Escudo das Guianas, o Monte Roraima é um penhasco de pedra que se eleva até as nuvens.

9) Olive Grove, na Espanha

 — Foto: Getty Images
— Foto: Getty Images

O domínio montanhoso de La Mancha Real, na província de Jaén, na Espanha, está implantado desde 1888 em mais de 190 mil hectares de terra. O teatro verde formado por oliveiras, chamado Olive Grove, acrescenta um toque pitoresco ao cenário rochoso e íngreme da Andaluzia.

*Matéria originalmente publicada na Architectural Digest France.

FONTE CASA VOGUE

Mais Notícias

Receba notícias em seu celular

Publicidade